Despiste de autocarro da STCP faz oito feridos na Maia

O despiste de um autocarro da STCP, este domingo, pelas 15.45 horas, na Rua Afonso Henriques, causou oito feridos. O pesado de passageiros embateu contra uma casa.

Os oito feridos – um deles, o motorista do autocarro da STCP – estão a ser transportados para três hospitais diferentes e uma das causas do acidente pode estar relacionada com doença do motorista, adiantou à Lusa fonte da STCP.

Quatro dos feridos estão a ser transportados para o Hospital de São João, no Porto, três para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, e um ferido está a ser reencaminhado para o Hospital de Santo António, também no Porto.

O alerta foi dado pelas 15.39, e a colisão foi registada na rua Dom Afonso Henriques, no lugar da Picua, freguesia de Águas Santas, no concelho da Maia, distrito do Porto.

Há oito elementos dos Bombeiros da Maia, com três viaturas no local, entre outras corporações de bombeiros, que uma fonte dos Bombeiros da Maia não conseguiu precisar.

“Bodycams” só devem ser utilizadas em situações de perigo, emergência e ordem pública

O Conselho de Ministros aprovou, esta quarta-feira, a regulamentação das regras de utilização das câmaras portáteis de uso individual (“bodycams”) pelos agentes da Polícia de Segurança Pública e Guarda Nacional Republicana.

O Ministério da Administração Interna, tutelado por José Luís Carneiro, define, assim, a regulamentação, designadamente no que concerne às regras de utilização e de conservação dos dados. Desde logo, e segundo o documento aprovado, os agentes só podem usar “bodycams” quando estiver causa «a ocorrência de ilícito criminal, situação de perigo, emergência ou alteração da ordem pública». As gravações «não carecem de consentimento dos envolvidos». No entanto, o elemento policial deve proceder, antes do início da gravação, ao anúncio verbal de que irá iniciar a gravação e indicar, «se possível» a natureza da ocorrência que motivou a gravação e as testemunhas presentes no local.

A lei define também que a captação e gravação de imagens é obrigatória quando ocorra o uso da força pública sobre qualquer cidadão ou o recurso a quaisquer meios coercivos, «sendo proibida a gravação permanente ou indiscriminada de factos que não tenham relevância probatória; em todas as circunstâncias, deve ser respeitada a dignidade dos cidadãos e preservados os direitos pessoais, designadamente o direito à imagem e à palavra».

As “bodycams”, que apenas podem ser distribuídas aos elementos da PSP e GNR exclusivamente para registo de imagem e som em contexto de ação policial, são fixas ao uniforme ou equipamento do agente policial e colocadas de forma visível.

A legislação aprovada prevê que a gravação seja acionada, sempre que possível, antes do início da intervenção ou do incidente que a motivou ou logo que seja possível. Entre outras regras, o Ministério de José Luís Carneiro estipula que «a gravação deve ser ininterrupta até à conclusão do incidente».

As imagens «apenas podem ser acedidas» no âmbito de processos de natureza criminal e disciplinar contra agente das forças de segurança e para inspecionar as circunstâncias da intervenção policial, sempre que tal seja fundamentadamente determinado pelo dirigente máximo da força de segurança.

Camião tomba na nacional 206

Ao princípio da tarde desta quarta-feira, um veículo pesado tombou na Estrada Nacional 206, Famalicão-Guimarães, na zona de Ronfe,

O acidente aconteceu nas curvas da Somelos, desconhecendo-se as circunstâncias do mesmo e se há feridos.

A circulação na via encontra-se condicionada.

Foto: Luís Silva

Famalicão: Aparatoso choque frontal com capotamento sem feridos graves

Três pessoas ficaram feridas, ao final da tarde desta segunda feira, depois de um choque frontal entre duas viaturas, seguido de capotamento de uma delas, em plena estrada nacional 206, Famalicão.

O sinistro deu-se cerca das 18h50, numa zona pertencente à freguesia de Vale S. Martinho.

Sabe-se agora que do aparatoso acidente não resultaram feridos graves. Todas as vítimas, depois de assistidas pelos Bombeiros Famalicenses, foram transportadas para o hospital de Famalicão.

Famalicão: Acidente na reta do Senhor dos Perdões faz dois feridos

Dois feridos ligeiros é o resultado de uma acidente que ocorreu ao início desta tarde, pelas 14h30, na reta do Senhor dos Perdões, em Ribeirão, junto ao Continente. Os sinistrados foram encaminhados ao hospital de Famalicão.

No socorro estiveram duas ambulâncias dos BV Famalicão e uma ambulância de suporte imediato de vida (SIV) de Santo Tirso, além da GNR.

As causas do acidente, que envolveu três viaturas, com capotamento de uma delas, estão ainda a ser apuradas.

Atualização: São militares do exército os oito jovens arrastados pelo mar na Póvoa de Varzim

Oito jovens, militares do exército, que terão ido molhar os pés na Praia da Lagoa, na Póvoa de Varzim, cerca das 04h40 desta sexta-feira, foram arrastados pelo mar.

Sete elementos desse grupo acabaram por ser resgatados com vida e estão fora de perigo, uma jovem continua desaparecida e está, agora, a ser procurada por diversos meios.

Tudo terá acontecido depois de uma noite de diversão entre destes militares, que não estavam a exercer a sua atividade.

Famalicão: Jovem ferido em despiste contra muro na freguesia de Avidos

Um jovem de 23 anos ficou, na manhã desta quarta-feira, ferido, na sequência do despiste do automóvel onde seguia, em Avidos, Famalicão.

O acidente aconteceu cerca das 08h20, na Rua Nova do Isqueiro, e para o socorro foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses.

A vítima, com ferimentos ligeiros, foi transportada para o Hospital de Famalicão.