Alerta: Família de Barcelos procura jovem desaparecida em Braga

Cátia, natural de Barcelos, encontra-se em parte incerta e incontactável. A jovem terá deixado de falar com a família ontem e, desde então, nunca mais regressou a casa.

A família, que já reportou o caso às autoridades, recorreu às redes sociais para deixar um apelo com o objetivo de saber mais informações sobre a estudante.

Cátia terá sido vista pela última vez em Braga.

Caso tenha informações sobre o paradeiro da jovem na imagem, entre em contacto imediato com as autoridades locais.

 

Festival de Cinema de Famalicão presta homenagem a Soraia Chaves

O Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão presta homenagem à atriz Soraia Chaves, na sessão de encerramento que decorre no dia 26 de novembro.

Recorde-se que o Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão realiza-se de 21 a 26 de novembro, na Casa da Juventude, no Centro de Estudos Camilianos e na Fundação Castro Alves, em Vila Nova de Famalicão.

«Importa celebrar os nossos maiores talentos. Soraia Chaves é um exemplo feliz de um caso de evolução e consistência. Mais importante, uma atriz em plena atividade, algo que se torna importante realçar. Ao longo destes anos, este festival mantém a coerência de prestar tributo aos atores que estão em atividade e servem como exemplo para os mais novos», destaca o comissário do festival, Rui Pedro Tendinha.

A estreia da atriz na sétima arte aconteceu em 2005, com o papel da protagonista Amélia no filme «O Crime do Padre Amaro», de Carlos Coelho da Silva. A sua interpretação no filme, que foi um sucesso em Portugal, dando-lhe fama imediata e captando a atenção nacional. Seguiram-se mais de 13 longas-metragens, entre elas, «Call Girl» (2007), que lhe valeu o Prémio de Melhor Atriz nos Globos de Ouro de 2007, e «A Bela e o Paparazzo» (2010) de António-Pedro Vasconcelos, que se revelaram dois sucessos de bilheteira. Mais recentemente, fez parte do elenco de «Linhas de Sangue» (2018), de Manuel Pureza e Sérgio Graciano.

Soraia Chaves tem integrado também o elenco de vários projetos televisivos, como «A Vida Privada de Salazar» (2009), com o qual recebeu o Globo de Ouro para Melhor Atriz em 2009, «3 Mulheres» (2018-2022) onde interpretou o papel da escritora Natália Correia ou «A Generala» (2020), série que protagonizou assumindo a personagem de Maria Luísa Paiva Monteiro, uma mulher que decide desafiar todas as regras, afrontando a sociedade patriarcal nas décadas de 60 a 90, e a luta pela liberdade e pelos direitos e privilégios que, à data, estavam reservados quase exclusivamente aos homens.

Ao longo dos últimos anos, o festival Ymotion, que já carimbou Vila Nova de Famalicão como a Capital do Cinema Jovem Português, mantém a sua aposta na valorização do ator no panorama cinematográfico, celebrando os maiores talentos nacionais, prestando-lhes tributo e reconhecimento público pelo seu percurso profissional.

«Para além de estarmos a dar palco a jovens talentos nacionais, através da competição de curtas-metragens e das inúmeras atividades em torno da temática junto das camadas mais jovens, desenvolvidas ao longo do ano, também é dado espaço para homenagear a carreira de grandes atores e atrizes nacionais, como valorização e promoção do talento», sublinha o presidente da Câmara Municipal, Mário Passos relativamente à importância do festival.

Recorde-se que está em curso o open call da competição de curtas-metragens do Ymotion 2022. As inscrições e candidaturas à competição da 8.ª edição do Festival de Cinema Jovem de Famalicão decorrem até 14 de outubro; um festival que inclui prémios pecuniários que vão até aos 2500 euros.

Mercadona doa 670 toneladas de alimentos no primeiro semestre deste ano

A Mercadona doou 670 toneladas de produtos de primeira necessidade no primeiro semestre de 2022 em Portugal. Estas doações, equivalente a mais de 11.000 carrinhos de compra, foram destinadas a mais de 30 cantinas sociais, 5 bancos de alimentos e outras entidades sociais com as quais a empresa colabora. No distrito de Braga, a Mercadona doou 118 toneladas de produtos de primeira necessidade a instituições locais de solidariedade social.

A Mercadona participa, ainda, noutras iniciativas de âmbito nacional que se realizam ao longo do ano. É o caso da “Campanha Vale”, da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, e da campanha “Shop for Goodness” da Cruz Vermelha Portuguesa, cujo montante angariado foi convertido em cartões de compra que contribuem para a autonomização de famílias carenciadas.

Com mais de 1.660 lojas entre Portugal e Espanha, a Mercadona doou 10.800 toneladas de bens na primeira metade deste ano, o equivalente a 180.200 carrinhos de compras, que se destinaram a mais de 410 cantinas sociais, 60 bancos de alimentos e outras entidades sociais de ambos países.

Estas ações resultam do compromisso da empresa em partilhar com a sociedade parte do que dela recebe. No âmbito deste Plano de Responsabilidade Social e a par da doação de alimentos, a Mercadona colabora com 32 fundações e centros ocupacionais na decoração das suas lojas com murais de trencadís (mosaicos típicos do Mediterrâneo), elaborados por mais de mil pessoas com incapacidade intelectual.

Outra linha estratégica deste Plano de Responsabilidade Social é a sustentabilidade, de que é prova o Sistema de Gestão Ambiental próprio, baseado nos princípios da economia circular e focado na otimização logística, eficiência energética, gestão de resíduos, produção sustentável e redução do plástico. Nesse sentido, a Mercadona, junto dos seus fornecedores Totaler, está a desenvolver a Estratégia 6.25: 6 ações para atingir um triplo objetivo até 2025: reduzir o plástico em 25%, que todas as embalagens sejam recicláveis, e reciclar todos os seus resíduos de plástico.

A Mercadona integra desde 2011 o Pacto Mundial das Nações Unidas para a defesa dos valores fundamentais em matéria de Direitos Humanos, Normas Laborais, Meio Ambiente e Luta contra a Corrupção.

Em Braga, as instituições beneficiárias são Associação de Solidariedade Social de S. Tiago de Fraião (Braga), GASC (Barcelos), Lar de Santo António (Guimarães), Dar as Mãos – Associação de Solidariedade Social (Braga), Lar de Santa Estefânia (Braga), Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Braga (Braga) e Lar Nossa Senhora da Misericórdia (Barcelos)

Famalicão: Atropelamento deixa ferido grave no Louro

Está em estado grave, um homem vítima de atropelamento na freguesia do Louro.

Socorrido pelos BV Famalicenses, foi transportado para o hospital de Braga.

O acidente aconteceu ao final da tarde desta quarta-feira, na Rua Ernesto Araújo Carvalho. O alerta foi dado às 17:54 e para o o local a corporação enviou um veículo e três bombeiros.

Famalicão: AVC no torneio do 35.º aniversário da AV Braga

A equipa do AVC é uma das convidadas para participar no torneio que assinala o 35.º aniversário da Associação de Voleibol de Braga.

A prova, que começa sábado, conta, ainda, com o VC Viana, SC Braga e Dumiense que será o primeiro adversário da equipa famalicense. O jogo é às 18 horas.

Para domingo estão reservados os jogos de atribuição do terceiro e quarto lugares, às 15 horas. A final disputa-se duas horas depois.

As partidas disputam-se no pavilhão do Colégio João Paulo II, em Braga.

Foto arquivo

Famalicão recebe Campeonato Nacional de Estrada no dia 2 de outubro

No dia 2 de outubro são esperados perto de dois mil atletas na 22.ª edição da prova Famalicão-Joane que este ano conta para o Campeonato Nacional de Estrada, razão pela qual terá os melhores atletas nacionais nesta modalidade. As inscrições continuam abertas até 27 de setembro, no site da Federação Portuguesa de Atletismo, em: https://fpacompeticoes.pt/1584/inscrever

O percurso escolhido continua a ser a Estrada Nacional 206, mas com saída e chegada no Parque da Ribeira, em Joane (retorno faz-se na rotunda que dá acesso à autoestrada), numa distância de 10 km, contrariamente aos habituais 12km que ligavam a cidade à vila. As senhoras saem às 10h50 e os homens às 11h15.

Englobadas no programa continuam a Bike Tour (de Famalicão-Joane) e a caminhada Vermoim-Joane. Ivânia Fernandes, presidente da ATC, explica que o Bike Tour será a primeira prova a sair para a estrada, às 9 horas, que se mantém de Famalicão a Joane. Às 10 horas, arranca a caminhada de Vermoim até Joane.

A apresentação da prova decorreu esta terça-feira, nos Paços do Concelho, com a presença de Ivânia Fernandes; do presidente da Associação de Atletismo de Braga, Manuel Pacheco; do vereador do Desporto, Pedro Oliveira, e do presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Jorge Vieira.

O responsável máximo a nível nacional diz que «é uma cooperação virtuosa que nós temos e um privilégio quando organizamos uma competição de caráter nacional associada a uma prova já com créditos, com tradição formada, com capacidade organizativa, uma vez que é um evento com qualidade e imagem pública», sublinha.

O presidente da Associação de Atletismo de Braga realça que os 10km da prova estão «certificados e homologados», num percurso «rápido, apesar de não totalmente plano». Manuel Pacheco destaca a «tradição desportiva de Famalicão» e diz que tem «orgulho» em ter esta prova no calendário da Associação de Atletismo de Braga.

O município de Famalicão apoia esta prova, que engloba o lote daquelas que sobressaem a nível nacional. Aliás, esta é a segunda vez que a ATC organiza o campeonato nacional de estrada, a primeira vez foi em 2004/5.

O vereador do Desporto enaltece a presença de atletas de referência nacional, mas destaca também como muito importante o grande número de atletas amadores que justificam o princípio do «deporto para todos». Pedro Oliveira lembra que Famalicão é o concelho com mais provas e atletas inscritos na Associação de Atletismo de Braga, pelo que «Famalicão é hoje um município reconhecido também por aquilo que as suas gentes e instituições conseguem fazer». Neste aspeto, o autarca deu os parabéns à ATC pelo seu «papel relevante» no desporto, na ação social e na cultura.

Como referência, os Campeonatos Nacionais de Estrada realizam-se desde 1990 e tiveram lugar pela primeira vez no Campo Grande, em Lisboa. Naquele ano, Conceição Ferreira e Dionísio Castro foram os primeiros campeões nacionais. A prova tem decorrido em várias regiões do país. Famalicão recebe pela segunda vez, mas é objetivo da ATC realizar várias provas seguidas a contar para o calendário nacional, por forma a dar notoriedade a este evento desportivo. Jorge Vieira, da Federação Portuguesa de Atletismo, não nega essa possibilidade mas lembra que há vários municípios a solicitar essa organização, afirmando que essa é uma equação a ponderar.

Oito detidos por condução sob o efeito do álcool

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública dá conta que este fim de semana, em Braga e Famalicão, deteve oito pessoas por condução de automóvel com taxa de álcool superior à permitida por leia.

Os detidos são sete homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 22 e 61 anos de idade. Submetidos aos testes acusaram uma TAS entre 1,490 e 2,746 g/l no sangue.