Famalicão empata em casa com o Belenenses SAD ( 0 – 0 )

Ao fim de quatro derrotas consecutivas, o Futebol Clube de Famalicão conseguiu, esta sexta-feira, um empate, frente ao Belenses SAD.

A partida, da jornada 19 da Liga NOS, terminou sem golos ( 0 – 0 ) e permitiu aos famalicenses somarem um ponto na classificação.

Na primeira parte acabou por existir um equilíbrio entre as duas equipas, tendo o Famalicão mostrando-se superior e mais organizado no decorrer do segundo tempo.

Domingo, dia 21, o Futebol Clube de Famalicão tem deslocação até Vila do Conde para disputar a 20ª jornada com o Rio Ave. O encontro está marcado para as 15h00.

Famalicão: Academias Alex Ryu Jitsu realizam festival de artes marciais e desportos de combate

No Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, a Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu e as Academias de Cavalões e Ribeirão organizaram, durante o Festival de Artes Marciais e Desportos de Combate, um Seminário sobre Defesa Pessoal e com a Taça Alexandre Carvalho, em honra ao seu fundador.

Este é um evento que junta, durante vários dias, diferentes modalidades de Artes Marciais e Desportos de Combate, para vários momentos de conhecimento e de partilha entre todos.

Assim, a manhã de sábado, dia 3 de dezembro, foi dedicada a vários seminários de Defesa Pessoal, com a participação de cerca de 100 atletas, divididos em várias áreas do Alex Ru Jitsu. O seminário iniciou com o fundador do Alex Ryu Jitsu, o Mestre Alexandre Carvalho, e logo de seguida entraram em ação os mestres Manuel Cunha, Fernando Carvalhal, Carlos, Luís Faria, António Pinto, Nuno Vieira, Laurindo Azevedo, Mikaël Azevedo, Alcides Ribeiro, José Tavares, Carlos Sá.

Durante o seminário ficou demonstrada a riqueza, a complexidade e o quão abrangente são as técnicas de defesa pessoal Alex Ryu Jitsu, que podem ser utilizadas contra agressões na rua, contra várias armas assim como de mão nua.

Mas como indicado pelos Mestres do Alex Ryu Jitsu, esta modalidade, nascida em Famalicão, procura em primeiro lugar a harmonia entre todos e somente aplicar a técnica Alex Ryu Jitsu em caso de perigo real e só em defesa.

A parte da tarde iniciou com a disputa da Taça “Alexandre Carvalho”, uma competição de combates light-contact, que incluiu os escalões Juvenis, Juniores e Seniores, separados em duas áreas de combate, dois tatamis, onde se notou a energia e a garra dos atletas. No final a classificação por equipas foi a seguinte:1º lugar, Academia Casa do Lago; 2º lugar, Academia de Pousada de Saramagos; 3º lugar, Academia de Santo Tirso.

Para complementar este dia ligado às Artes Marciais e Desportos de Combate, a organização do festival realizou um Sarau, onde as várias modalidades fizeram uma demonstração dos seus estilos.

 

Famalicão: Basquetebol do FAC em primeiro lugar

A equipa sénior do FAC terminou a primeira fase do nacional da segunda divisão em primeiro lugar, com seis vitórias em outros tantos jogos.

Na jornada do passado domingo, vitória 43-78, em Esposende sobre a equipa local.

Apesar da entrada algo apática, a equipa reagiu e rapidamente assumiu o jogo, acabando por, naturalmente, dilatar a vantagem ao longo da partida (12-22, 13-22, 12-24, 6-10).

Com uma rotação alargada, todos os jogadores contribuíram para o jogo, dando excelentes indicações para o resto do campeonato.

No próximo sábado, viagem até Matosinhos para defrontar o Guifões SC Sub-23, num jogo marcado para as 15 horas.

Famalicão: Didáxis apura-se para os oitavos de final da Taça de Portugal

A A.A. Didáxis defrontou o Assomada, equipa de Lisboa, a contar para 1/16 avos da Taça de Portugal feminina, e venceu por 25-20. A equipa famalicense esteve, globalmente bem, no entanto destacou-se, no ataque, Cátia Ferreira, com 10 golos marcados. Foi também decisiva a prestação das guarda-redes Letícia Faria e Petra Silva, que contribuíram para uma prestação defensiva a roçar a perfeição.

O Assomada é uma equipa fisicamente forte, com atletas internacionais, que exigiram da Didáxis um trabalho intenso e bem conseguido.

Famalicão: Mafalda Guedes vence torneio Ténis Atlântico F1000

A famalicense Mafalda Guedes venceu o torneio feminino Ténis Atlântico F1000, que decorreu entre 1 a 4 de dezembro, destinado a todas as tenistas nacionais com licença federativa.

Mafalda Guedes, da Escola de Ténis da Maia, derrotou na final a atual campeã nacional sub-14, a bracarense, de apenas 14 anos, Carolina Correia, por 6-2 e 6-0.

A esquerdina cedeu apenas 5 jogos em todo o torneio, tendo eliminado Giulia Aguiar (ET Maia) na primeira ronda, Maria Leonor Figueiredo (CT Porto) na segunda, e, nas meias-finais, superiorizou-se a Carla Tomai (Beloura TA).

Esta prova de Mafalda Guedes foi o culminar de uma série de 3 torneios. Na semana passada conquistou o torneio de Santa Maria da Feira, esta semana participou também no torneio internacional ITF 15.000, Lousada Indoor Open, em que perdeu na 2ª ronda para a atleta suíça Tess Sugnaux, que viria a sagrar-se campeã.

Na próxima sexta-feira, a Mafalda Guedes vai participar no campeonato nacional absoluto (sénior) de equipas, integrando a equipa da Escola de Ténis da Maia. Esta prova realiza-se no complexo de ténis do Jamor, de 9 a 11 de dezembro.

Famalicão: AC Vermoim continua na Taça de Portugal

A equipa da Associação Cultural de Vermoim conseguiu mais um resultado de relevo no andebol. Ao vencer, 33-28, o GIC Águeda, seguiu para os dezasseis avos de final da Taça de Portugal onde já estarão as equipas da primeira divisão nacional.

Na partida disputada no Pavilhão Terras de Vermoim, o conjunto famalicense chegou ao intervalo a vencer, por 16-11, vantagem que lhe garantiu a vitória dado que no segundo tempo houve 17 golos para cada formação.

O sorteio da próxima eliminatória decorre no dia 12 de dezembro.

Famalicão: Mariana Machado vence Gerês Extreme Marathon

Os primeiros atletas a cumprirem os 42 km da Gerês Extreme Marathon foram dois atletas famalicenses.
No setor masculino, venceu Óscar Mendes, e em femininos a linha de meta foi cortada, em primeiro lugar, por Mariana Machado, atleta da AMVE.
Mariana cumpriu a distância em 03:19:36, após um percurso difícil e com muita chuva e frio.
Foi a melhor estreia possível nesta distância para a atleta que conquistou a primeira vitória com a camisola da Associação Moinho de Vermoim, depois de ter representado Portugal nos Mundiais de Trail na Tailândia.