Aprovada mais uma renovação do estado de emergência

A renovação do Estado de Emergência até 1 de março foi aprovada hoje no Parlamento com os votos favoráveis do PS, PSD, PAN, CDS-PP, e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues. PCP, PEV, Chega e IL votaram contra, enquanto o BE absteve-se.

Recorde-se que Marcelo Rebelo de Sousa submeteu ontem à Assembleia da República o décimo primeiro diploma do estado de emergência no atual contexto de pandemia de covid-19.

Na exposição de motivos para renovação do estado de emergência, Marcelo Rebelo de Sousa realçou que «não é recomendado pelos peritos reduzir ou suspender, de forma significativa, as medidas de confinamento, sem que os números desçam abaixo de patamares geríveis pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS), que sejam aumentadas as taxas de testagem, ou que a vacinação possa cobrir uma parte significativa da população mais vulnerável».

Joane sem descanso: Novos focos de incêndio em zona florestal

A vila de Joane está novamente em alerta, pelo surgimento de pelo menos dois novos focos de incêndio.

O novo alerta surgiu na noite desta quinta-feira, por volta das 21h40, e foi dado por populares que começaram a avistar o fogo em dois pontos distintos mas bastante próximos um do outro.

Para o local foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses que já pediram o reforço de meios.

Recorde-se que a vila de Joane tem sido, este verão, fustigada por vários incêndios em zona florestal e que até já colocaram casas em risco.

Final feliz: Cão atirado e fechado em poço é salvo pelo CROA e adotado três meses depois por uma família

O Centro de Recolha Animal de Famalicão tem mais uma história com final feliz para contar.

O cão que a 18 de maio foi resgatado de um poço com quinze metros de profundidade, na freguesia de Landim, encontrou uma nova família.

O desfecho desta história dá-se exatamente três meses depois da dura operação de resgate. Recorde-se que o animal havia sido encontrado a latir, por populares que passavam no local e o ouviram num poço com pedras a bloquear o acesso, indiciando que terá sido atirado para a morte, por alguém que, depois, o tentou esconder.

Quis o destino que, nesta quinta-feira 18 de agosto, uma família da mesma freguesia onde havia sido resgatado (Landim), quisesse levar este amigo de quatro patas para casa.

Recorde a história deste animal:

 

Registo de galinhas poedeiras obrigatório em setembro

“Todos os detentores de galinhas poedeiras ficam obrigados a declarar os efetivos que possuíam à data de 01 de setembro de 2022”, lê-se num aviso da DGAV.

A entrega da declaração de galinhas poedeiras deverá ser efetuada em setembro, através do site ou nos serviços de alimentação e veterinária regionais.

Os estabelecimentos de galinhas poedeiras reprodutoras ou com menos de 350 aves estão isentos desta obrigação.

A DGAV é um serviço central da administração direta do Estado, com autonomia administrativa.

A partir desta sexta-feira e até domingo: Festa do Senhor em Arnoso Santa Maria

Arnoso Santa Maria está em festa a partir desta sexta-feira e até domingo. A Festa do Senhor arranca com a celebração de uma eucaristia, seguindo-se um momento de animação musical com cantares ao desafio.

No sábado o destaque vai para a atuação do grupo “Toka & Dança” que antecede a sessão de fogo de artifício, agendada para as 00h00.

No último dia, domingo, pela manhã há eucaristia em honra do Santíssimo Sacramento e da parte da tarde a procissão com a Banda de Arnoso.

Cartaz completo:

Porto: Turista de 20 anos esfaqueado em assalto realizado por três homens na baixa

Um turista de 20 anos, cuja nacionalidade não foi divulgada, foi esfaqueado na manhã desta quinta-feira na Baixa do Porto.

O crime aconteceu cerca das 07h55, no Largo dos Loios. O assalto foi levado a cabo por três homens que foram detidos pelos agentes da PSP.

A vítima foi ferida nas costas e no abdómen, acabou transportada para o Hospital de Santo António.

Fonte: JN

Joane: Pres. da Junta denuncia falta de civismo da população junto aos ecopontos

O Presidente da Junta de Joane recorreu às redes sociais para reportar mais um episódio de falta de civismo relacionado com o lixo.

Segundo António Oliveira, é recorrente o uso do espaço em redor aos ecopontos para depositar lixo não doméstico e, por isso, incompatível para a recolha pela empresa responsável pelo tratamento dos resíduos.

O autarca utilizou uma imagem recolhida junto ao ecoponto da zona da ilha para ilustrar o problema.

António Oliveira apela, uma vez mais, para o uso adequado dos ecopontos.