Famalicão: Dia do Concelho celebrado com entrega dos selos Visão´25

No dia 28 de setembro de 1835, sete homens tiveram a ousadia de criar o concelho de Famalicão. Perante o desconhecido e rodeados de imensas dificuldades foram em frente; volvidos 185 anos, os famalicenses voltaram a reunir-se para olhar em frente. Em Vilarinho das Cambas, o presidente da Câmara e um punhado de outros autarcas falaram do passado mas sobretudo das ambições do futuro.

Uma ideia personificada na entrega dos Selos Visão`25. «Tantos os que concorreram é um sinal num contexto de dificuldade: de que vivemos num território que acredita, num território arrojado, que é audaz, que vai à luta. Desta forma, homenageiam-se os sete heróis de há 185 anos e, tal como nessa altura, hoje a esmagadora maioria dos famalicenses arregaça as mangas, não vira a cara à luta, olha de frente os problemas e as dificuldades, são empreendedores. Trazem propostas para a comunidade como aquelas que aqui hoje evidenciamos (Selos Visão`25); são exemplo do muito de bom que, num contexto particularmente difícil, se tem feito no nosso concelho», compara o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha.

A cerimónia de comemoração do Dia do Concelho aconteceu em Vilarinho das Cambas, de forma contida, com transmissão via facebook, para cumprir as normas da Direção Geral da Saúde. Conforme o sorteio, a sessão do próximo ano será na União de Freguesias de Arnoso (Santa Maria e Santa Eulália) e Sezures.

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão realçou que a descentralização das cerimónias é a prova de que também há condições nas freguesias, algo «que era impensável que acontecesse nesta freguesia há uns anos atrás», referiu.

Mas a ambição não saiu só das palavras do presidente da Câmara. Também a autarca de Vilarinho das Cambas, que falou na qualidade de anfitriã, referiu-se a necessidades da freguesia. «Queremos acesso a transportes públicos, que são escassos; terrenos com capacidade construtiva para fixar as gentes desta terra; as estradas municipais que atravessam a freguesia estão congestionadas de trânsito e é necessário requalificar o piso e criar passeios para que a circulação de veículos e pessoas se faça em segurança», pediu Judite Costa. Falou também da necessidade de terminar a rede de saneamento e na criação de um parque de lazer para que a população possa usufruir.

O presidente da Câmara, que discursou depois, reconheceu que nem tudo está feito no concelho de Famalicão e mostrou-se satisfeito por ver autarcas ambiciosos.

Vilarinho das Cambas, conhecida durante anos como freguesia rural, é hoje, como evidenciou a autarca, um território de forte pujança industrial que ombreia com os que lhe estão próximos. Aliás, uma das principais áreas industriais do concelho está nesta zona de Famalicão. Paulo Cunha também falou desta pujança industrial que faz do concelho notado a nível nacional. «Portugal espera muito do nosso concelho: da nossa capacidade de exportar, da capacidade de produzir, da capacidade de empregar, da força das nossas associações, da dinâmica dos nossos cidadãos. Daqui vão resultar muitas outras ações que, num contexto de algum esmorecimento em alguns setores, vão ser uma marca de água daquilo que o país precisa fazer no seu todo para que seja bem-sucedido», apontou o autarca famalicense.

Prémios Selos Visão`25

Recorde-se que esta é já a quinta edição dos Selos Famalicão Visão’25, que se distribuem por 4 categorias: Famalicão Made IN – “H.O.M.E.” da Escola Profissional FORAVE; “Re-Coffee”, da Rethink Upcycle Industries; “Emotional Objects”, da João Pericão Faria Concept; “Arraial Cooking Fest”, da Aesacademy; “TechOnTextile”, da Minority Denim; “Cooperação Triangular”, da FORAVE, Universidade do Minho e Continental ITA; “Protect by Hindu”, da Hindu Technical Textiles; “Chérope”, Chez Café Café

B-Smart Famalicão – “Marka – Tritão de ventre laranja: conhecer para preservar”, do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco; “BioTint”, da Minority Denim; “Eco-Trocas Famalicão”, da Ass. Famalicão em Transição; “Sistema de Gestão, Controlo e Automação de Recursos Elétricos”, da Escola Profissional CIOR; “Mobilidade Sustentável para o Campus Escolar”, da CSIF da Área Urbana em parceria com o Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco e Agrupamento de Escolas D. Sancho I; “Paisagem Protegida das Pateiras do Ave”, da CSIF de Fradelos, Ribeirão e Vilarinho

Força V – Famalicão Voluntário – “Muda na Escola”, do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco; “Peles – International Drum Fest”, da CAISA; “Favela 31”, da Ass. de Moradores da CAL; “Sei d’um Jardim…Para brincar e aprender”, do JI de Seide S. Miguel, do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco; “CIOR LunchBox”, da Escola Profissional CIOR; “ParkingFind”, do Agrupamento de Escolas D. Sancho I; “Movimento Quarentena a Bulir”; “Zaragatoa Hidrofer”, Grupo Hidrofer SA

Famalicão Comunitário – “Batman Trompetista”, Luís Barroso; “Vizinhos do Edifício de Lousado”; “Mente Feliz”, pelo Agrupamento de Escolas de Pedome; “AFPAD Vai a Casa”, pela AFPAD; “Aldeias em Festa”, CSIF de Bairro, Carreira, Bente, Delães, Ruivães e Novais; “Atear Histórias”, da CSIF de Castelões, Oliveira Santa Maria, Oliveira São Mateus, Pedome e Riba de Ave; “Vermoim Ativo”, da Junta de Freguesia de Vermoim; “Cuidar Maior”, da Didáxis, Centro Social de Requião, Junta de Freguesia de Requião e Conferência Vicentina de Requião; “Desfolhada”, CSIF de Fradelos, Ribeirão e Vilarinho das Cambas; “Ecoponto das Emoções”, Escola Dr. Nuno Simões do Agrupamento de Escolas D. Sancho I; “Agendate”, da ACIP; “AEC’s da Escola Básica de Vale São Cosme”, Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica de Vale S. Cosme

 

 

 

A partir desta sexta-feira e até domingo: Festa do Senhor em Arnoso Santa Maria

Arnoso Santa Maria está em festa a partir desta sexta-feira e até domingo. A Festa do Senhor arranca com a celebração de uma eucaristia, seguindo-se um momento de animação musical com cantares ao desafio.

No sábado o destaque vai para a atuação do grupo “Toka & Dança” que antecede a sessão de fogo de artifício, agendada para as 00h00.

No último dia, domingo, pela manhã há eucaristia em honra do Santíssimo Sacramento e da parte da tarde a procissão com a Banda de Arnoso.

Cartaz completo:

Joane: Pres. da Junta denuncia falta de civismo da população junto aos ecopontos

O Presidente da Junta de Joane recorreu às redes sociais para reportar mais um episódio de falta de civismo relacionado com o lixo.

Segundo António Oliveira, é recorrente o uso do espaço em redor aos ecopontos para depositar lixo não doméstico e, por isso, incompatível para a recolha pela empresa responsável pelo tratamento dos resíduos.

O autarca utilizou uma imagem recolhida junto ao ecoponto da zona da ilha para ilustrar o problema.

António Oliveira apela, uma vez mais, para o uso adequado dos ecopontos.

Semana Europeia do Desporto passa por Famalicão

No mês em que se celebra a Semana Europeia do Desporto e integrado no Beactive Night em Família, Vila Nova de Famalicão recebe, na noite do dia 24 de setembro, uma corrida/caminhada de 5km, em simultâneo com igual iniciativa que decorre no Jamor.

A prova realiza-se a partir das 21 horas, no Parque da Devesa, com partida e chegada no parque de estacionamento do Citeve.

Inscrições gratuitas até 21 de setembro no site da Runporto.

Este fim de semana em Famalicão: Praça recebe festa do Melão Casca de Carvalho e do Vinho Verde

«Verde Melão» é o nome da iniciativa que celebra dois emblemáticos produtos da região: o vinho verde e o melão casca de carvalho. De 19 a 21 de agosto, a Praça – Mercado Municipal de Famalicão recebe perto de uma dezena de produtores, numa festa que inclui um dia dedicado ao emigrante famalicense.

Promovido pelo Município de Famalicão, «Verde Melão» conta com a presença de três produtores de melão casca de carvalho do concelho – Aires Mesquita, Augusto Martins e Joaquim Gonçalves -, um produto de características únicas muito dependente das condições climatéricas e da existência de um microclima favorável que só existe entre o Minho e Douro Litoral.

O certame contará ainda com três produtores de vinho – Casa Agrícola de Compostela, Vinhos Castro e Frutivinhos -, bem como produtores de fumeiro – Fumeiro do Fernando, Fumeiro Rosa Mendes e Talho Divino Salvador – do concelho.

Para além da venda e degustação dos produtos típicos da região, a iniciativa prevê ainda a realização do showcooking «Ideias de utilização do melão casca de carvalho e harmonizações», a cargo do Chef residente da Praça, Álvaro Costa, no sábado, dia 20, a partir das 16h00.

O segundo dia do certame é dedicado à comunidade emigrante que por esta altura do ano está de regresso às origens e com muita vontade de voltar a saborear os produtos da terra. A Festa do Emigrante acontece no sábado à tarde, com um momento de boas-vindas e sessão de networking.

Também não vai faltar animação musical no «Verde Melão», com o concerto de Maria do Sameiro, no dia 19, e de Costinha, no dia 21, ambos com início pelas 18h00, e DJ Sets nos dias 19 e 20 de agosto, a partir das 21h00.

Potenciar e valorizar os produtos tradicionais do concelho e da região junto dos famalicenses e da comunidade emigrante é o grande objetivo da iniciativa «Verde Melão», promovido pelos pelouros do Turismo e Relações Internacionais do Município de Vila Nova de Famalicão.

Mais informações e toda a programação em www.famalicao.pt .

Ténis: Famalicense Mafalda Guedes vence em Aveiro Torneio Sénior da Federação daquela modalidade

Mafalda Guedes participou entre 13 e 16 de Agosto no torneio sénior da Federação Portuguesa de Ténis: ” As salinas de Aveiro B ( *** ) ” organizado pelo Clube Ténis de Aveiro.
Nos quartos-de-final a Mafalda defrontou a atleta Beatriz Neves do Clube de Ténis da Amadora e triunfou por expressivos 6-0 ; 6-1.
Nas Meias-finais a perspetiva era grande pois a Mafalda defrontava a cabeça de série número 1 e jogadora várias vezes internacional nas camadas mais jovens e que treina e joga nos Estados Unidos: a Mariana Campino do Clube de Ténis Paço Lumiar. Este jogo entre as principais favoritas à conquista do torneio foi equilibrado mas a Mafalda com uma exibição consistente e convincente, levou a melhor com os parciais de 7-5 ; 1-6 ; 6-2.
Na final a Mafalda encontrava a atleta Nicole Giannini do Beloura TA e fez jus ao seu favoritismo vencendo por 6-1 ; 6-1.
Este torneio antecede o campeonato nacional de juniores ( sub-18 ) que se realiza entre 23 e 28 de Agosto e que a atleta Famalicense da Escola de Ténis da Maia participará.

Já abriu: Nova circular na zona industrial a sul de Famalicão

A nova via estruturante do Parque Empresarial Terra Negra, que abrange as freguesias de Ribeirão e Lousado, já se encontra aberta à circulação de veículos em toda a sua extensão. Com perto de dois quilómetros, a Rua de Montoito liga a rotunda de Santana, em Ribeirão, na Estrada Nacional 14, e o Loteamento Industrial da Carvalhosa, na freguesia de Lousado, até ao entroncamento com a Estrada Municipal 508/1, tendo resultado de um investimento municipal superior a um milhão de euros.

O obra resultou de uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão e a empresa multinacional Continental Mabor, que beneficiou um dos mais importantes polos industriais do Norte do país, onde pontuam empresas como a Continental, a Leica e a Rsteel, entre muitas outras, e faz parte do processo de melhoria de acessibilidades para a zona industrial, incluído no processo de criação de alternativas à Nacional 14, entre Famalicão, Trofa e Maia, e para a zona residencial de Lousado.

A primeira fase da obra do novo troço viário – desde a rotunda de Santana até à zona industrial onde está implantada a Continental Mabor – foram executados pelo Município de Famalicão, sendo que o restante arruamento ficou a cargo da multinacional, estando atualmente em curso trabalhos de colocação de marcas rodoviárias, passeios e iluminação pública.

A empreitada inclui ainda a criação de um acesso público entre a Rua da Circulação e a Rua de Montoito, que ainda não está concluído, através de um viaduto que existe no local e que passou para o domínio público por acordo concretizado no início deste mês entre o Município e a Continental Mabor.

“Foi dado um passo importante no que refere à melhoria da gestão rodoviária a sul do concelho” destaca o Presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, demonstrando-se ciente da importância deste troço. “É uma nova estrada, segura e eficiente, que permitirá às empresas crescer ainda mais, sem prejuízo para os que residem nesta parte do concelho”, acrescenta.