Famalicão: AD Oliveirense analisa e vota plano de atividades e orçamento

A Associação Desportiva Oliveirense 1952 reúne em assembleia geral, na tarde deste sábado, a partir das 16h30, na sede do clube.

Os associados são chamados a analisar a votar o relatório e contas de 20/21, bem como o plano de atividades e orçamento para 21/22. Os trabalhos contemplam, ainda, a discussão de outros assuntos de interesse para a coletividade de Oliveira Santa Maria.

Podem participar nesta reunião os sócios com quotas de outubro.

Famalicão: Carro furtado em Calendário, proprietário procura por informações

A viatura da imagem, com a matrícula AA-88-SJ, desapareceu, na madrugada desta terça-feira, do local onde se encontrava estacionada, na freguesia de Calendário, em Vila Nova de Famalicão.

O carro estava estacionado junto ao posto de combustível, ao lado do Museu da Indústria Têxtil.

O proprietário apela a quem tenha informações que as reporte de imediato às autoridades locais.

Famalicão: PS diz que há «um grande descontentamento com as obras» no centro da cidade

Eduardo Oliveira, presidente da Concelhia do PS, visitou, no passado sábado, o centro urbano da cidade acompanhado por vereadores, deputados municipais, membros das assembleias de freguesia de Famalicão e Calendário, e de Antas e Abade de Vermoim, além de outros militantes.

A comitiva socialista verificou o atual estado do centro da cidade e «ouviu pessoas e lojistas do comércio tradicional». Segundo nota enviada à imprensa, os socialistas dizem que «passados apenas dois meses da inauguração, o que vimos e ouvimos é um cenário desolador. Existe um grande descontentamento. As pessoas reclamam da falta de estacionamento e os comerciantes queixam-se de ter lojas vazias e de que os negócios não estão a correr bem», revela Eduardo Oliveira, referindo que a auscultação dos comerciantes «confirma aquilo que já antecipávamos no decorrer das obras».

O líder socialista reitera que as obras foram «mal planeadas e mal executadas e continuam a ser sinónimo de prejuízo. Os sucessivos atrasos trouxeram prejuízos aos nossos comerciantes e problemas a quem vive e trabalha na cidade e mesmo após a conclusão das obras a situação não melhorou». A Concelhia do PS aponta como problemas «a redução de lugares de estacionamento e a ausência de um bom fluxo de transportes públicos», acrescidos «das despesas e os transtornos com a manutenção dos estragos que já eram visíveis mesmo antes da inauguração das obras».

Para Eduardo Oliveira, que é vereador municipal, «a generalidade das empreitadas lançadas pela Câmara de Famalicão são dominadas por um traço comum preocupante: todas dão problemas. É rara a obra que cumpra o caderno de encargos e o orçamento, de que são exemplo as obras no mercado municipal, na central de camionagem, na biblioteca e nas ciclovias».

«O território famalicense, que sempre beneficiou da capacidade empreendedora das suas gentes, não pode continuar a sofrer prejuízos que são frutos desta gestão sem planos e perspetivas de uma velha maioria PSD-CDS», acusa o líder socialista.

Famalicão: Greve volta a fechar várias escolas do concelho (c/vídeo)

Mais um dia de greve do pessoal docente e não docente e, no concelho de Famalicão, são vários os estabelecimento de ensino que se encontram encerrados.

A Secundária D. Sancho I, a Júlio Brandão, a EB Nuno Simões, as escolas sede D. Maria II, Gondifelos e Pedome encontram-se encerradas. Na manhã desta terça-feira, os profissionais da Educação promoveram, novamente, um cordão humano que uniu os três principais estabelecimentos de ensino da cidade em protesto.

O Governo decretou, na passada semana, serviços mínimos que entram em vigor esta quarta-feira.

Número de desempregados sobe em Vila Nova de Famalicão, são mais de 3 400

O ano de 2022 terminou com uma subida do número de desempregados em Vila Nova de Famalicão.

De acordo com os dados, revelados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, referentes ao último mês de 2022, o concelho famalicense regista 3 433 desempregados, são mais 46 que nos mês de novembro, refere o mesmo documento.

 

 

Famalicão: Centro de Recolha Animal passa a abrir no primeiro sábado de cada mês

O Centro de Recolha Oficial Animal (CROA) vai passar a estar aberto ao público no primeiro sábado de cada mês. As “Manhãs CROA” arrancam já em fevereiro pelo que, no próximo sábado, o espaço abre portas entre as 10 e as 13 horas para receber todos aqueles que queiram conhecer o espaço e adotar um amigo de quatro patas.

Este novo horário vai servir muitas pessoas «sem horário disponível para visitar o CROA ao longo da semana. Por isso, decidimos avançar com esta alteração no horário de funcionamento para que possam conhecer o nosso espaço e, quem sabe, levar um amigo para casa», avança o vereador responsável pelo pelouro do Bem Estar Animal, Hélder Pereira.

Refira-se que, no ano passado, o CROA de Famalicão registou 511 adoções e mais de 500 esterilizações. O espaço está aberto de segunda a quinta-feira, entre as 10 e as 12h30 e as 14 e as 17 horas; às sextas, das 10h30 às 12h30, e, agora, no primeiro sábado de cada mês, entre as 10h00 e as 13h00.

Mais informações sobre o CROA de Famalicão em www.famalicao.pt, na página oficial de Facebook em https://www.facebook.com/croafamalicao, através do email canilmunicipal@famalicao.pt e dos telefones 252 322 235 e 913 791 535.

 

Famalicão: São dois os feridos na Urbanização das Bétulas

No decurso de uma ocorrência, a PSP desenvolveu, na tarde desta segunda-feira, na Urbanização das Bétulas, junto à estação ferroviária de Famalicão, uma intervenção não programada da qual há a registar dois feridos e não um, como foi avançado, inicialmente, pelo Cidade Hoje. Tudo terá acontecido devido a desavenças entre vizinhos.

Os feridos, sem gravidade, foram transportados ao hospital de Famalicão.

O acesso esteve interdito naquela zona e das buscas realizadas desconhece-se se há detidos ou apreensões.

Foto arquivo