Balasar prepara Festa em honra da Beata Alexandrina

No próximo domingo e segunda-feira, Balasar vai celebrar o décimo oitavo aniversário da beatificação de Alexandrina Maria da Costa.

“Como Alexandrina, viver o Mistério da Santíssima Trindade presente na Eucaristia”, é o tema para a celebração. No domingo, dia 24, às 14h00, será inaugurada a exposição “Milagres eucarísticos no Mundo”, de Carlo Acutis e que apresenta uma seleção dos principais milagres que aconteceram durante vários séculos em diferentes países e reconhecidos pela Igreja, com fotografias e descrições históricas. Na inauguração da exposição, Alexandre Duarte Freire irá proferir uma conferência sobre “Os santos Místicos e a Eucaristia”. Durante o dia haverá sacerdotes para atender de Confissão.

Alexandrina Maria Costa, conhecida por ‘Santinha de Balasar’, faleceu a 13 de outubro de 1955, depois de remetida ao leito, desde os 21 anos, por mielite na coluna dorsal. Nascida a 30 de março, decorria o ano de 1904, a beata Alexandrina foi alvo de romagem de muitos devotos ainda durante a sua vida, a uma pequena casa perto do local onde atualmente se ergue o santuário em seu nome, nesta freguesia da Póvoa de Varzim.

O programa completo:

Dia 24 – Os Santos e a Eucaristia

16h00: Exposição: Milagres Eucarísticos

Conferência: os Santos Místicos e a Eucaristia, por Alexandre Duarte Freire

Local: Jardim da casa da Beata Alexandrina

21h00: Celebrar o Mistério da Santíssima Trindade

Adoração Eucarística e meditação

Encenação: Louvor a Alexandrina, pelo Grupo de Jovens de Balasar

Dia 25Alexandrina e o Mistério da Santíssima Trindade

08h00: Acolhimento ao Peregrino

09h00: Oração de Laudes e Meditação

10h30: Missa dos doentes

Preside D. José Cordeiro, Arcebispo Primaz

15h00: Viver o mistério da Santíssima Trindade

Adoração e meditação

16h00: Oração de Vésperas

17h00: Santa Missa

Consagração a Nossa Senhora

Fim da Peregrinação

Conferencista: Padre Dário Pedroso

Animação musical: Grupo Coral da Paróquia de Balasar

Nova rede de transportes com 152 autocarros e mais de 1100 ligações diárias

A AVE Mobilidade disponibiliza, desde o primeiro dia deste mês, transportes públicos de passageiros ao serviço de Vila Nova de Famalicão, Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Mondim de Basto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho e Vizela. São 152 autocarros para mais de 1100 ligações diárias.

A nova oferta representa uma aposta da Comunidade Intermunicipal do Ave na melhoria da mobilidade na região, caraterizando-se pela eficiência e modernidade. Toda a rede estará disponível na web e nas plataformas especializadas em mobilidade e no próprio site da Autoridade de Transportes da CIM do Ave.

O presidente desta Autoridade de Transportes, Domingos Bragança, afirma que «a nova concessão de transporte público rodoviário de passageiros no território da Comunidade Intermunicipal do Ave constitui um marco na promoção da sua coesão territorial e social. “Ligamos pessoas e lugares”, o que nos deixa muito satisfeitos e, sobretudo, nos responsabiliza por uma oferta de transporte público compatível com aquelas que são exigências atuais».

Sérgio Soares, CEO da Transdev Portugal (detentora do contrato) nota que «uma política de transporte público rodoviário que vise responder às verdadeiras necessidades das populações tem de passar por dar mais oferta de transporte às pessoas. Só com uma elevada densidade de circulações é que os transportes públicos podem cumprir todo o seu potencial em matéria de transição energética, descarbonização da economia e afirmar-se como verdadeira alternativa ao transporte individual. É esta a visão partilhada pela Autoridade de Transporte desta região, que fez um esforço assinalável para melhorar a sua rede de oferta rodoviária».

A nova operação AVE Mobilidade implica mais de 200 postos de trabalho e proporciona viagens a 1, 2 e 3 euros aos passageiros que viajem entre 17 e 31 de dezembro. Esta campanha promocional aplica-se aos bilhetes adquiridos a bordo e o valor é calculado pela origem e destino; as viagens com origem e destino no mesmo município terão um valor de 1€; as viagens com origem e destino nos diferentes municípios da CIM do Ave terão um valor de 2€; e as viagens com origem ou destino fora dos municípios da CIM do Ave terão um valor de 3€.

Camião tomba na nacional 206

Ao princípio da tarde desta quarta-feira, um veículo pesado tombou na Estrada Nacional 206, Famalicão-Guimarães, na zona de Ronfe,

O acidente aconteceu nas curvas da Somelos, desconhecendo-se as circunstâncias do mesmo e se há feridos.

A circulação na via encontra-se condicionada.

Foto: Luís Silva

CD Trofense elege novos órgãos sociais

A Comissão Administrativa do Clube Desportivo Trofense convoca os sócios para uma Assembleia Geral Ordinária, que terá lugar esta quarta-feira, 7 de dezembro, pelas 20:30h, na Junta de Freguesia de Bougado (São Martinho e Santiago), polo de S. Martinho.

Da ordem de trabalhos consta a eleição dos órgãos sociais para o biénio 2022/2024, ato que decorre até às 22 horas; segue-se a tomada de posse e, por último, a discussão de outros assuntos de interesse para o clube.

Só será permitida a participação de sócios do clube com as quotas em dia (inclusive a quota de dezembro de 2022); só poderão votar os sócios de idade igual ou superior a 15 anos e que tenham completado, pelo menos, três meses de associado.

Os Meninos Cantores da Trofa apresentam «Cantata de Pedra»

Depois do sucesso na Fundação José Saramago – Casa dos Bicos, em Lisboa e na Antiga Estação, na Alameda da Estação, chegou a vez da Casa da Cultura receber a interpretação dos Meninos Cantores do Município da Trofa, da «Cantata de Pedra», a partir do livro “José, Será Mago?”, com texto e música de Mário João Alves. O espetáculo decorre este domingo, às 11 horas.

O coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa, fundado a 1 de outubro de 1999, foi o primeiro projeto avançado pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. O coro é formado por cerca de 40 elementos e é dirigido desde a sua fundação pela maestrina Antónia Maria Serra.

«Falar nos Meninos Cantores do Município da Trofa é falar, inevitavelmente, em magia. As atuações dos nossos meninos são um orgulho não só para a autarquia, não só para o concelho, mas para o nosso país. O resultado de qualquer atuação é sempre algo brilhante», refere Renato Pinto Ribeiro, vereador da Cultura da Câmara Municipal da Trofa.

Câmara da Trofa desafia: “Neste Natal seja tradicional, compre local”

Para promover os estabelecimentos comerciais da Trofa, a Câmara Municipal local lança a campanha “Neste Natal, seja tradicional! Compre Local.”

A iniciativa, integrada no Mercado de Natal, tem por objetivo fomentar, promover e dinamizar o comércio do concelho e fidelizar o público, estimulando hábitos de consumo locais.

Aberta a todos os estabelecimentos comerciais, a Câmara Municipal da Trofa oferece sacos alusivos à época natalícia para promoção do comércio local.

Os interessados podem levantar os sacos de Natal, a partir do dia 5 de dezembro, na Antiga Estação da Trofa, nos Paços do Concelho, no Polo do Coronado da Câmara Municipal da Trofa (segunda a sexta-feira das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00) e na Casa da Cultura da Trofa (segunda a sexta-feira das 9h00 às 17h00 e aos sábados das 13h00 às 18h00).

Mais informações no site Institucional da Câmara Municipal da Trofa.

 

Dia Internacional do Voluntariado assinalado na Trofa

A Câmara Municipal da Trofa comemora o Dia Internacional do Voluntário, no dia 5 de dezembro, com uma homenagem a todos os cidadãos que se dedicam à prática do voluntariado no Concelho.

A sessão, intitulada “Sentimentos de um Voluntário”, tem lugar no Auditório Fórum Trofa XXI, pelas 15h00. A primeira parte desta sessão comemorativa será dedicada ao debate e reflexão sobre a temática do voluntariado, nomeadamente, a sua importância para o desenvolvimento local e no seio das diferentes instituições.

«Pela sua dedicação e pelos seus esforços incessantes, todos os voluntários merecem o nosso profundo agradecimento e reconhecimento. Os voluntários são um apoio importante do nosso trabalho, substituindo-se, muitas vezes, às próprias responsabilidades do Estado, e materializando o contributo ativo da comunidade. Sem eles, seriam impossíveis muitas atividades de emergência social e de proteção da dignidade humana», realça Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal da Trofa.

De recordar que a Câmara Municipal da Trofa tem um Banco Local de Voluntariado aberto à participação de todos os interessados. Mais informações em https://mun-trofa.pt/menu/477/banco-local-de-voluntariado-da-trofa.