Famalicão é a capital do xadrez até domingo

Está a decorrer, desde segunda-feira e até domingo, no Complexo Desportivo de Vale S. Cosme, o X Torneio Internacional Cidade de Famalicão. Regista um recorde de participação, com 135 atletas, provenientes de 10 países, sendo 14 deles mestres titulados. O cabeça de série é o grande mestre cubano Lelys Martinez, que já participa pela sexta vez, tendo sido vencedor em quatro edições, a última das quais em 2018. Os prémios atingem os 4 mil euros.

O vereador do desporto, Pedro Oliveira, e a presidente da direção administrativa e pedagógica da Didáxis, Isabel Matos, efetuaram o primeiro lance neste evento xadrezístico. A direção de prova está a cargo do coordenador do Clube de Xadrez A2D, Mário Oliveira, e a arbitragem é chefiada pelo árbitro FIDE Bruno Lopes.

Recorde-se que esta prova de partidas clássicas está integrada no Portugal Chess Tour e é organizada pelo Clube de Xadrez A2D que conta com o apoio da FPX – Federação Portuguesa de Xadrez, AXDB – Associação de Xadrez do Distrito de Braga, Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e da Cooperativa de Ensino Didáxis.

Pela primeira vez, o Complexo Desportivo Vale S. Cosme, sede do Clube de Xadrez Associação Académica da Didáxis, recebe este evento xadrezístico. Depois de 8 edições consecutivas na categoria C, com o reforço do prize-money em 2022, para 4 mil euros, o TICF atingiu um patamar superior a nível organizativo e participativo, atingindo a categoria B.

Ano após ano, a marca TICF impõe-se no panorama do Xadrez Internacional com a possibilidade de obtenção de normas de Mestre Internacional e Grande Mestre.

As principais partidas de cada ronda estão a ser transmitidas em direto no site da FPX e também, podem ser acompanhadas na plataforma Lichess com comentários exclusivos de Carlos Novais no seu canal Twitc.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Atletismo: Escola Rosa Oliveira consegue ‘uma mão cheia’ de pódios em Sto. Tirso

A Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO) alcançou resultados notáveis na 20ª Milha Urbana de Santo Tirso, realizada este fim de semana. O evento, organizado pela Câmara Municipal de Santo Tirso em parceria com o Centro de Atletismo de Santo Tirso (C.A.S.T.), teve início e término na Rua das Rãs, próximo ao Auchan de Santo Tirso.

A equipa Joanense destacou-se com as seguintes conquistas individuais:

  • Luís Neto: 1º lugar em Benjamins B.
  • Tomás Ramos: 1º lugar em Infantis.
  • Tiago Silva: 1º lugar em Iniciados.
  • Luisa Pereira: 1º lugar em Juvenis.
  • Gonçalo Rodrigues: 1º lugar em Juvenis.

Coletivamente, a EARO conquistou o segundo lugar, com excelentes desempenhos dos atletas: Diana Cunha, Margarida Carvalho, Rodrigo Marques, Margarida Barbosa, João Pereira, Ana Silva, Ana Oliveira, Vera Ferreira, Inês Castro, Francisca Gonçalves, Ana Soares, André Rodrigues, Dinis Neves, Tomás Campos, Tiago Silva, Rui Ramos, Joaquim Coelho, José Freitas, Anabela Silva, Rita Teixeira e Rosa Oliveira.

Famalicão: Jéssica tem 23 anos, está desaparecida e com o telemóvel desligado

Jéssica Salazar (na imagem) está desaparecida desde a noite deste sábado. A jovem, de 23 anos, residente na Urbanização das Lameiras, terá estado até cerca das 23h50 em casa de uma prima, tendo desaparecido quando estaria de regresso a casa.

A família, contactada pela Cidade Hoje, diz estar muito preocupada uma vez que a jovem está com o telemóvel desligado e sem acesso à sua medicação.

Jéssica, na última vez em que foi vista, estava de vestido preto e descalça.

Se avistou a jovem da imagem ou tem informações sobre o seu paradeiro, entre em contacto de imediato com as autoridades locais.

Jhonder Cádiz brilha na Copa América e faz história para o F.C.Famalicão

Na madrugada de sábado para domingo, a seleção venezuelana alcançou uma vitória sobre o Equador por 2-1, na primeira jornada do Grupo B da Copa América 2024, realizada no Levi’s Stadium, em Santa Clara, Califórnia, EUA.

O encontro ficou marcado por uma expulsão precoce de Enner Valencia, aos 22 minutos, deixando o Equador em desvantagem numérica. Contudo, foi a equipa equatoriana que inaugurou o marcador através de Jeremy Sarmiento aos 40 minutos.

A resposta da Venezuela veio na segunda metade do jogo, com Jhonder Cádiz, avançado do Famalicão, a entrar em campo após o intervalo. Cádiz fez história ao marcar o golo do empate aos 64 minutos, tornando-se no primeiro jogador do Famalicão a marcar numa competição internacional sénior.

Este momento histórico para o clube português foi seguido por um golo decisivo de Eduard Bello, aos 74 minutos, garantindo a vitória venezuelana.

Ribeirão: Junta construiu mais de 50 novos gavetões no cemitério

A Junta de Freguesia de Ribeirão, construiu 57 novos gavetões no cemitério local. Esta medida visa evitar a falta de espaço para sepultar os falecidos da comunidade.

Além dos gavetões, foi construído mais um bloco de ossários, devido ao aumento da procura, especialmente com a popularidade da cremação e o depósito de ossadas após os cinco anos de utilização gratuita das campas.

A obra dos gavetões está concluída, e a Junta está agora a regularizar os passeios ao redor do novo bloco. Dois espaços sobrantes serão utilizados para jazigos duplos, que serão colocados em oferta pública após a sua conclusão. A concessão de 17 gavetões já foi aprovada pela Junta.

Famalicense Pedro Almeida é sexto no Rali de Castelo Branco

O piloto famalicense Pedro Almeida terminou o Rali de Castelo Branco na sexta posição, prova a pontuar para o Campeonato de Portugal de Ralis(CPR), quinta do calendário mas a primeira da fase de asfalto.

Num Rali que foi disputado a um ritmo muito elevado e com as diferenças entre os pilotos a serem sempre muito curtas, Pedro Almeida acabou por ser penalizado por um mau começo de prova. “Na sexta feira não entramos bem no rali, não elevamos o ritmo e o nível muito elevado de andamento acabou por nos penalizar, porque perdemos logo aí qualquer oportunidade de chegar perto e estar na luta por lugares mais acima” explica Pedro Almeida. “Na classificativa feita no dia de sexta feira, que repetimos no sábado, retiramos quase uma dúzia de segundos na segunda passagem, ao passo que os nossos adversários rodaram praticamente no mesmo tempo. Por aqui dá para perceber este mau começo, que foi determinante no resultado final, porque por mais que tenhamos tentado, nunca mais conseguimos estar próximos da frente” acrescentou o piloto.

É verdade que os resultado foram melhores no segundo dia de corrida “melhoramos muito nas classificativas e estivemos já no ponto em que queremos estar. Naturalmente saímos daqui com uma boa lição para o futuro” anotou ainda Pedro Almeida.

Depois de Castelo Branco o CPR prossegue no inicio de Agosto com a realização do Rali da Madeira, também em pisos de asfalto.

Famalicão: Ciclista ferido em despiste na N206

Um ciclista ficou ferido, na manhã deste domingo, na sequência do despiste da bicicleta onde seguia, em plena N206.

O acidente aconteceu na Avenida João XXI, na freguesia de Vermoim, tendo sido acionada para o local uma equipa dos Bombeiros Voluntários Famalicenses e a GNR.

A vítima, depois de socorrida no local, foi transportada para o hospital de Famalicão com ferimentos ligeiros.