Famalicão: Deputado do PSD escreve ao Ministro em defesa da maternidade

O deputado Jorge Paulo Oliveira escreveu ao novo Ministro da Saúde, Manuel Pizarro, pedindo que não encerre o bloco de partos do Hospital de Famalicão, como vem sendo indicado no Plano de Reorganização e concentração de serviços.

Na missiva, Jorge Paulo Oliveira afiança que o bloco de partos «cumpre, sem margem para dúvida, todos os requisitos que os mais variados estudos sobre saúde materno-infantil determinam». Também não encontra razões técnicas que justifiquem o encerramento.

Contrariando a política do PS, diz que não é com estas medidas que «se promovem políticas de natalidade, não é assim que se melhora a prestação de serviços de saúde às populações».

Jorge Paulo Oliveira lembra que a alternativa «se traduzirá sempre na sobrecarga ou da Maternidade de Braga, que conta com vários encerramentos nos últimos meses, ou da Póvoa de Varzim. Em ambos os casos, com distâncias superiores a 20 km, distâncias que são desaconselháveis. Como diversas vezes a Ordem dos Enfermeiros assinalou no passado, por questões de segurança o transporte das parturientes deve ser feito na companhia de profissionais qualificados, não devendo essa distância exceder os 20 Km», sublinha.

Ainda em relação à maternidade de Famalicão, o deputado realça que «os serviços do Centro Hospitalar do Médio Ave (Hospitais de Famalicão e Santo Tirso) têm nota positiva do SINAS – Sistema Nacional de Avaliação em Saúde».

Jorge Paulo Oliveira recorda, ainda, que «foi exatamente por dispor de uma maternidade, e no âmbito das suas políticas de natalidade, que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, os empresários e a sociedade civil se mobilizaram e construíram uma nova Clínica da Mulher, da Criança e do Adolescente, um investimento estimado em cerca de 300 mil euros, concentrando os cuidados de saúde prestados nas áreas da pediatria, ginecologia e obstetrícia, permitindo, deste forma, que os utentes recebam tratamento sem entrarem na área hospitalar».

 

 

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Atualização: Condutor responsável por atropelamento mortal em Famalicão fugiu

Colocou-se em fuga o condutor da viatura que, na madrugada desta sexta-feira, atropelou mortalmente uma jovem, na Avenida Marechal Humberto Delgado, em Famalicão.

O acidente aconteceu aos primeiros minutos do dia, nas proximidades do túnel existente naquela via.

Assim que os meios de socorro chegaram ao local, o condutor já se havia colocado em fuga.

A PSP tomou conta da ocorrência e investiga.

Famalicão: Jovem morre atropelada no centro da cidade

Uma jovem morreu, na madrugada deste sexta-feira, depois de ter sido atropelada por uma viatura, em plena Avenida Marechal Humberto Delgado, no centro de Vila Nova de Famalicão.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, a vítima, com idade entre os 25 e os 30 anos, estaria a atravessar a via quando se deu o acidente.

Para o socorro, aos primeiros minutos desta sexta-feira, foram acionados os Bombeiros Voluntários de Famalicão, acompanhados pela VMER do Centro Hospitalar do Médio Ave.

O óbito foi declarado no local.

Famalicão: Homem morre subitamente enquanto trabalhava nas obras junto ao tribunal em Gavião

Um homem com cerca de 50 anos morreu, na tarde desta quinta-feira, de forma súbita, enquanto trabalhava nas obras que decorrem nos terrenos ao lado do tribunal de Famalicão.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, o trabalhador sentiu-se indisposto e teve convulsões. Após a chegada dos meios de socorro entrou em paragem cardiorrespiratória e o óbito veio a ser declarado momentos mais tarde.

Para o local foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses, acompanhados pela VMER da unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave.

O corpo foi transportado para a morgue do hospital local.

Famalicão recebeu hoje a décima bandeira de autarquia amiga das famílias

O Município de Vila Nova de Famalicão recebeu, na tarde desta quinta-feira, em Coimbra, a distinção, pela décima vez consecutiva de autarquia ‘Mais Familiarmente Responsáveis’. Esta foi a décima primeira vez que a distinção foi atribuída pelo Observatório dos Municípios Familiarmente Responsáveis à autarquia famalicense.

Recorde-se que o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, em parceira com Instituto da Segurança Social. Tem como principais objetivos acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar.

A entrega da bandeira de ‘Autarquia + Familiarmente Responsável 2022’ decorreu no Auditório da Fundação para os Estudos e Formação nas Autarquias Locais (FEFAL), em Coimbra. O Município famalicense esteve representado na cerimónia por Sofia Fernandes, vereadora da Família, Igualdade, Interculturalidade e Integração.

O número de municípios distinguidos com as bandeiras verdes de “Autarquia Familiarmente Responsável”, por práticas efetivas de apoio às famílias, aumentou para 95, registando-se algumas estreias na 14.ª edição, através da qual os municípios que investem na construção de uma política integrada de apoio à família com dados reportados a 2021 são reconhecidos.

Famalicão: FAC recebe o Tomar e Riba d´Ave joga em Barcelos

O campeonato nacional da 1.ª divisão de hóquei em patins prossegue este fim de semana, com a jornada 15.

O FAC recebe, este sábado, o SC Tomar, às 18 horas, no Pavilhão Municipal. O conjunto orientado por Jorge Ferreira soma 14 pontos e ocupa o oitavo lugar, logo atrás do seu adversário que tem, no entanto, 20 pontos.

O Riba d´Ave/Sifamir joga no domingo, às 16 horas, no Pavilhão Municipal de Barcelos, tendo como adversário o Óquei Clube local, um dos candidatos ao título nacional, que ocupa o quarto lugar, com 32 pontos. Já a equipa de Raul Meca é nona, com 13 pontos.

Recorde-se que na jornada anterior, a primeira da segunda volta, as duas equipas encontraram-se em Riba d´Ave e o jogo terminou com uma igualdade a dois golos.

Foto: Riba d´Ave/Sifamir

Famalicão: Didáxis começa segunda fase do campeonato de andebol a 4 de fevereiro

A equipa sénior feminina da AA Didáxis inicia a segunda fase da 2.ª divisão nacional de andebol no dia 4 de fevereiro, em casa do Académico de Viseu.

Segunda classificada da fase regular do campeonato, a equipa da Didáxis vai agora discutir o acesso à fase final tendo como adversários, para além do Académico de Viseu, o Xico Andebol, EA Beira Douro, Santa Joana, Almeida Garrett