Famalicão: CITEVE poderá estar envolvido na operação do “Maestro” Manuel Serrão

A operação “Maestro”, sobre alegada fraude com fundos comunitários, e que coloca Manuel Serrão no centro da suspeita, também visa o CITEVE, em Famalicão. Segundo escreve o Jornal “O Público”, o CITEVE terá emitido faturas relativas ao fornecimento de bens e serviços à Associação Seletiva Moda que poderão não ter correspondência com a realidade.

Recorde-se que a operação “Maestro” saiu esta terça-feira para a praça pública, com duas centenas e meia de inspetores da Polícia Judiciária, peritos financeiros e informáticos a realizarem cerca de oitocentas buscas, em vários organismos de diferentes regiões do país.

A Polícia Judiciária, em comunicado, esclareceu que estão em causa suspeitas da prática de crimes de fraude na obtenção de subsídio, fraude fiscal qualificada, branqueamento e abuso de poder que, no total, podem chegar aos 40 milhões de euros, na maioria do quadro do Compete 2020 – Programa Operacional Temático Competitividade e Internacionalização.

As suspeitas recaem na criação de estruturas empresariais complexas, com o objetivo de apresentar justificações contratuais referentes a prestações de serviços e fornecimento de bens para a captação de fundos. Manuel Serrão é tido como o “cérebro” desta estrutura, mas há outros suspeitos: o jornalista Júlio Magalhães e o presidente do COMPETE, Nuno Mangas, estão entre os nomes já conhecidos.

10 Comments

  1. Ainda ontem disse que isto chegava a Famalicão!!!
    Já agora vai voltar o Portugal Fashion ao mercado? 🫢

  2. Desde que vi um Administrador a fazer uma insolvência numa empresa e com um mandato de captura, já não duvido de nada.

  3. Consegiram destruir o parque da cidade com barraco no meio. ladrões deviam ir presos povo tolera tudo
    As pessoas que autorizaram a construção deviam ir presas
    Cada vez mais detesto políticos
    Se fosse na idade da pedra era forca.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Ballas Júnior foi segundo em Paços de Ferreira

Paulo Ballas Júnior foi segundo classificado na segunda prova do Campeonato Nacional de Trial que decorreu, este domingo, em Paços de Ferreira. A etapa ficou marcada pela chuva do dia anterior e pelas zonas muito longas que criaram dificuldades ao jovem piloto famalicense.

Numa análise à prova, Ballas Júnior considerou que «temos que continuar a trabalhar para chegar aos objetivos pretendidos». Elogiou, ainda, a presença do muito público que ajudou «a colorir o dia».

Famalicão: Marlene Azevedo vence no Trail ACURA

No Trail da ACURA, Marlene Azevedo, da AD Active Running, foi a primeira a cortar a meta, vencendo, também, no escalão F40. O atleta Augusto venceu em M50 e Jorge Pereira foi terceiro em M30. Francisco Morais e Paulo Gomes também participaram nesta prova, contribuindo para o segundo lugar coletivo.

A equipa famalicense esteve, ainda, presente na Meia Maratona do Douro Vinhateiro, com Dani Vieira e Vítor Ferreira.

Famalicão: EARO com bons resultados no regional sub-14 e na Vitalis Kids

A Escola Atletismo Rosa Oliveira participou, este fim de semana, no Campeonato Regional de sub-14, na Pista Ar Livre no Estádio 1º Maio em Braga.

Pela equipa joanense destacou-se Tomás Ramos que conquistou o título regional nos 600 metros e foi vice-campeão nos 1000 com recorde pessoal.

Também com excelentes resultados estiveram, Matilde Cunha, sub-vice campeã nos 1000 metros e Luís Neto, atleta sub-12, que se sagrou vice-campeão nos 600 metros.

Ainda participaram, com bons resultados e alguns recordes pessoais, os seguintes atletas: Mafalda Ferreira, Margarida Barbosa, Leonor Ferreira, Leonor Rodrigues, Lara Rodrigues, Henrique Silva e Hugo Vaz.

Ainda no domingo, a EARO participou na Cidade do Porto na Corrida Vitalis Kids na qual todos atletas obtiveram excelentes resultados.

Maria Machado venceu em juvenis, Ana Soares foi terceira e Gonçalo Rodrigues venceu em masculinos. A equipa juvenil feminina venceu coletivamente.

Participaram, ainda, Dinis Abreu,Miguel Pereira,Ana Silva, Inês Castro e Dinis Neves.

 

Famalicão: Cantadores ao Desafio celebraram o 23º aniversário

Na tarde deste domingo, o Espaço Associativo (junto à estação da CP em Famalicão) foi palco do 23.º aniversário da Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense. Pelo palco passaram o grupo de concertinas Ferreira e Amigos, de Nine; vários cantadores e tocadores ao desafio, nomeadamente, Domingos Soalheira, Daniel Fernandes, Rui Soalheira, Bruno Duarte, Simão Marques, João Ribeiro e Sérgio Oliveira. Foram cantados os parabéns (foto), cortado e distribuído o bolo de aniversário, na presença do vereador Pedro Oliveira, que deixou em nome do Município de Famalicão, a continuidade de apoio, a quem se dedica a manter as tradições populares, como é o caso desta associação liderada por Manuela Pinho, na preservação dos cantares ao desafio.

Famalicão: Fradelos terá um Multiusos e a primeira pedra já foi lançada

A freguesia de Fradelos terá, dentro em breve, um Pavilhão Multiusos.

A primeira pedra da obra foi lançada simbolicamente este domingo, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Mário Passos. Nas redes sociais, o autarca fala num equipamento “impulsionador do desenvolvimento da freguesia”.

A construção deste espaço destinado às atividades culturais e recreativas da comunidade contou, numa primeira fase, com um apoio municipal na ordem dos 150 mil euros.

 

Famalicão: Já foi instalado sistema para controlar e impedir automóveis na Praça D.Maria II

Já estão a ser instalados pela cidade os dispositivos que vão acionar os pilaretes retratais (ou mecos) para controlar o acesso do trânsito, que ficará limitado a moradores e a cargas e descargas em determinados horários, bem como impedir o estacionamento abusivo.

Os pilaretes fixos estão a ser colocados nos seguintes locais:

  • Topo norte da Alameda D. Maria II (por solicitação no totem)
  • Acesso ao Mercado Municipal (acesso por comando)
  • Alameda José António da Costa Araújo, a que dá acesso à futura residência universitária (acesso por reconhecimento de matrícula)

Os pilaretes temporários, para limitar o trânsito em dias que obrigam ao condicionamento ou corte de artérias, estão a ser colocados nos seguintes locais.

  • Rua João Faria de Guimarães, que dá acesso ao restaurante Dom Brasas e Bom Gosto (por solicitação no totem).
  • Rua José Azevedo Menezes (por solicitação no totem), a que dá acesso ao Restaurante Lafões.

Esta última solução deverá ser adotada, por exemplo, nas Festas Antoninas e Feira de Artesanato, para cortar o trânsito em dias de maior enchente de pessoas.