Famalicão: Embatem em carro, provocam estragos consideráveis e fogem

Um carro ficou com vários estragos depois de, aparentemente, ter sofrido um embate de uma viatura que se colocou em fuga, na freguesia de Pedome, em Vila Nova de Famalicão.

O acidente aconteceu na tarde deste sábado, entre as 14h45 e as 17h30, relata a proprietária do veículo na imagem.

A lesada refere que estacionou o veículo junto à igreja de Pedome e só deu conta do sucedido quando regressou a ele, cerca das 17h30. No local não foram encontrados elementos suficientes que pudessem identificar o autor dos estragos, apenas algumas marcas que indiciam que o veículo envolvido será de cor azul.

A mulher apela à comunidade para, no caso de ter informações sobre o acidente, o reportem.

19 Comments

  1. é mto dificil…… quem fugiu teve de ficar com o carro esmurrado tambem, mas de certeza q o vai esconder, caso contrario é apanhado…….. a dona do carro, so tem aqui uma soluçao: se tem seguro contra vandalismo, acionar o mesmo………

  2. Já aconteceu o mesmo a mim e nunca soube 🤦 infelizmente em sitios não vigiados é muito difícil quase impossível apurar culpados 😞 custou me na altura 400 paus o concerto, deste deve ser mais não sei mas mais vale procurar alternativas ou acionar o seguro se for todos os riscos 😉

  3. Mais outro em Famalicão está a haver muito vandalismo com os carros fogo não se admite tanta monstroasidade

  4. E bem feitos os camioes querem passara. Ai nesse local nem consegue por ter carros mal estacionados ou estacionados de um lado e outro esperam la as vezes meia hora a espera que venham desviar o carros

  5. Por isso mesmo deveria ser permitido câmaras no carro,contra a delinquência,talvez houvesse mais respeito
    Nâo adiantava fugir

  6. O português, no seu melhor!!!!
    Já nos acidentes, o culpado é sempre o outro, que fará, bater sem ninguém ver!!
    Metade dos carros andam na rua sem seguro!!!!!

  7. Fugir é crime. Gostava de saber o que vai acontecer ao responsável. Continua a conduzir e a fazer merda. È o futuro. Só irresponsáveis.

  8. A mim aconteceu o mesmo e até hoje nada de culpados isto acontece muito deve de ser carros a circular sem seguro

  9. Mais outro
    Continuo a dizer que isto anda tudo com falta de respeito e consideração pelos bens e pessoas.
    PESSOAL a vida custa a todos.
    Os seguros existem e para alguma coisa.
    Não sei onde isto vai chegar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Riba d’Ave HC vence Torneio Abertura da AFSA

A equipa de futsal do Riba d’ Ave venceu, este sábado, o Torneio de Abertura da segunda divisão, prova promovida pela AFSA – Associação Futebol Salão Amador de Vila Nova de Famalicão.

A formação ribadavense levou a melhor sobre o Covense, numa final que apenas foi decidida nas grandes penalidades.

Foto Riba d’Ave

Famalicão: GD Natação fecha primeiro dia em segundo lugar

Terminado o primeiro dia de provas, os nadadores famalicenses somam 197 pontos, a 10 pontos do primeiro classificado e a 34 do quarto, posição que já não permite a subida de divisão.

Em femininos, a formação famalicense é 11.º classificada, com 146 pontos.

Da equipa famalicenses e em termos individuais, realce para Rodrigo Pereira, segundo nos 200m Mariposa, e a estafeta masculinos que foi terceira nos 4x100m Estilos.

No primeiro dia disputaram-se 18 das 38 provas que totalizam o programa do Campeonato Nacional de Clubes da 2.ª Divisão. A União Piedense, em masculinos, soma 207 pontos à frente do Grupo Desportivo Natação (197) e Vikings Sports Club (178), clubes que estão na linha de promoção à 1.ª divisão.

Em femininos, a Associação Louzan Natação/EFAPEL lidera com 214 pontos.

Ascendem à 1.ª Divisão, os 1.º, 2.º e 3.º classificados masculinos e femininos.

O Campeonato Nacional de Clubes da 2.ª Divisão é organizado pela Federação Portuguesa de Natação, em parceria com a Associação do Centro Norte de Portugal e a Câmara Municipal de Estarreja.

Famalicão: Jovem atropelada na Avenida 25 de abril

Uma jovem foi, na tarde deste sábado, atropelada no centro da cidade de Famalicão.

O acidente aconteceu por volta das 14h50 e para o local foram acionados as duas corporações de bombeiros do concelho.

A vítima deverá ser encaminhada para uma unidade hospitalar da região.

Não há informação sobre o seu estado de saúde.

ASAE apreende 35.295 euros em operação de combate ao jogo ilícito

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 32.295 euros e instaurou dois processos-crime por exploração de jogos não autorizados, no âmbito de duas operações realizadas no concelho de Murtosa e Vale da Cambra.

“A ASAE realizou, através da Unidade Regional do Centro, duas operações de fiscalização no âmbito do combate ao jogo ilícito, direcionadas a dois estabelecimentos de bebidas localizados no concelho de Murtosa e Vale da Cambra”, indicou, em comunicado.

Nestas operações, foram instaurados dois processos-crime por exploração de jogos sem autorização e apreendidas nove máquinas de jogos, equipamento informáticos e dinheiro.

O valor total das apreensões nos dois estabelecimentos ascendeu a 35.295 euros.

Num dos locais, a ASAE desmantelou ainda um casino ilegal, no qual foram detetadas máquinas de jogo, nomeadamente, “em cima do balcão de clientes, no acesso às casas de banho e em sala localizada junto ao armazém”.

A ASAE garantiu que vai continuar a desenvolver, em todo o território, operações contra “o flagelo do jogo ilícito e seus crimes conexos […], tentando minorar os problemas sociais daí decorrentes”.

Exército paga funeral da militar que morreu arrastada pelo mar na Póvoa de Varzim

Realiza-se este fim de semana o funeral da jovem militar que faleceu, na Póvoa de Varzim, arrastada por uma onda, enquanto tentava ajudar duas colegas que se encontravam em apuros, na madrugada do passado dia 25 de novembro.

Sabe-se agora que o exército vai assumir todos os custos das cerimónias fúnebres.

O funeral, no Cemitério da Amadora, vai contar com honras militares.

Poupanças: Portugal é o quinto país da União Europeia onde as famílias menos poupam

A população portuguesa é das que menos poupa na União Europeia. Esta é a conclusão dos dados divulgados pela Eurostat, onde dão conta que em 2021 as famílias portuguesas apenas conseguiram poupar 9,8% dos seus rendimentos.

Dentro da União Europeia a Irlanda é o país onde as famílias mais conseguem poupar (cerca de 24% dos seus rendimentos).