Concerto Solidário: Augusto Canário, Maria Leal e amigos ajudam Bombeiros Voluntários de Viatodos

Em pleno Dia Internacional da Mulher, que se comemora no próximo domingo, dia 8 de março, os Bombeiros Voluntários de Viatodos organizam um concerto solidário.

Augusto Canário, Johny Abreu, Maria Leal, são alguns dos artistas que se juntaram aos soldados da paz, numa iniciativa onde toda a receita reverte para a aquisição de material de bombeiro.

Para além da música, a animação para as crianças está garantida com os insufláveis. Há espaço dedicado à gastronomia, com porco no espeto, e ainda uma exposição de produtos da região.

A abertura de portas está marcada para as 13h30.

Famalicão dá palco para aulas de teatro a alunos do 5.º ano

Depois da música e da dança, o teatro passa, também, a fazer do ensino artístico. Atualmente, são 21 os alunos de duas turmas do 5.º ano que vão frequentar, neste ano letivo, o ensino artístico especializado das artes de palco, em regime articulado, numa parceria entre a Câmara Municipal, a ACE- Escola de Artes e os agrupamentos de escola de Pedome e Ribeirão.

Atualmente, o ensino articulado em Famalicão abrange perto de meio milhar de alunos, com a Câmara Municipal a investir uma verba que ultrapassa os 100 mil euros. E sobre o valor afeto ao ensino articulado, o presidente da Câmara Municipal lamenta que o estado português não disponibilize os meios financeiros necessários «para que seja efetivo e para que todos os alunos possam fazer a sua escolha. Vou fazer todas as diligências para que o ensino articulado do Teatro e da Dança também sejam convenientemente apoiados e financiados por parte da tutela»

A apresentação do Curso Básico de Teatro decorreu, na tarde desta terça-feira, na Escola Básica de Pedome. Na ocasião, o presidente da autarquia enalteceu o «enorme contributo» do ensino artístico no enriquecimento do projeto educativo. «Temos alunos mais motivados e a adquirir novas competências através de outras formas de aprendizagem e saber», anotou Mário Passos.

A coordenadora do curso da ACE, Sílvia Correia, fala numa mudança de paradigma que «os pais aceitam e percebem as mais valias que é o seu filho, ao longo de 5 anos, do 5. ao 9.º anos, poder frequentar disciplinas que vão dar conhecimentos técnicos e artísticos, mas também consolidar matérias e tornar mais coeso o currículo».

O Curso Básico de Teatro ocupa atualmente 6 horas da carga horária semanal dos alunos, com as disciplinas de interpretação, improvisação e movimento e técnica vocal.

A promoção do ensino artístico e do ensino articulado continua a ser uma das apostas da Câmara Municipal de Famalicão e aos cursos de Música, promovidos pelo CCM- Centro de Cultura Musical e pela ArtEduca, a autarquia acrescentou ainda o ensino da Dança, em parceria com a Andança, iniciando agora o ensino articulado do Teatro em duas turmas dos agrupamentos de escola de Pedome e Ribeirão.

Famalicão celebra o Dia Mundial da Música

O Dia Mundial da Música é assinalado em Vila Nova de Famalicão, nos dias 1 e 2 de outubro, com três espetáculos, na Casa das Artes e no Teatro Narciso Ferreira (TNF).

As comemorações abrem no sábado, dia 1 de outubro, às 21h30, no grande auditório da Casa das Artes de Famalicão, com a miniópera Domitila, num ato, de João Guilherme Ripper (música e libreto), baseada nas cartas de D. Pedro I e da Marquesa de Santos.

Durante, cerca de uma hora, a soprano Sara Braga Simões, acompanha por Ricardo Alves (clarinete), Burak Ozkan (violoncelo) e Christina Margotto (piano), vai dar corpo à encenação concebida por Pedro Ribeiro. Produção Mestres Viajantes e coprodução Casa das Artes.

No mesmo dia 1 de outubro, às 21h30, no TNF, em Riba de Ave, é apresentado o Duo Arsis, um dueto de guitarras fundado em dezembro de 2016, composto por Nuno Jesus (Portalegre) e João Robim (Famalicão), que começou na Universidade de Évora. Do programa consta a interpretação de peças de T. Hamasyan, J. S. Bach, T. Quintas; C. Debussy, M. Castelnuovo-Tedesco e F. Chopin.

Entrada neste espetáculo é livre até à lotação da sala, com levantamento prévio de bilhete, na bilheteira do TNF, uma hora e meia antes do início do espetáculo.

No dia 2, domingo, às 11h30, as comemorações prosseguem na Casa das Artes com concertos para as Famílias 2022, no 5.º Ciclo de Concertos Promenade. O espetáculo incide sobre a temática: A Dança na Música Portuguesa, com a ARTEAM – Escola Profissional Artística do Alto Minho (Viana do Castelo).

Os Concertos para as Famílias 2022, adotam o formato dos Concertos Promenade, de maio a dezembro, aos domingos de manhã, em que a grande música, tocada pelas Orquestras das Escolas Profissionais, e explicada com interação multimédia, é usufruída por todas as idades num ambiente descontraído e de grande qualidade artística.

Famalicão: AM Lameiras lança concurso de fotografia que assinala o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza

O Gabinete Social das Lameiras acaba de lançar o concurso de fotografia “Um Olhar, sobre o Mundo”, para assinalar o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza.

O concurso é aberto à participação da comunidade em geral, a todos os utilizadores dos serviços, colaboradores, parceiros e prestadores de serviços, de todas as idades.

A iniciativa tem como principal objetivo sensibilizar a comunidade para questões que implicam a pobreza e exclusão social, promovendo um apelo à compreensão dos fenómenos provocados pela pobreza e exclusão social, como sendo violações dos direitos humanos e assinalar a data com um elemento simbólico.

Os interessados podem consultar o site da instituição ou dirigir-se ao Centro Social da AML para obter mais informações. A data limite de inscrição é 10 de outubro e a entrega dos trabalhos deve ser feita entre os dias 11 e 14 de outubro.

Famalicão: Já há programa para mais um Festival Teatro Construção

A ATC já tem definido o programa do trigésimo quinto Festival Teatro Construção. De 8 a 30 de outubro, o Centro Cultural de Joane vai receber vários espetáculos, sendo que a abertura, às 21h30 é pelo Chapitô (Lisboa), com “Antígona 3 por 3.5”. No dia seguinte, às 17h30, pela portuense Historioscópios pode ver “A Caixa dos Nove Lados”.

Depois, e até 30 de outubro, o programa é o seguinte:

15 de outubro, 21.30, Curiosidade dos Anjos – Bruxa Teatro (Évora)

16 de outubro, 17.30h, Mãos de Sal – Mandrágora (Espinho)

22 de outubro, 21.30, Primavera – Fértil Cultural (Vila Nova de Famalicão)

23 de outubro, 17.30h, Germinação – Teatro de Montemuro (Castro Daire)

29 de outubro, 21.30, A Visita – Teatro Invisível (Lisboa)

30 de outubro, 17.30h, Lobo Mau – Red Cloud (Aveiro)

O festival também contempla oficinas. No dia 9 de outubro, às 10 horas, Histórias de pais e filhos; na tarde, 15 horas, do dia 19, Dramatização de histórias infantis para profissionais; e, por último, às 10 horas do dia 23 de outubro, há uma oficina Do Pé pra Mão.

 

Famalicão: Rosinha canta em Seide S. Miguel na noite deste sábado

Estão a decorrer, desde esta sexta-feira, as festas em honra de S. Miguel que têm como cabeça de cartaz Rosinha, que dá concerto na noite deste sábado, às 22h30.

As festividades em S. Miguel de Seide começam hoje com a atuação de Liliana Oliveira, às 21h30, e o DJ Assis Martim, às 23 horas. No sábado, às 14 horas, entrada da fanfarra dos escuteiros de Seide e, às 20 horas, decorre uma cerimónia religiosa, seguida de procissão de velas. A noite será, ainda, preenchida, com o espetáculo de Rosinha, terminando com uma sessão de fogo de artifício.

No domingo, dia 25, às 11 horas, celebra-se a missa solene; às 14 horas, decorrem mais cerimónias religiosas, incluindo uma procissão eucarística. Às 17 horas, atuam os 4 Mens. No dia 29, às 19 horas, celebra-se missa em honra de S. Miguel.

Festival de Cinema de Famalicão presta homenagem a Soraia Chaves

O Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão presta homenagem à atriz Soraia Chaves, na sessão de encerramento que decorre no dia 26 de novembro.

Recorde-se que o Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão realiza-se de 21 a 26 de novembro, na Casa da Juventude, no Centro de Estudos Camilianos e na Fundação Castro Alves, em Vila Nova de Famalicão.

«Importa celebrar os nossos maiores talentos. Soraia Chaves é um exemplo feliz de um caso de evolução e consistência. Mais importante, uma atriz em plena atividade, algo que se torna importante realçar. Ao longo destes anos, este festival mantém a coerência de prestar tributo aos atores que estão em atividade e servem como exemplo para os mais novos», destaca o comissário do festival, Rui Pedro Tendinha.

A estreia da atriz na sétima arte aconteceu em 2005, com o papel da protagonista Amélia no filme «O Crime do Padre Amaro», de Carlos Coelho da Silva. A sua interpretação no filme, que foi um sucesso em Portugal, dando-lhe fama imediata e captando a atenção nacional. Seguiram-se mais de 13 longas-metragens, entre elas, «Call Girl» (2007), que lhe valeu o Prémio de Melhor Atriz nos Globos de Ouro de 2007, e «A Bela e o Paparazzo» (2010) de António-Pedro Vasconcelos, que se revelaram dois sucessos de bilheteira. Mais recentemente, fez parte do elenco de «Linhas de Sangue» (2018), de Manuel Pureza e Sérgio Graciano.

Soraia Chaves tem integrado também o elenco de vários projetos televisivos, como «A Vida Privada de Salazar» (2009), com o qual recebeu o Globo de Ouro para Melhor Atriz em 2009, «3 Mulheres» (2018-2022) onde interpretou o papel da escritora Natália Correia ou «A Generala» (2020), série que protagonizou assumindo a personagem de Maria Luísa Paiva Monteiro, uma mulher que decide desafiar todas as regras, afrontando a sociedade patriarcal nas décadas de 60 a 90, e a luta pela liberdade e pelos direitos e privilégios que, à data, estavam reservados quase exclusivamente aos homens.

Ao longo dos últimos anos, o festival Ymotion, que já carimbou Vila Nova de Famalicão como a Capital do Cinema Jovem Português, mantém a sua aposta na valorização do ator no panorama cinematográfico, celebrando os maiores talentos nacionais, prestando-lhes tributo e reconhecimento público pelo seu percurso profissional.

«Para além de estarmos a dar palco a jovens talentos nacionais, através da competição de curtas-metragens e das inúmeras atividades em torno da temática junto das camadas mais jovens, desenvolvidas ao longo do ano, também é dado espaço para homenagear a carreira de grandes atores e atrizes nacionais, como valorização e promoção do talento», sublinha o presidente da Câmara Municipal, Mário Passos relativamente à importância do festival.

Recorde-se que está em curso o open call da competição de curtas-metragens do Ymotion 2022. As inscrições e candidaturas à competição da 8.ª edição do Festival de Cinema Jovem de Famalicão decorrem até 14 de outubro; um festival que inclui prémios pecuniários que vão até aos 2500 euros.