A subida (mas também descida) dos combustíveis a cada início da semana

Ao início de cada semana, os condutores já sabem que devem preparar-se para alterações no preço dos combustíveis.

Esta segunda feira, o gasóleo deverá subir quatro cêntimos, enquanto que a gasolina desce dois cêntimos por litro.

Estas atualizações, quer da gasolina simples 95 quer o do gasóleo simples, mantêm o preço por litro acima dos dois euros.

 

Famalicão lança programa de capacitação para empreendedores

Durante os meses de setembro e outubro vai decorrer, no concelho, o programa Makers, iniciativa de apoio ao empreendedorismo e a criação de novos negócios.

Esta iniciativa do Famalicão Made IN visa capacitar promotores com ideias de negócio nas áreas do empreendedorismo, financiamento e internacionalização, com base em ferramentas de trabalho de gestão empresarial, estratégica e de pessoas, bem como marketing e finanças.

As candidaturas estão abertas até ao dia 25 de julho e para inscrição, os candidatos a empreendedores devem preencher um formulário em www.famalicaomadein.pt

“Empreende Makers – De Makers a Empreendedores” pretende fomentar ideias de negócio através de metodologias Maker, com particular atenção sobre a oferta de soluções de capacitação ajustadas às necessidades das equipas/ideias, através de atividades que promovam o espírito inovador, com respostas a questões “Como tirar as ideias do papel?”, “Como posicionar o negócio?”, “Como captar, reter e crescer clientes?”, “Como promover e divulgar o negócio?”, “Como financiar o negócio?” ou “Como expandir o negócio para o Mundo?”.

Estas ações gratuitas são complementadas com sessões de mentoring e de networking com uma rede de especialistas e com a realização de workshops de Design Thinking e sobre o Business Model Canvas.

O projeto é co-financiado pelo programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP), da área de cooperação 1 – Galiza-Norte de Portugal, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Covid-19: Isolamento de doentes passa de sete para cinco dias

A ministra da Presidência anunciou, esta quinta-feira, que o período de isolamento por covid-19 vai passar de sete para cinco dias e que a situação de alerta devido à pandemia mantém-se até ao final do mês de julho.

Em conferência de imprensa, Mariana Vieira da Silva promete novidades para os próximos dias, garantindo que vão continuar a vigorar regras do uso de máscaras em determinadas situações, como transportes públicos. A exigência do certificado digital para entrar no país vai deixar de ser obrigatória, referiu a Ministra.

Famalicão: Riopele dá mais um passo no processo de digitalização

A apostar na digitalização há já alguns anos, a Riopele lançou esta quarta-feira a primeira coleção no metaverso, à semelhança do que já fazem marcas como a Zara. A digitalização torna possível verificar as funcionalidades e efeito visual dos tecidos «em peças digitais com elevado realismo», refere ao ECO Rui Oliveira, diretor de sistemas de informação da empresa.

Este responsável refere que a digitalização permite maior rapidez no desenvolvimento das coleções e melhorar a relação custo-eficiência com a oferta de coleções adequadas a cada cliente, entre outras vantagens, acrescenta Rui Oliveira.

A Riopele, que está presente na QSP Summit, é uma grande empresa famalicense do setor têxtil, fundada em 1927, com centenas de trabalhadores e uma exportação de 95%.

Foi há uma década que o grupo minhoto liderado por José Alexandre Oliveira criou a plataforma Riopele Digital para integrar todo o processo produtivo, do fio ao vestuário, abrangendo também os departamentos financeiro, de recursos humanos e comercial. Citado em comunicado, o gestor de tecnologias resume que neste projeto tem «levado à prática os conceitos de Indústria 4.0, prototipagem digital, business intelligence, machine learning e inteligência artificial», refere no ECO.

Em tempo de férias, PSP relembra o programa Estou Aqui Criança

Nesta altura de férias, a PSP relembra que está em curso programa Estou Aqui Criança que visa agilizar o trabalho de sinalização de uma criança desaparecida e promover o seu rápido retorno à família.

As pulseiras Estou Aqui destinam-se a crianças com idades compreendidas entre os 2 e os 10 anos e possuem um código alfanumérico, único, sem qualquer relação com dados pessoais. São válidas em todo o território nacional e podem ser solicitadas tanto para crianças residentes em Portugal como não residentes.

Caso a criança portadora da pulseira se perca, qualquer pessoa que a encontre somente necessita contactar a PSP por intermédio do número de emergência nacional (112) e comunicar onde se encontra e qual o código da pulseira que a criança tem consigo. A Polícia de Segurança Pública tratará de informar a família e assegurar de imediato o reencontro familiar.

Famalicão: “O Estado da Nação” debatido na Fundação Cupertino de Miranda

“O Estado da Nação: competências e crescimento” é o tema do Encontro Fora da Caixa que se realiza na tarde de segunda-feira, 27 de junho, pelas 15 horas, na Fundação Cupertino de Miranda, que terá como anfitrião o jornalista Paulo Ferreira, da Rádio Observador.

A abertura da conferência é assegurada pelo presidente da Comissão Executiva da Caixa, Paulo Moita de Macedo, seguindo-se uma conversa sobre o Estado da Nação: educação, emprego e competências, com Carlos Oliveira, cofundador e presidente executivo da Fundação José Neves e o jornalista Paulo Ferreira.

“Como vamos conseguir crescer?” é tema para o debate do programa Fora da Caixa Especial, da Rádio Observador, com Carlos Guimarães Pinto, economista e deputado; Carlos Oliveira e Susana Peralta, professora de Economia da Nova SBE.

Os “Efeitos da Guerra na Indústria” serão discutidos com Manuel Martins, do Grupo CAMPICARN; Ricardo Machado, do Grupo RNM, Rogério Lourenço, da Lourofood, Lda; e Francisco Cary, administrador executivo da Caixa Geral de Depósitos.

Este Estado da Nação termina com uma conversa de Pedro Abrunhosa e Luís Valente de Oliveira, académico e politico, sob o tema “No princípio era… o território”.

Famalicão: Esplanadas e publicidade continuam isentas de taxas

O município de Famalicão decidiu prolongar até final do ano de 2022 a suspensão do pagamento das taxas devidas em matéria de ocupação do espaço público, de espanadas e publicidade em entidades comerciais; medida que tinha sido tomada, com caráter temporário, para apoiar a economia local no âmbito da covid-19.

O presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, explicou que optou por prolongar este apoio aos comerciantes porque «é um setor que foi bastante afetado e nós quisemos ajudar por esta via, na altura por causa do covid e agora preocupados com a retoma, para que possam compensar o que lhes foi subtraído durante a pandemia», disse.

Este apoio ao setor, com estas isenções, andará, neste dois anos, na ordem dos 60 mil euros. «É uma subtração ao nosso orçamento mas uma subtração bem-vinda, já que vai beneficiar em muito este setor do comércio», acredita o presidente.