D. Jorge defende mais investimento nos cuidados continuados

Na reflexão que fez após o rito do “Lava-Pés”, D. Jorge Ortiga lembrou, com base no alerta de diversas instituições, que o número de unidades de cuidados paliativos e continuados «é insuficiente» para acolher todos os doentes oncológicos ou em fase terminal. «O número de casos de cancro e de doença crónica tem aumentado, os pedidos de ajuda têm crescido e, infelizmente, as respostas sociais não dão uma resposta cabal a esta nova realidade», avisou.

Assim, o prelado defendeu que deve haver maior investimento neste setor, ainda que, «infelizmente se continue a assistir a opções ideológicas e economicistas que olham para pessoas como meros números». «Nenhum esforço, humano ou económico, é inútil neste setor. Pelo contrário, é uma necessidade imperiosa», realçou.

O prelado, que presidiu à celebração acompanhado pelo bispo auxiliar de Braga D. Nuno Almeida e pelos capitulares da Sé, lembrou também os idosos e as «fragilidades típicas desta idade às quais as instituições devem fazer um «esforço acrescido» para dar resposta. «Uma sociedade que se desresponsabiliza de tratar, com competência e ternura, os seus irmãos é uma sociedade desumana», afirmou.

Diante de uma assembleia numerosa que lotou a Sé Catedral de Braga, o Arcebispo de Braga exortou, assim, os cristãos a assumirem o compromisso de «humanizar» a “última hora” de quem se encontra em cuidados continuados ou paliativos. No dia do «mandato do amor» e da institução da Eucaristia, D. Jorge Ortiga quis, desta forma, prestar «homenagem e gratidão» a todos quantos cuidam dos idosos e
doentes terminais.

Fonte: Diário do Minho

Hóquei em patins: FAC fecha campeonato com vitória

Depois de ter garantido, na penúltima jornada, o regresso à 1.ª divisão, a equipa de Vítor Silva terminou a época com uma vitória, 6-8, em casa do CH Carvalhos, em partida disputada este sábado.

O FAC totalizou 68 pontos em 26 jornadas da zona norte do nacional da 2.ª divisão, em resultado de 22 vitórias e apenas 2 empates e outras tantas derrotas. Agora, segue-se a disputa do título nacional frente ao primeiro classificado da zona sul, o CRF Murches, equipa de Cascais.

Hóquei em patins: Riba d´Ave/Sifamir discute promoção à 1.ª divisão a 4 e 11 de junho

Fechada, este sábado, a zona norte do nacional da 2.ª divisão, o Riba d´Ave/Sifamir, segundo da prova, com 64 pontos, depois da vitória, 6-2, sobre o Infante de Sagres, vai disputar o play off de promoção com o Sport Alenquer e Benfica. Os jogos que vão determinar qual destas equipas sobre à divisão maior da modalidade decorrem nos dias 4 e 11 de junho.

Da última jornada da fase regular, a equipa de Raul Meca começou a perder, mas depois do empate de Miccoli não mais largou a frente do marcador. Anderson Nery fez o 2-1, seguindo-se novo golo de Miccoli. Os visitantes reduziram para 3-2, mas antes do intervalo Hugo Barata fez o quarto golo ribadavense. Na segunda parte, mais dois golos: Miccoli aos 7 e Artur Ribeiro aos 24 minutos.

Foto: Marlene Ferreira

 

Ambiente: Espaços verdes de Famalicão contam com uma nova sinalização

O Município de Vila Nova de Famalicão está a sinalizar alguns espaços verdes do concelho com placas informativas que dão conta das novas práticas adotadas no tratamento e manutenção deles.

Estas novas soluções requerem menos recursos, nomeadamente água, que valorizam as espécies autóctones, os insetos polinizadores e o ecossistema e que podem ser reproduzidas em qualquer jardim, informa a autarquia.

Famalicão: Despiste de mota na Av. do Brasil faz um ferido

Pelo menos uma pessoa ficou ferida, na manhã deste domingo, num despiste de mota, em plena Avenida do Brasil, em Gavião, Vila Nova de Famalicão.

O acidente deu-se cerca das 08h00 e para o local foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses e a VMER da unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave.

Desconhece-se o tipo de ferimentos da vítima.

Famalicão: Daniela Lopes é campeã nacional de águas abertas

Daniela Lopes, do GD Natação, é campeã nacional júnior de Águas Abertas e consegue o apuramento para o Europeu. O feito foi alcançado este sábado, na prova que decorre em Avis.

Afonso Silva foi quarto no mesmo escalão no campeonato nacional de Águas Abertas.