2019: Distrito do Porto foi o que teve mais mortes na estrada, Braga fica atrás de Lisboa

O distrito de Braga registou, de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2019, 36 mortes nas estradas, mais 8 do que no ano de 2018. Os dados constam no relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

De acordo com o relatório da ANSR, Porto é o distrito que registou mais mortes (55), seguido de Lisboa (47), Braga (36), Aveiro (36) e Faro (36).

Famalicão: Miguel Rocha vence concurso internacional de violino

O ribeirense Miguel Rocha venceu, recentemente, o Concurso Internacional de Violino, na Cidade do Porto, no âmbito do CONVIMUS – Convívios Internacionais de Música, no escalão de jovens adultos.

Miguel Rocha, atualmente a estudar violino com Esther Hoppe, na Universidade Mozarteum, em Salzburgo, na Áustria, iniciou a sua aprendizagem no Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão, com a professora Cátia Sá. Frequentou, ainda, o Centro de Cultura Musical, quando era aluno da Escola EB 2,3 de Ribeirão, prosseguindo os estudos na Artave, com a professora Raquel Costa.
O jovem ribeirense já foi premiado em vários concursos.

Famalicão: Paulo Cunha recandidata-se à distrital do PSD

Em comunicado emitido este domingo, Paulo Cunha assume a recandidatura à distrital de Braga do PSD, com eleições marcadas para 10 de setembro.

O famalicense e vice-presidente do PSD Nacional avança com a candidatura para novo mandato e para esta tomada de decisão conta “o facto do PSD ser presidido por Luís Montenegro, cujas condições políticas e humanas muito aprecio”, diz.

Não esconde também, “a ajuda que poderei dar ao sucesso das nossas diversas candidaturas” nos próximos atos eleitorais.

Desde 2020 à frente da estrutura distrital social democrata, Paulo Cunha fala em dois anos “de muito trabalho”; reconhece que não foi um período “pleno de êxitos”, mas está convicto de que fez tudo o que estava ao seu alcance, “reforçando a posição do PSD na sociedade civil e o seu entrosamento com as instituições do distrito”.

A sensivelmente um mês das eleições, Paulo Cunha diz que “é tempo de olhar o futuro”. Sobre o projeto e equipa que levará a votos, promete anunciar nos próximos dias.

Greve dos trabalhadores da IP vai afetar circulação de comboios nos dias 1, 3 e 5 de agosto

A organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal (gestor da infraestrutura ferroviária) convocou uma greve para os dias 1, 3 e 5 de agosto e a Comboios de Portugal (CP) prevê «fortes perturbações» na circulação.

Em comunicado, a CP reporta que, «por motivo de greve convocada por organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios, a nível nacional, em todos os serviços, nos dias 1, 3 e 5 de agosto de 2022».

Está prevista a realização de serviços mínimos nos dias da greve, sem prejuízo de poderem ser realizados comboios adicionais, cuja lista pode ser consultada em www.cp.pt

Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga volta a encerrar

A Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga volta a encerrar entre as 08h00 de domingo e as 08h00 de segunda-feira, avança a Agência Lusa.

Mais uma vez, o encerramento por 24 horas deve-se à impossibilidade de completar as escalas de médicos, confirma a administração do hospital.

Em caso de urgência, os utentes devem contactar a Linha SNS 24 – 808 24 24 24 e dirigirem-se a outros hospitais da região, nomeadamente aqueles que têm apoio da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia, entre os quais Famalicão, Guimarães ou Viana. Em casos de maior complexidade, aconselha o Centro Hospitalar de São João, no Porto.

Recorde-se que no último mês e meio, este será o nono encerramento, por um período de 24 horas, do Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga.

 

Famalicão: Jovem detido no Porto por tráfico de droga

Um jovem de 23 anos, estafeta e residente em Famalicão, foi detido pela PSP, esta quarta-feira, com duas doses de cocaína e 37 de heroína, na avenida da Boavista, na cidade do Porto.

No mesmo dia, dois homens de 45 e 53 anos, um operário da construção civil e desempregado, respetivamente, foram detidos com 64 doses de heroína, no bairro da Pasteleira Nova, também na cidade do Porto. Um dos detidos é residente em Famalicão e outro em Barcelos.

Associação Têxtil e Vestuário crítica falta de apoios à internacionalização

A direção da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal está preocupada com o que diz serem atrasos e incertezas no apoio à internacionalização para este setor do têxtil e vestuário.

Mário Jorge Machado, presidente da ATP, garante que a Associação tem procurado informações junto das entidades competentes e que não tem obtido as respostas que precisa.

«As manifestações de preocupação foram dirigidas ao mais alto nível, a diversas entidades e responsáveis políticos, desde a membros do Governo, ao COMPETE, à AICEP Portugal Global, à própria CIP, e, nalguns casos, manifestações reiteradas», acusa.

Mário Jorge Machado recorda que as «últimas calls do Portugal 2020 para a internacionalização das empresas ficaram muito aquém das necessidades, com cortes orçamentais que não eram de todo esperados. Sobretudo numa altura essencial em que deveríamos estar a ajudar as empresas a reverter os efeitos provocados, primeiro, por uma pandemia, a que somaram, recentemente, outros provenientes da guerra, com crise de preços na energia e matérias-primas, subida da inflação e recuo da procura», frisa.

Ainda que reconheça que as verbas do Portugal 2020 possam estar esgotadas, Mário Jorge Machado lembra que há um «Programa como o Portugal 2030 que devia estar ao serviço da economia desde 2021, e estamos no 3.º trimestre de 2022 e ainda ninguém consegue antecipar quando poderá estar operacional, com abertura de calls nestas e noutras áreas».