De bicicleta chega mais depressa de Braga a Guimarães do que de comboio

Qual o meio de transporte mais rápido entre Braga e Guimarães: o comboio ou a bicicleta? A direção da Organização Regional de Braga do PCP fez o teste, para servir de argumento no debate da especialidade do Orçamento de Estado para 2023.

O objetivo do PCP é mostrar o quanto é importante a ligação direta por comboio entre Braga e Guimarães.

O trajeto de bicicleta foi feito por João Oliveira; enquanto a delegação do PCP apanhou o comboio em Braga pelas 11h34m, fazendo transbordo para Guimarães em Lousado. A chegada a Guimarães foi às 13h52. A viagem demorou 2h18 minutos. O “ciclista” partiu também da Estação Ferroviária de Braga às 11h34, fez o percurso pela estrada nacional, tendo chegado à Estação de Guimarães às 12h49. A viagem demorou 1h15 minutos, menos 1h03 minutos.

Os comunistas quiseram provar que a falta de ligação direta entre Braga e Guimarães dificulta o uso do comboio. «Este facto constitui um incompreensível absurdo ferroviário e demonstra a falta de planeamento estratégico para o transporte ferroviário na região de Braga», alertam os comunistas. «Note-se que aquando da modernização recente nas duas linhas que servem Braga e Guimarães, nem tampouco se acautelou a localização das duas estações de modo a facilitar um futuro fecho da malha», acrescentam.

Os eleitos do PCP deixam um desafio: «a votação da proposta do PCP será também um momento de clarificação do compromisso com o desenvolvimento regional dos deputados do PS, PSD, CHEGA e IL eleitos pelo distrito de Braga».

Na iniciativa participaram, entre outros eleitos e dirigentes do PCP, Bárbara Barros, vereadora da Câmara de Braga, e Torcato Ribeiro, membro da Assembleia Municipal de Guimarães.

Na opinião destes militantes do PCP, são necessárias medidas do Governo que motivem o uso do comboio, para dinamizar a economia «numa zona do país com uma densidade populacional elevada, um povoamento difuso e uma malha industrial constituída por muitas pequenas e médias empresas dispersas».

 

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Dia Internacional do Voluntariado assinalado na Trofa

A Câmara Municipal da Trofa comemora o Dia Internacional do Voluntário, no dia 5 de dezembro, com uma homenagem a todos os cidadãos que se dedicam à prática do voluntariado no Concelho.

A sessão, intitulada “Sentimentos de um Voluntário”, tem lugar no Auditório Fórum Trofa XXI, pelas 15h00. A primeira parte desta sessão comemorativa será dedicada ao debate e reflexão sobre a temática do voluntariado, nomeadamente, a sua importância para o desenvolvimento local e no seio das diferentes instituições.

«Pela sua dedicação e pelos seus esforços incessantes, todos os voluntários merecem o nosso profundo agradecimento e reconhecimento. Os voluntários são um apoio importante do nosso trabalho, substituindo-se, muitas vezes, às próprias responsabilidades do Estado, e materializando o contributo ativo da comunidade. Sem eles, seriam impossíveis muitas atividades de emergência social e de proteção da dignidade humana», realça Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal da Trofa.

De recordar que a Câmara Municipal da Trofa tem um Banco Local de Voluntariado aberto à participação de todos os interessados. Mais informações em https://mun-trofa.pt/menu/477/banco-local-de-voluntariado-da-trofa.

 

 

Famalicão: Sandra Moreira é vice-presidente e Pedro Acácio lidera o grupo de estudos do PS

A Solicitadora Sandra Moreira foi nomeada vice-presidente do PS. Escolhida pelo presidente da Comissão Política, Eduardo Oliveira, Sandra Moreira faz parte da Assembleia de Freguesia de Vilarinho das Cambas, localidade de onde é natural. Em 2018 entrou para a Comissão Política e integrou o secretariado no mandato 2020-2022.

Pedro Acácio e Silva vai liderar o grupo de estudos do partido que vai trabalhar tendo em vista as Autárquicas de 2025. A escolha foi aprovada em reunião da Comissão Política Concelhia que se realizou no último sábado. Pedro Acácio Cruz e Silva é licenciado em Direito e já trabalhou num Governo de António Costa, como assessor jurídico do ex-ministro da Economia Manuel Caldeira Cabral.

Outra escolha aprovada pela Comissão Política foi a de Susana Pereira como tesoureira estrutura concelhia. Membro da Assembleia de Freguesia de Gavião, Sandra Pereira é licenciada em Contabilidade.

Na reunião da Comissão Política, para além de ter sido aprovado o plano de atividades para o próximo ano, foram apresentadas informações sobre o trabalho desenvolvido pelos vereadores do partido na Câmara Municipal, pelos deputados à Assembleia Municipal e pelo deputado à Assembleia da República.

Famalicão: ENGENHO aprova orçamento superior a 2 milhões de euros

Os associados da ENGENHO- Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este, aprovaram por unanimidade, em assembleia geral, o Plano de Atividades de Atividades e Orçamento para o ano 2023. Em termos de orçamento, estão previstos rendimentos no valor de 2 165 250 euros e gastos no montante de 2 160 043 euros, prevendo-se um resultado de 5 206 euros.

Segundo a direção o próximo ano, «e caso não surjam grandes e inesperados problemas», ficará marcado pelas obras de requalificação e beneficiação do Centro de Apoio Comunitário, na sequência da aprovação de uma candidatura apresentada em tempos ao PARES 3G.

Na reunião que decorreu da manhã de domingo, o presidente da direção, Manuel Augusto de Araújo, assumiu que é numa situação de «crise macroeconómica, com cenários imprevisíveis e instáveis a curto e médio prazo, que é elaborado este Plano de Atividades e Orçamento».

Apesar das incertezas, o dirigente assume, «como sempre, a capacidade de saber ultrapassar problemas e superar desafios no sentido de assegurar meios e condições para que a ENGENHO reforce a sua resiliência e continue o seu projeto e obra ao serviço das comunidades locais do seu território de intervenção, numa prática de compromisso social, solidário e comunitário». Determinado, Manuel de Araújo assume que «tudo isto é difícil e custoso, mas tem que ser feito».

Para além da ação e dinâmicas de natureza social, a instituição deverá continuar a trabalhar em rede e em parceria «com todos os agentes/atores locais a favor da comunidade», nomeadamente acompanhando e operacionalizando o processo de descentralização de serviços e competências ao nível da ação social, para a Câmara Municipal, no que se refere ao funcionamento do SAAS-Serviço de Acompanhamento e Acompanhamento Social-com restruturação do território/área de influência abrangido pelo mesmo, sob a responsabilidade da ENGENHO.

Famalicão: Plano de atividades da Gerações aposta nas estratégias de apoio aos seniores

A Associação Gerações aprovou, no dia 25 de novembro, em Assembleia Geral, o Plano de Atividades e Orçamento para o ano de 2023.

Com o lema “A alegria de fazer”, o plano de atividades pretende reforçar a prestação de serviços aos seniores, contribuindo, ainda mais, para o desenvolvimento de uma estratégia de envelhecimento saudável, ativo e sustentável da população sénior do concelho.

Neste sentido, a associação já manifestou junto do presidente da Câmara Municipal a sua disponibilidade para se envolver diretamente no Programa “Mais e Melhores Anos”. No entender da Gerações, os seniores têm sido uma das populações que mais tem sofrido com a pandemia, principalmente ao nível mental, o que obriga a novos investimentos no desenvolvimento de políticas para o envelhecimento saudável.

Através dos serviços do Clube Sénior, a instituição propõe-se criar um suporte social, estratégias para a prevenção de doenças neurodegenerativas, através da arterapia e treino da memória. Na primeira fase, propõe-se intervir na União de Freguesias de Vale (S.Cosme), Portela e Telhado, União de Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz, e freguesias de Vermoim e Louro.

Estes territórios serão objeto da primeira fase de intervenção que, progressivamente, se alargará aos restantes territórios, acabando o projeto “Vida+Building the Future” por cobrir todo o Município.

Para 2023, a associação reitera, ainda, a aposta no desenvolvimento de crianças livres e críticas, crianças que criam e que constroem.

No novo ano, a Gerações promete honrar a “Bandeira Verde Eco-Escolas”, que recebeu este ano, e vai continuar a partilhar com as crianças jogos que as ensinam a “produzir” um bom ambiente e a apostar na saúde do planeta, pelo desenvolvimento de várias atividades no sentido de reciclar, reduzir e reutilizar, «a que nos tempos de hoje se junta um “novo r”, o “r” de “repensar”, repensar aquilo que temos feito, para “repensar” aquilo que temos que fazer, situações de aprendizagem de agricultura sem químicos nem pesticidas, atos práticos de plantação de vegetais comestíveis que nos ajudam numa alimentação equilibrada e saudável, tudo com muita diversidade, cor e movimento. A cozinha de lama vai ter aqui um grande papel», explica o presidente da direção, Mário Martins.

Famalicão: Iniciativa Liberal lança concurso “Jovem Liberal” para jovens

O Núcleo Territorial de Famalicão da Iniciativa Liberal lançou um concurso para os jovens que residem e/ou estudem em Famalicão. O “Jovem Liberal” visa estimular o interesse dos jovens pela política e pelas ideias liberais, «acicatando a curiosidade dos mais novos e para que reflitam criticamente sobre ideias e propostas políticas». O concurso implica a pesquisa e redação de um artigo sobre o Liberalismo e as suas muitas vertentes ideológicas e políticas.

Podem participar jovens estudantes, com menos 25 de anos, que estudem ou residam em Vila Nova de Famalicão, em dois escalões: secundário, para os alunos de ensino secundário; e universitário, para os alunos que já frequentem o ensino superior.

Para participar, basta consultar as redes sociais do Núcleo de Famalicão da Iniciativa Liberal, onde está o regulamento e as condições de inscrição. Os vencedores dos dois escalões recebem como prémio uma visita à Assembleia da República, com a companhia de Rui Rocha, deputado Liberal eleito pelo Distrito de Braga.

 

Famalicão: Ciclo de Jornadas Políticas do Chega no dia 1 de dezembro

A Comissão Política Concelhia do Partido CHEGA realiza no dia 1 de dezembro, às 16 horas, no auditório da União de Freguesias de V. N. de Famalicão e Calendário, uma palestra sobre a atualidade política, com destaque para o crescimento do partido.
A iniciativa conta com o analista político, Gonçalo Sousa, da Juventude Política Partidária, que vai partilhar ideias e conhecimentos. Os participantes poderão também intervir, colocando questões no âmbito do tema do evento.
Para mais informações e inscrições deve consultar a página do Facebook do partido ou o email cpcchegafamalicao@sapo.pt