Bombeiros alertados para incêndio em loja na Praça D Maria II

Os bombeiros foram acionados, na noite desta sexta feira, uma um incêndio na loja Vila Nova, na Praça D.Maria II, em Famalicão.

No momento do alerta a loja já se encontrava encerrada.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Jéssica tem 23 anos, está desaparecida e com o telemóvel desligado

Jéssica Salazar (na imagem) está desaparecida desde a noite deste sábado. A jovem, de 23 anos, residente na Urbanização das Lameiras, terá estado até cerca das 23h50 em casa de uma prima, tendo desaparecido quando estaria de regresso a casa.

A família, contactada pela Cidade Hoje, diz estar muito preocupada uma vez que a jovem está com o telemóvel desligado e sem acesso à sua medicação.

Jéssica, na última vez em que foi vista, estava de vestido preto e descalça.

Se avistou a jovem da imagem ou tem informações sobre o seu paradeiro, entre em contacto de imediato com as autoridades locais.

Bombeiros Famalicenses acionados para explosão na Póvoa de Varzim com ferido grave

Duas pessoas ficaram feridas, uma delas com gravidade, na sequência da explosão de uma panela de pressão, numa moradia, na Póvoa de Varzim.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, tudo terá acontecido pouco depois das 13h00, numa casa localizada na Rua Leopoldino Vasconcelos.

No socorro às vítimas estiveram envolvidos meios dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim e Famalicenses, apoiados pela VMER do Hospital Pedro Hispano.

A pessoa que sofreu ferimentos graves foi transportada de urgência pelos bombeiros locais para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, enquanto que a outra vítima foi levada para o hospital da Póvoa de Varzim pela corporação de Vila Nova de Famalicão.

 

Famalicão: Ciclista ferido em despiste na N206

Um ciclista ficou ferido, na manhã deste domingo, na sequência do despiste da bicicleta onde seguia, em plena N206.

O acidente aconteceu na Avenida João XXI, na freguesia de Vermoim, tendo sido acionada para o local uma equipa dos Bombeiros Voluntários Famalicenses e a GNR.

A vítima, depois de socorrida no local, foi transportada para o hospital de Famalicão com ferimentos ligeiros.

Famalicão: Bombeiros acionados para incêndio em apartamento no centro da cidade

Os Bombeiros Voluntários Famalicenses foram acionados, ao início da tarde desta sexta-feira, para um incêndio num apartamento localizado na Rua Ana Plácido, no centro de Famalicão.

À Cidade Hoje fonte do socorro afirmou que o foco de incêndio concentrou-se na zona da cozinha do apartamento, tendo a situação ficado rapidamente resolvida.

Não há registo de feridos, apenas danos materiais.

Famalicão: Mulher atropelada junto à feira semanal

Uma mulher foi atropelada, na tarde desta quarta-feira, nas proximidades do recinto da feira semanal de Famalicão.

O atropelamento ocorreu cerca das 12h10 e para o socorro foram acionados os B.V.Famalicão.

A vítima, com ferimentos considerados ligeiros, foi transportada para o hospital local.

A PSP tomou conta da ocorrência.

Famalicão: Pena suspensa para homem que obrigou companheira a atos sexuais e ameaçou explodir casa

O Tribunal de Guimarães condenou um homem a quatro anos de prisão, com pena suspensa, por submeter a companheira a um clima de terror em Delães, Vila Nova de Famalicão. Segundo o acórdão de 14 de junho, o arguido obrigou a vítima a atos sexuais em pelo menos três ocasiões e foi condenado por um crime de violência doméstica e três crimes de coação sexual agravada.

Desde 2016, o arguido, sob efeito de álcool, discutia frequentemente com a companheira, agravando-se a situação a partir de 2019 com ameaças de morte e de explodir a casa. A vítima viveu em constante medo, sujeita às ameaças e violências do companheiro.

O tribunal considerou a ilicitude dos crimes como moderada e destacou a ausência de agressões físicas comprovadas. Apesar do comportamento do arguido, que se mostrou arrependido e aceitou tratamento para o consumo de álcool, a pena foi suspensa. O homem foi proibido de se aproximar da companheira durante dois anos e obrigado a pagar-lhe 3.500 euros.

Paralelamente, foi condenado por dois crimes de ameaça agravada e um crime de ofensa à integridade física simples contra a filha e a neta da companheira, resultando numa multa de 1.320 euros.