Covid-19: Suspensão da vacina da AstraZeneca não altera plano de abertura das escolas

O Ministro da Educação, Brandão Rodrigues, informa que a suspensão da vacina da AstraZeneca, que seria administrada a professores e pessoal não docente, não vai travar a abertura gradual das escolas.

Em declarações à RTP, o Ministro assegurou que as medidas de segurança vão continuar a ser praticadas. «Se tivermos testagem melhor, se tivermos vacinação melhor. Mas todos os processos e protocolos [de segurança sanitária] estão em vigor neste momento e não podemos baixar os braços», defendeu o ministro.

Para já, avançam as campanhas de testagem nas escolas em concelhos com mais de 120 casos por 100 mil habitantes. Duas semanas depois haverá novo teste.

As creches e as escolas do 1.º ciclo retomaram atividade esta segunda-feira. A 5 de abril, abrem o 2.º e 3.º ciclos; o ensino secundário e superior a 19 de abril.

Ministério da Educação confirma: Escolas vão começar sem medidas Covid-19

O Ministério da Educação confirmou ao Jornal Público que o arranque do ano letivo vai acontecer sem medidas de combate à propagação do vírus da Covid-19.

Àquela publicação, o organismo do governo refere que “a abordagem aos casos de suspeita ou confirmação de infeção por SARS-CoV-2 é implementado através das medidas e ações constantes na Norma 004/2020” e que “não existem medidas específicas para as escolas”.

 

GNR com mais fiscalização esta semana nas estradas portuguesas

Em comunicado, a GNR explica que, com esta ação (‘Roadpol – Speed’), que decorre até dia 14, domingo, pretende igualmente sensibilizar a sociedade para a importância da adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores, tendo em vista a promoção da segurança rodoviária e a salvaguarda de vidas humanas.

A ‘RoadPol’ é uma organização que foi estabelecida pelas polícias de trânsito da Europa, com a finalidade de melhorar a segurança rodoviária e a aplicação da lei nas estradas.

“Estas operações, de âmbito europeu, têm como principal finalidade a criação de um ambiente rodoviário mais seguro através de uma intervenção simultânea sobre as principais causas de acidentes”, refere a GNR, sublinhando que se procura “influenciar positivamente” os condutores, levando-os a adotarem comportamentos que privilegiem uma condução segura, em detrimento de comportamentos de risco.

Em 2021, a GNR registou um total de 69.186 acidentes de viação, sendo que destes, pelo menos 3.564 tiveram como principal causa o excesso de velocidade.

Relativamente à fiscalização da velocidade, no ano passado foram registadas 142.721 infrações.

Famalicão: Sistema do Museu Bernardino Machado disparou alerta de incêndio que não se confirmou

Os Bombeiros Voluntários Famalicenses foram, na manhã deste domingo, alertados para uma possível situação de incêndio no Museu Bernardino Machado, no centro de Vila Nova de Famalicão.

O alerta terá chegado através do sistema de deteção de incêndio daquele espaço, avançam os soldados da paz.

Chegados ao local, e depois dos trabalhos de reconhecimento, não foi detetado nenhum foco de incêndio, pelo que a Rua Adriano Pinto Basto, no coração da cidade, foi reaberta e a ocorrência dada como concluída.

É de Famalicão jovem que morreu num trágico acidente de viação em Guimarães

É de Vila Nova de Famalicão o jovem que, esta madrugada, faleceu na sequência de um trágico acidente de viação, na vila de Brito, em Guimarães.

A vitima seguia numa viatura que, por razões desconhecidas, entrou em despiste e acabou por ser travada metros depois, na sequência de ter embatido contra um muro e um poste.

Deste sinistro resultaram ainda outros três feridos, considerados ligeiros.

No socorro estiveram Bombeiros de Guimarães e das Taipas, bem como a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Guimarães.

A GNR tomou conta da ocorrência.

Guimarães: Jovem de 25 anos morre em despiste de carro

Um jovem de 25 anos é a vítima mortal de um despiste automóvel, na EN310, em Brito, Guimarães, ocorrido cerca das 23h50 deste sábado.

A vitima seguia numa viatura que, por razões desconhecidas, entrou em despiste e acabou por ser travada metros depois, na sequência de ter embatido contra um muro e um poste.

Deste sinistro resultaram ainda outros dois feridos, considerados ligeiros.

No socorro estiveram Bombeiros de Guimarães e das Taipas, bem como a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Guimarães.

A GNR tomou conta da ocorrência.