Cinco dias para celebrar os 24 anos do concelho da Trofa

Depois da inauguração, a 5 de novembro, os Paços do Concelho, a Trofa volta a vestir o seu fato de gala para assinalar os 24 anos da passagem a Concelho. O programa de comemorativo começa já esta terça-feira, a iniciativa os “Autarcas vão à Escola”, que leva o executivo municipal aos estabelecimentos de ensino. De manhã, esta ação decorre pelas 10h30, na Escola Básica de Feira Nova, Agrupamento de Escolas de Coronado e Castro e, de tarde, às 14h30, na Escola Básica de Lagoa, Agrupamento de Escolas da Trofa.

O primeiro dia termina com a habitual cerimónia de reconhecimento e entrega de Prémios de Mérito Escolar 2021/2022, no auditório do Fórum Trofa XXI, pelas 18h00.

Na quarta-feira, as atenções centram-se no concerto dos Meninos Cantores do Município da Trofa, no edifício da antiga estação, pelas 21h00. O concerto “José, Será Mago?” foi desenvolvido para a comemoração do centenário de nascimento do escritor José Saramago. A concha acústica dos Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro, recebe na sexta-feira, o espetáculo “INcorporARTE”, a partir das 21h00, num concerto da Orquestra Urbana da Trofa.

No sábado, 19 de novembro, Dia de Aniversário do Município e Feriado Municipal, terá lugar nos Paços do Concelho, pelas 10h00, a cerimónia de abertura oficial das comemorações do feriado municipal, com o Hino entoado pela Escola de Música e Artes da Trofa e pelo Coro Feminino da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa. Pelas 11h30, há missa solene de aniversário do Concelho na igreja paroquial de Santiago do Bougado. A tarde terá como destaque a sessão solene do 24º aniversário, no Auditório do Fórum Trofa XXI, pelas 15h00, integrando a homenagem e reconhecimento com Galardão Municipal Mário Mourão, Secretário-Geral da UGT.

Ao final do dia, a tradicional vitela assada chega à Alameda da Estação animada pelo Grupo Musical Sons e Cantares D’Outrora, a partir das 18h00. O feriado municipal encerra com a ligação da Iluminação de Natal.

O domingo, dia 20, começa com o Passeio de Bicicletas Antigas com partida e chegada dos Parques de Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro. A partir das 15h00, e até ao final do dia, todo os que se deslocarem à Alameda da Estação podem usufruir de passeios de charrete. No mesmo local, pelas 15h30, terá início o XXII Festival de Folclore e Feira Rural.

Ainda no domingo, o auditório do Fórum Trofa XXI, recebe, às 17h30, a cerimónia de entrega de prémios do Concurso Lusófono da Trofa. A iniciativa contará com um momento de animação protagonizado pela Escola de Samba da Trofa Diamante-Coreto D’Alameda.

Ainda no âmbito das comemorações do 24º aniversário, está a decorrer até 20 de novembro, a exposição itinerante Dino World Tour, junto ao Minipreço da Trofa. A exposição está aberta ao público às sextas-feiras, das 14h00 às 19h00 e aos sábados e domingos, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 19h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Dia Internacional do Voluntariado assinalado na Trofa

A Câmara Municipal da Trofa comemora o Dia Internacional do Voluntário, no dia 5 de dezembro, com uma homenagem a todos os cidadãos que se dedicam à prática do voluntariado no Concelho.

A sessão, intitulada “Sentimentos de um Voluntário”, tem lugar no Auditório Fórum Trofa XXI, pelas 15h00. A primeira parte desta sessão comemorativa será dedicada ao debate e reflexão sobre a temática do voluntariado, nomeadamente, a sua importância para o desenvolvimento local e no seio das diferentes instituições.

«Pela sua dedicação e pelos seus esforços incessantes, todos os voluntários merecem o nosso profundo agradecimento e reconhecimento. Os voluntários são um apoio importante do nosso trabalho, substituindo-se, muitas vezes, às próprias responsabilidades do Estado, e materializando o contributo ativo da comunidade. Sem eles, seriam impossíveis muitas atividades de emergência social e de proteção da dignidade humana», realça Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal da Trofa.

De recordar que a Câmara Municipal da Trofa tem um Banco Local de Voluntariado aberto à participação de todos os interessados. Mais informações em https://mun-trofa.pt/menu/477/banco-local-de-voluntariado-da-trofa.

 

 

Trofa com verdadeiro espírito natalício

Entre 1 e 23 de dezembro, o centro da Trofa é um verdadeiro Mercado de Natal, com divertimentos gratuitos, desde comboio de natal, mega rampa de gelo, pista de bumpers cars, casa do Pai Natal, presépios gigante, mega parada de Natal, animação de rua, ateliers, gospel, concertos, street food, feira do livro, mercadinho.

A Alameda da Estação e Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro serão os locais onde a animação natalícia, de acesso gratuito, será constante.

A programação será variada com o objetivo de juntar a comunidade trofense no espírito natalício, perdido nos últimos dois anos devido à pandemia.

A inauguração do Mercado de Natal está programada para as 15 horas do dia 1 de dezembro com uma mega parada de Natal a percorrer o centro da cidade.

Mas há dias que a iluminação natalícia dá brilho às ruas da cidade, num convite ao Natal. A novidade deste ano foi a colocação de uma Árvore de Natal gigante com 16 metros de altura na Praça dos Paços do Concelho da Trofa.

A Árvore de Natal é um dos “photopoints” de Natal, onde todos os trofenses e todos aqueles que visitam a cidade podem tirar fotos e partilhar nas redes sociais.

Horário da feira do livro

Segunda a Quinta-Feira – 09h30 – 12h30 | 13h30 – 21h00

Sexta a Domingo – 09h30 -12h30 | 13h30 – 23h00

Horário do mercado

Sexta-Feira – 20h00- 23h00

Sábados, Domingos e Feriados – 15h00-23h00

Horário para a presença do Pai Natal

Sábados e Domingos – 16h00 – 18h00

 

 

 

Famalicão: Começou a Taça Intermunicipal MKA e traz novidades

A presente edição da Taça Intermunicipal MKA, que já arrancou, regressa ao formato inicial com equipas dos municípios de Famalicão e da Trofa (dada a ausência de competições de futsal em Santo Tirso), envolvendo três escalões: Seniores Masculinos e Seniores Femininos e Veteranos Masculinos.

Na edição 22-23 marcam presença 8 equipas de cada escalão, sendo 4 de cada município. As equipas foram divididas em duas séries, sendo os jogos a realizar a duas mãos, uma das novidades no formato organizativo. Os primeiros classificados de cada série defrontam-se numa finalíssima, marcada para o dia 3 de junho de 2023.

Em seniores masculinos participam a Outeirense, Aderm, S. Martinho e Acura, de Famalicão. Já oriundas da Trofa, estão Casa do FCP da Trofa, Paradela, Covelas e Guidões.
Em veteranos, voltam a competir nesta edição o Covense, o Grac, o S. Mateus e o Cajada, do lado famalicense; enquanto as equipas apuradas da Trofa são o Team Lantemil, S. Romão, AB92 e Alvarelhos.

A competição feminina será disputada por 10 equipas: Coronado, Inter-Milheirós, Alvarelhos, Rebordões, Vermoim, Malta, Fornelo, CD José Lopes, Maganha e Guidões.
A 1.ª jornada começou na sexta-feira, dia 18, no escalão de veteranos masculinos, enquanto os seniores masculinos jogam a 1.ª jornada apenas no próximo sábado. Por definir estão ainda as datas dos seniores femininos, escalão que contempla apenas equipas que militam na Trofa.

Os resultados da 1.ª jornada dos veteranos: série A: Covense 3 vs 3 Grac; Team Lantemil vs S. Romão (adiado); série B: Cajada 6 vs 2 Alvarelhos; S. Mateus 0 vs 6 AB92.

A segunda jornada tem lugar a 20 de janeiro.
Já os seniores masculinos entram em campo este sábado (dia 26 de novembro) com as seguintes partidas: Série A – Aderm vs Outeirense; Casa FC Porto vs Acura; Série B – Covelas vs Guidões; S. Martinho vs Paradela.

Na apresentação desta edição, realizada em Famalicão, o vereador do Desporto na Câmara de Famalicão, Pedro Oliveira, considerou esta competição extra-concelhia como um projeto consolidado que valoriza o desporto de Famalicão e da Trofa.

«Quer a AFSA quer a AFPT sentiram-se com vontade de abraçar este projeto conjunto e em boa hora o fizeram, porque o que acaba por acontecer é que aquela paixão e emoção que acontecem nos jogos do concelhio, quer em Famalicão, como na Trofa, vão ser transportadas para uma dimensão supra-concelhia, permitindo às equipas vivenciarem novas experiências e diferentes competições», referiu o vereador.

O autarca garante que da parte do município de Famalicão haverá sempre apoio às competições concelhias, deixando um agradecimento aos responsáveis pelo projeto «pelo contributo inestimável que dão ao desenvolvimento e à promoção do nosso território. Desejo que seja uma excelente Taça Intermunicipal e que no fim acabe por vencer o melhor», almeja.

Márcio Sousa, presidente da AFSA-Associação de Futebol Salão Amador de Famalicão, destacou o importante apoio da empresa famalicense MKA que empresta o seu nome à competição e mostrou-se satisfeito com a experiência realizada nas últimas duas edições. «O que está por detrás, apesar de ainda ser curto, demonstra que esta foi uma boa aposta», frisou o dirigente, agradecendo a disponibilidade do concelhio da Trofa. Por fim, Márcio Sousa explicou que, «infelizmente», o campeão concelhio (de seniores e de veteranos masculinos – AD Pedome) não marca presença nesta competição em virtude dos maus comportamentos dos seus adeptos e que levou o Município da Trofa a não permitir o acesso dos mesmos aos seus pavilhões.
A presidente da AFPT-Associação Futebol Popular da Trofa, Madalena Azevedo, estendeu os agradecimentos à empresa MKA e corroborou das palavras do seu homólogo famalicense. «Sabíamos que este era um projeto com pernas para andar e com sucesso garantido e o tempo tem-nos dado razão. Por isso contem connosco para lhe dar continuidade», frisando que a instituição foi forçada da «vedar a presença da AD Pedome durante algum tempo, na medida em que os pavilhões que usamos são propriedade do município».

IPCA vai ter residência para estudantes

O IPCA vai ter a primeira residência para estudantes. Já foi feita a escritura pública de um edifício para o efeito. Um sonho concretizado ao final de 26 anos, que trará condições de habitação a preços compatíveis com as condições económicas dos estudantes. É também a possibilidade para o IPCA atrair estudantes de localidades mais distantes e de mais estrangeiros.

A futura residência fica localizada na Rua do Aldão, em Vila Frescaínha S. Martinho, a 200 metros do Campus, em Barcelos.

A aquisição deste edifício foi possível com verbas do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), no seguimento da candidatura apresentada no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), tendo sido atribuído cerca de 2.024,00 milhões de euros. A verba destina-se à aquisição do edifício, adaptação e ampliação para responder às exigências de instalação e funcionamento da residência de estudantes. Esta residência terá capacidade para 62 camas a disponibilizar em setembro de 2023.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, no final da escritura, salientou a importância do edifício para o reforço da afirmação na área social e na melhoria das condições de acesso e frequência da comunidade estudantil, contribuindo para a efetiva igualdade de oportunidades e respondendo mais eficazmente às necessidades e expectativas dos estudantes e das suas famílias.

 

 

De bicicleta chega mais depressa de Braga a Guimarães do que de comboio

Qual o meio de transporte mais rápido entre Braga e Guimarães: o comboio ou a bicicleta? A direção da Organização Regional de Braga do PCP fez o teste, para servir de argumento no debate da especialidade do Orçamento de Estado para 2023.

O objetivo do PCP é mostrar o quanto é importante a ligação direta por comboio entre Braga e Guimarães.

O trajeto de bicicleta foi feito por João Oliveira; enquanto a delegação do PCP apanhou o comboio em Braga pelas 11h34m, fazendo transbordo para Guimarães em Lousado. A chegada a Guimarães foi às 13h52. A viagem demorou 2h18 minutos. O “ciclista” partiu também da Estação Ferroviária de Braga às 11h34, fez o percurso pela estrada nacional, tendo chegado à Estação de Guimarães às 12h49. A viagem demorou 1h15 minutos, menos 1h03 minutos.

Os comunistas quiseram provar que a falta de ligação direta entre Braga e Guimarães dificulta o uso do comboio. «Este facto constitui um incompreensível absurdo ferroviário e demonstra a falta de planeamento estratégico para o transporte ferroviário na região de Braga», alertam os comunistas. «Note-se que aquando da modernização recente nas duas linhas que servem Braga e Guimarães, nem tampouco se acautelou a localização das duas estações de modo a facilitar um futuro fecho da malha», acrescentam.

Os eleitos do PCP deixam um desafio: «a votação da proposta do PCP será também um momento de clarificação do compromisso com o desenvolvimento regional dos deputados do PS, PSD, CHEGA e IL eleitos pelo distrito de Braga».

Na iniciativa participaram, entre outros eleitos e dirigentes do PCP, Bárbara Barros, vereadora da Câmara de Braga, e Torcato Ribeiro, membro da Assembleia Municipal de Guimarães.

Na opinião destes militantes do PCP, são necessárias medidas do Governo que motivem o uso do comboio, para dinamizar a economia «numa zona do país com uma densidade populacional elevada, um povoamento difuso e uma malha industrial constituída por muitas pequenas e médias empresas dispersas».

 

Trofa: “Incorporart” junta diversos estilos culturais num só espetáculo

A Associação Sons do Estaminé, em parceria com a Câmara Municipal da Trofa, apresenta o espetáculo “INcorporART”, que junta diversos estilos culturais, procurando quebrar estereótipos e preconceitos quanto às diferentes possibilidades de apresentar a arte (na forma, local e objetivos).

O espetáculo, integrado nas comemorações do 24º aniversário do Município da Trofa, tem lugar esta sexta-feira, 18 de novembro, pelas 21h30, no salão polivalente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa.

“INcorporART” junta música, artes circenses, marchas populares, teatro, dança e movimento. É objetivo que os jovens e as crianças sejam parte ativa e central de todo o espetáculo.

Estas atividades serão desenvolvidas por instituições e escolas do concelho da Trofa. As artes circenses estarão a cargo da Associação Asas e dos alunos da Escola EB 2,3 de São Romão do Coronado. A Orquestra Urbana da Trofa será responsável pela música; a performance teatral será interpretada pelo TEAM – Teatro Experimental Amador do Muro; as danças e movimento serão apresentadas por Raúl Maia da APPACDM Trofa e a Associação Coretos da Alameda demonstrará as Marchas Populares.