Danc´In Trofa 2024 acontece a 25 de maio

camara trofa municipio

A Câmara Municipal da Trofa organiza, a 25 de maio, o Danc´In Trofa, um dia dedicado à Dança dinamizado pela Alva – Escola de Artes de Palco, Coretos D´Alameda, Escola Passos de Dança e MTV 4 Dance.

O evento vai realizar-se nos parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro e está aberto a todas as idades, para a comunidade Trofense e não Trofense, onde todos podem usufruir de aulas abertas, workshops, exibições e espetáculos.

No final do dia, as escolas do concelho apresentam a gala de Encerramento sob o tema “Danças do Mundo”.

A edição deste ano do Danc´In Trofa vai ter 18 workshops distribuídos pelo Auditório XXI e pela Concha Acústica que se pronlongam até às 18h30.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Festival de Folclore da ACD S. Martinho de Brufe é no dia 13 de julho

O Rancho Folclórico da Associação Cultural e Desportiva de São Martinho de Brufe realiza, na noite do dia 13 de julho, a 38.ª edição do seu festival de folclore.

Para além do grupo organizador, participam o Rancho Folclórico da Freguesia de Cepães (Viseu), Rancho Folclórico São Martinho Arco de Baúlhe (Cabeceiras de Basto), Grupo Folclórico São Miguel de Creixomil (Guimarães) e Rancho Folclórico Santa Eulália de Beiriz (Póvoa de Varzim).

O festival decorre na sede da associação, a partir das 21 horas.

Famalicão: Professor José Mafalda expõe obra no núcleo de Lousado do Museu Nacional Ferroviário

A partir do próximo sábado, 22 de junho, o núcleo de Lousado do Museu Nacional Ferroviário terá patente ao público uma exposição de José Mafalda. A mostra, de entrada gratuita e que pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10 às 17h30, e aos fins de semana, das 14h30 às 17h30, intitula-se “José Mafalda. Retrospetiva”.

São trabalhos que compreendem a obra pictórica do pintor e professor de artes visuais, concretizados entre 1969 e 2023.

Esta retrospetiva atesta a autenticidade e qualidade da pintura do autor que não segue modas ou correntes dominantes, afirmando-se independente e experimenta várias narrativas e poéticas de fácil compreensão.

A exposição mostra alguns quadros selecionados do autor, entre as diferentes séries que compõem seu vasto acervo artístico.

“José Mafalda. Retrospetiva” pode ser visitada até ao dia 31 de agosto.

 

Famalicão: Cinema ao ar livre e gratuito regressa em julho e agosto

O programa Cinema Paraíso regressa este verão, de 3 de julho a 21 de agosto, com sete sessões gratuitas de cinema ao ar livre, com início às 22 horas.

A iniciativa, promovida pelo Cineclube de Joane e Casa das Artes de Famalicão, com o apoio do Município de Vila Nova de Famalicão, tem já 25 anos de existência.

A primeira sessão é a 3 de julho, no anfiteatro ao ar livre do Parque da Devesa, com a exibição do filme “Maestro” (2023) de Bradley Cooper. Segue-se o filme de animação “Patos!”(2023) de Guylo Homsy, no dia 10, e “Os Excluídos” (2023) de Alexander Payne, no dia 17; mais duas sessões no mês de agosto, no dia 14, com a exibição de “Wonka” (2023), um filme de Paul Kink e do “Reino Animal” (2023) no dia 21.

Pelo meio realizam-se sessões descentralizadas, no dia 14 de julho, no adro da igreja de Gemunde, em Outiz, com a exibição de “O Milagre de Milão”(1950), de Vittorio De Sica e em Avidos, no Parque de Merendas, a 21 de julho com a projeção do filme “O Rapaz e a Garça”, de Hayao Miyazaki.

A organização fala de «propostas diversificadas de cinema popular de várias proveniências e géneros, misturada com um calendário de produção do presente, que não esquece a história do cinema».

Todas as sessões são de entrada gratuita e o desafio é que o público apareça, traga as pipocas e uma manta e se instale nestas salas de cinema ao ar livre.

O Cinema Paraíso, que ao longo destes 25 anos já percorreu mais de 40 espaços diferentes do concelho, tem o apoio do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA).

Toda a informação sobre a edição deste ano do Cinema Paraíso encontra-se disponível para consulta em www.famalicao.pt .

Famalicão: Bibliomóvel leva livros às instituições

A “Bibliomóvel” da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco vai deslocar-se, de 1 a 5 de julho, às instituições do concelho que pretendam acolher a iniciativa “Livros Ambulantes”.

As instituições interessadas poderão requisitar este serviço itinerante, durante uma manhã (10h30 às 12h00) ou uma tarde (14h30 às 16h00), nas datas indicadas. O objetivo passa por facilitar o acesso à leitura para leitores de todas as idades.

A Biblioteca acredita que a leitura pode transformar vidas e comunidades e «estamos comprometidos em levar essa transformação às instituições que se inscreverem para nos receber».

As inscrições estão abertas até ao próximo dia 27 de junho, através dos seguintes contactos: Telefone | 252 312 699

Famalicão: Vai à Vila – Mercado das Emoções

A Praça D. Maria II vai receber mais uma edição do Mercado Vai à Vila, no fim de semana de 29 e 30 de junho.

As emoções vão ser trabalhadas através da promoção da saúde mental, desenvolvimento pessoal, bem-estar e equilíbrio emocional, profissionais ligados às áreas do yoga, shiatsu e musicoterapia.

No domingo à tarde haverá animação cultural às 14h00 com Esacro e às 16h00 o Folclore na Praça com o Rancho Regional de Fradelos, Rancho Folclórico Santa Marinha de Mogege e Rancho Folclórico da Casa do Povo de Ruivães.

Imagem: Município de Famalicão

Famalicão: Já há programa para a 11.ª edição do Festival Internacional de Polifonia Portuguesa

A Fundação Cupertino de Miranda apresenta, em julho, a 11.ª edição do Festival Internacional de Polifonia Portuguesa (FIPP). Como anteriormente, decorrerá em locais com história e arquitetura do período barroco.

No dia 4 de julho, na Igreja do Mosteiro de Santa Cruz, Coimbra, pelas 19h30, com Concerto Cupertinos; no dia 5 de julho, na Igreja de São Lourenço (Grilos), Porto, às 19 horas, Concerto Cupertinos e o organista Yves Rechsteiner; dia 6 de julho, na Igreja de São Gonçalo, Amarante, às 22 horas, com concerto Cupertinos e o organista Yves Rechsteiner; no dia 12 de julho, na Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Landim, Vila Nova de Famalicão, às 21h30, com Concerto Cupertinos; no dia 13 de julho, na Basílica do Bom Jesus do Monte, Braga, às 21h30, com concerto Cupertinos; a 14 de julho, na Igreja de Santa Clara, no Porto, às 19 horas, com concerto Cupertinos.

Nascido no seio da Fundação Cupertino de Miranda, Vila Nova de Famalicão, em 2009, o grupo vocal Cupertinos dedica-se quase em exclusivo à música portuguesa dos séculos XVI e XVII, alicerçada num núcleo de compositores de renome mundial como Duarte Lobo (c.1565-1646), Manuel Cardoso (1566-1650), Filipe de Magalhães (c.1571-1652) ou Pedro de Cristo (c.1550-1618). […] Os Cupertinos conquistaram o primeiro galardão com a inclusão na “Bestenliste” da “deutscher Schallplattenkritik” e foram distinguidos nos Gramophone Classical Music Awards 2019, vencendo na categoria de “Música Antiga”. Foram finalistas na edição de 2020 e 2023 dos PLAY – Prémios da Música Portuguesa e vencedores na categoria Melhor Álbum Música Clássica/Erudita na edição de 2021.