Famalicão: Bolsas de estudo no valor de 222 mil euros aprovadas por unanimidade

A proposta para atribuição de bolsas de estudo a alunos do ensino superior, ano letivo de 2020/21, foi aprovada por unanimidade na reunião do executivo municipal de Famalicão que está a decorrer na manhã desta quinta-feira.

Coube à vereadora da Juventude, Sofia Fernandes, apresentar a proposta que dá conta de 364 candidatos admitidos para um valor total de 222.150.00 euros.

Destas três centenas e meia de estudantes, 202 recebem uma bolsa anual de 500 euros; 67 uma bolsa de 600 euros; 3 estudantes auferem 700 euros; 45 alunos ficam no patamar dos 750 euros anuais; 19 atingem os 850 euros; 1 consegue 950 euros; os mil euros são destinados a 17 alunos; o patamar máximo, 1100 euros, é auferido por 10 bolseiros.

Joane sem descanso: Novos focos de incêndio em zona florestal

A vila de Joane está novamente em alerta, pelo surgimento de pelo menos dois novos focos de incêndio.

O novo alerta surgiu na noite desta quinta-feira, por volta das 21h40, e foi dado por populares que começaram a avistar o fogo em dois pontos distintos mas bastante próximos um do outro.

Para o local foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses que já pediram o reforço de meios.

Recorde-se que a vila de Joane tem sido, este verão, fustigada por vários incêndios em zona florestal e que até já colocaram casas em risco.

Final feliz: Cão atirado e fechado em poço é salvo pelo CROA e adotado três meses depois por uma família

O Centro de Recolha Animal de Famalicão tem mais uma história com final feliz para contar.

O cão que a 18 de maio foi resgatado de um poço com quinze metros de profundidade, na freguesia de Landim, encontrou uma nova família.

O desfecho desta história dá-se exatamente três meses depois da dura operação de resgate. Recorde-se que o animal havia sido encontrado a latir, por populares que passavam no local e o ouviram num poço com pedras a bloquear o acesso, indiciando que terá sido atirado para a morte, por alguém que, depois, o tentou esconder.

Quis o destino que, nesta quinta-feira 18 de agosto, uma família da mesma freguesia onde havia sido resgatado (Landim), quisesse levar este amigo de quatro patas para casa.

Recorde a história deste animal:

 

Registo de galinhas poedeiras obrigatório em setembro

“Todos os detentores de galinhas poedeiras ficam obrigados a declarar os efetivos que possuíam à data de 01 de setembro de 2022”, lê-se num aviso da DGAV.

A entrega da declaração de galinhas poedeiras deverá ser efetuada em setembro, através do site ou nos serviços de alimentação e veterinária regionais.

Os estabelecimentos de galinhas poedeiras reprodutoras ou com menos de 350 aves estão isentos desta obrigação.

A DGAV é um serviço central da administração direta do Estado, com autonomia administrativa.

A partir desta sexta-feira e até domingo: Festa do Senhor em Arnoso Santa Maria

Arnoso Santa Maria está em festa a partir desta sexta-feira e até domingo. A Festa do Senhor arranca com a celebração de uma eucaristia, seguindo-se um momento de animação musical com cantares ao desafio.

No sábado o destaque vai para a atuação do grupo “Toka & Dança” que antecede a sessão de fogo de artifício, agendada para as 00h00.

No último dia, domingo, pela manhã há eucaristia em honra do Santíssimo Sacramento e da parte da tarde a procissão com a Banda de Arnoso.

Cartaz completo:

Porto: Turista de 20 anos esfaqueado em assalto realizado por três homens na baixa

Um turista de 20 anos, cuja nacionalidade não foi divulgada, foi esfaqueado na manhã desta quinta-feira na Baixa do Porto.

O crime aconteceu cerca das 07h55, no Largo dos Loios. O assalto foi levado a cabo por três homens que foram detidos pelos agentes da PSP.

A vítima foi ferida nas costas e no abdómen, acabou transportada para o Hospital de Santo António.

Fonte: JN

Joane: Pres. da Junta denuncia falta de civismo da população junto aos ecopontos

O Presidente da Junta de Joane recorreu às redes sociais para reportar mais um episódio de falta de civismo relacionado com o lixo.

Segundo António Oliveira, é recorrente o uso do espaço em redor aos ecopontos para depositar lixo não doméstico e, por isso, incompatível para a recolha pela empresa responsável pelo tratamento dos resíduos.

O autarca utilizou uma imagem recolhida junto ao ecoponto da zona da ilha para ilustrar o problema.

António Oliveira apela, uma vez mais, para o uso adequado dos ecopontos.