Famalicão: Gabriel Couto ganha obras no valor de 145 milhões de euros no Gana

A construtora famalicense Gabriel Couto venceu um concurso internacional relativo a dois contratos no Gana pelo valor de 145 milhões de euros. Está em causa a melhoria da rede viária daquele país.

Uma das empreitadas, com 66 quilómetros de extensão, é relativa à estrada que liga Tarkwa a Nkwanta, passando por Agona. É a obra de maiores dimensões que terá de ser entregue no prazo máximo de três anos. Esta empreitada, orçada em 95 milhões de euros, é vital para o desenvolvimento destas três cidades, bem como para a dinamização económica do país, especialmente no que respeita à exportação de minérios.

Em simultâneo, a Gabriel Couto vai reconstruir também a estrada que liga Bechem a Akumadan, numa distância de 40 quilómetros, que deverá estar concluída em 730 dias. Este investimento de 50 milhões nesta infraestrutura é também muito relevante no desenvolvimento económico da região, marcada predominantemente pela produção agrícola. Localizada na zona central do Gana, esta área é muito rica em produção de tomate e outros produtos agrícolas que necessitam de ser escoados para zonas mais carenciadas do país.

Para a Gabriel Couto, é mais um concurso internacional que ganhou numa área do Globo onde as necessidades são muitas, mas também é muito forte a presença das grandes construtoras mundiais. «O cumprimento rigoroso de todas as alíneas dos contratos assinados e a qualidade evidenciada das obras é também uma imagem da nossa marca que vamos espalhando pelo continente africano», sustenta Tiago Couto, diretor da construtora e responsável pelos projetos internacionais e de infraestruturas.

Recorde-se que a Gabriel Couto está na Zâmbia e Moçambique, países da África Oriental, tendo concluído nos últimos anos várias empreitadas em Essuatíni, ex-Suazilândia, na África Austral. Assim, a empresa de VN Famalicão regressa à África Ocidental, depois do êxito conseguido na reconstrução de estradas no Senegal, reconstruindo agora estradas fundamentais para o desenvolvimento do Gana.

A nível interno, a Gabriel Couto entregou neste final de ano à ANA a extensão do taxiway do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. Foram 30 milhões de euros de trabalhos contratados. Com a expansão de 1300 metros à via de circulação que liga a pista e a placa de estacionamento dos aviões, será possível uma maior sequência de descolagens e aterragens, acompanhadas com uma saída rápida da pista. Segundo Thierry Ligonnière, CEO da Ana – Aeroportos de Portugal, “vai incrementar substancialmente a eficiência e a capacidade do aeroporto do Porto.

 

 

Já abriu: Nova circular na zona industrial a sul de Famalicão

A nova via estruturante do Parque Empresarial Terra Negra, que abrange as freguesias de Ribeirão e Lousado, já se encontra aberta à circulação de veículos em toda a sua extensão. Com perto de dois quilómetros, a Rua de Montoito liga a rotunda de Santana, em Ribeirão, na Estrada Nacional 14, e o Loteamento Industrial da Carvalhosa, na freguesia de Lousado, até ao entroncamento com a Estrada Municipal 508/1, tendo resultado de um investimento municipal superior a um milhão de euros.

O obra resultou de uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão e a empresa multinacional Continental Mabor, que beneficiou um dos mais importantes polos industriais do Norte do país, onde pontuam empresas como a Continental, a Leica e a Rsteel, entre muitas outras, e faz parte do processo de melhoria de acessibilidades para a zona industrial, incluído no processo de criação de alternativas à Nacional 14, entre Famalicão, Trofa e Maia, e para a zona residencial de Lousado.

A primeira fase da obra do novo troço viário – desde a rotunda de Santana até à zona industrial onde está implantada a Continental Mabor – foram executados pelo Município de Famalicão, sendo que o restante arruamento ficou a cargo da multinacional, estando atualmente em curso trabalhos de colocação de marcas rodoviárias, passeios e iluminação pública.

A empreitada inclui ainda a criação de um acesso público entre a Rua da Circulação e a Rua de Montoito, que ainda não está concluído, através de um viaduto que existe no local e que passou para o domínio público por acordo concretizado no início deste mês entre o Município e a Continental Mabor.

“Foi dado um passo importante no que refere à melhoria da gestão rodoviária a sul do concelho” destaca o Presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, demonstrando-se ciente da importância deste troço. “É uma nova estrada, segura e eficiente, que permitirá às empresas crescer ainda mais, sem prejuízo para os que residem nesta parte do concelho”, acrescenta.

Vaga de calor anunciada pelo governo não se sentirá de forma tão intensa no norte

O governo anunciou, ao início da manhã desta quarta-feira, uma vaga de calor para os próximos dias que se deverá estender pelo mês de setembro.

Analisados alguns dados relativos à previsão da meteorologia pode-se concluir a vaga de calor anunciada não se sentirá de forma tão intensa na zona norte do país.

Até ao dia 26, e tendo por base a previsão para Vila Nova de Famalicão, a temperatura mais alta que se deverá registar será de 34 graus nos dias 19, 20 e 22 deste mês.

A situação acaba por ser ligeiramente diferente com máximas a rondar os 37 e os 40 graus já este fim de semana em algumas regiões do centro do país.

Este fim-de-semana há Mel – Piquenique das Artes em Famalicão

O Mel – Piquenique das Artes está de regresso nos dias 19 e 20 de agosto, tendo como palco o Parque da Devesa. O festival, que vai na 6.º edição, arranca esta sexta-feira pelas 16h00 com a «Câmara Obscura», serviço de aprendizagem que vai funcionar durante os dois dias do evento, e termina no sábado com a atuação da banda Killimanjaro, pelas 23h15. A entrada é gratuita.

“Evento artístico, multicultural, interdisciplinar e inclusivo, tendo a consciência, ecologia e cidadania como valores centralizadores de todo o projeto”, é assim que o Mel – Piquenique das Artes é descrito pela organização, a associação cultural famalicense, Elogio Vádio.

Fazendo jus à sua denominação, haverá piquenique em ambos os dias do evento a partir das 20h00, seguido de programação cultural heterógena nas duas noites do festival.

Na sexta-feira, a programação arranca com a projeção do documentário «Às de Espadas» de Rúben Marques, pelas 21h30, seguido do concerto de Luiz Caracol, pelas 22h30. Já no sábado, dia 20, há a apresentação do projeto audiovisual «Bem-Vindos ao Antropoceno», pelas 21h, seguido do grupo musical Baleia, Baleia, Baleia , que atua às 22h, terminando com o concerto dos Killimanjaro, pelas 23h15, que fecha a edição deste ano.

Destaque também para o serviço de aprendizagem «Câmara Obscura», que funcionará durante todo o festival, uma atividade em torno da experimentação do fenómeno do aparelho ótico que está na base da fotografia e que propõe uma viagem ao interior de uma câmara escura.

Refira-se que o Mel – Piquenique das Artes conta com o apoio do Município de Vila Nova de Famalicão desde a primeira edição, que aconteceu no primeiro fim-de-semana de agosto de 2017, tendo-se repetido nos mesmos períodos de 2018 e 2019. Este ano marca o regresso do festival ao seu formato original após duas edições (2020 e 2021) integradas na programação do ANIMA- TE, o programa de animação sociocultural de verão promovido pela autarquia.

MEL :: PIQUENIQUE DAS ARTES – Programa

Sexta-feira, 19’agosto

16:00 | Serviço de Aprendizagem: CÂMARA OBSCURA | (fotografia)

20:00 | Piquenique

21:00 | ÁS DE ESPADAS, de Rúben Marques (cinema)

22:30 | LUÍZ CARACOL (música)

Sábado, 20’agosto

16:00 | Serviço de Aprendizagem: CÂMARA OBSCURA (fotografia)

20:00 | Piquenique

21:00 | BEM-VINDOS AO ANTROPOCENO (música e vídeo)

22:00 | BALEIA, BALEIA, BALEIA (música)

23:15 | KILIMANJARO (música)

Mais informações em www.melpiquenique.com .

Famalicão: Campicarn compra duas fábricas no centro do país

A Campicarn, indústria de carnes, sediada em Vila Nova de Famalicão, adquiriu duas fábricas em Torres Novas.

As unidades fabris agora adquiridas têm uma área coberta total de cerca de 11 mil metros quadrados e ficam situadas na zona industrial e logística da Zibreira.

Este investimento irá resultar num claro aumento da capacidade produtiva da marca famalicense.

 

Gondifelos com a tradicional e secular Feira das Cebolas

Gondifelos volta a receber, no último fim de semana de agosto, a Feira das Cebolas que integra a Mostra Associativa da Freguesia.

É o Parque de Lazer de Gondifelos que, uma vez mais, recebe esta tradicional e secular feira.

O programa inicia-se às 14h00 de sábado, 27 de agosto.