Famalicão: Jorge Paulo Oliveira insiste num Plano de Despoluição da Bacia Hidrográfica do Ave

Em campanha eleitoral, o deputado Jorge Paulo Oliveira falou do ambiente, reivindicando do Estado um Plano de Despoluição da Bacia Hidrográfica do Ave e sublinha ser imprescindível que abranja todos os municípios responsáveis pelos recursos hídricos da Bacia.

O candidato do PSD, na lista pelo círculo eleitoral de Braga, visitou na freguesia de Bairro as margens do Rio Ave na sua interseção com o Rio Vizela, seu maior afluente, tendo alertado para a importância que deve ser concedida a todo este ecossistema.

Já em Riba de Ave, numa visita às margens do Rio Ave guiada pelo responsável da H2Ave – Associação Movimento Cívico para a Dinamização e Valorização do Vale do Ave, ficou a conhecer o trabalho desenvolvido no domínio da preservação ambiental, nomeadamente na revitalização das margens daquele rio.

Na opinião de Jorge Paulo Oliveira, não faltam bons exemplos de intervenções na recuperação de açudes e suas azenhas, na dinamização de praias fluviais, no restauro de pontes históricas e na proteção dos ecossistemas ribeirinhos. Temos, por isso, o dever de despoluir e revitalizar esta bacia hidrográfica. Mas isso só é plenamente alcançável se formos capazes de garantir um rio ambientalmente protegido e patrimonialmente preservado», argumenta.

«É absolutamente fundamental o envolvimento de todos os municípios e entidades num trabalho conjunto que preveja e calendarize medidas de vigilância, prevenção, controlo e mitigação, por forma a potenciar os investimentos públicos e privados já realizados e a fomentar outros, tendo em vista a tão desejada despoluição, que permitiria devolver o rio às comunidades e, por essa via, incrementar os níveis de qualidade de vida», defende.

O candidato recordou que a Câmara Municipal de Famalicão apresentou, recentemente, uma candidatura de 1,2 milhões de euros ao COMPETE 2020, numa parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente, para a execução do projeto de recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave, nomeadamente os Rios Ave, Pelhe, Guisande e o ribeiro de Beleco, em Ribeirão.

 

A partir desta sexta-feira e até domingo: Festa do Senhor em Arnoso Santa Maria

Arnoso Santa Maria está em festa a partir desta sexta-feira e até domingo. A Festa do Senhor arranca com a celebração de uma eucaristia, seguindo-se um momento de animação musical com cantares ao desafio.

No sábado o destaque vai para a atuação do grupo “Toka & Dança” que antecede a sessão de fogo de artifício, agendada para as 00h00.

No último dia, domingo, pela manhã há eucaristia em honra do Santíssimo Sacramento e da parte da tarde a procissão com a Banda de Arnoso.

Cartaz completo:

Joane: Pres. da Junta denuncia falta de civismo da população junto aos ecopontos

O Presidente da Junta de Joane recorreu às redes sociais para reportar mais um episódio de falta de civismo relacionado com o lixo.

Segundo António Oliveira, é recorrente o uso do espaço em redor aos ecopontos para depositar lixo não doméstico e, por isso, incompatível para a recolha pela empresa responsável pelo tratamento dos resíduos.

O autarca utilizou uma imagem recolhida junto ao ecoponto da zona da ilha para ilustrar o problema.

António Oliveira apela, uma vez mais, para o uso adequado dos ecopontos.

Semana Europeia do Desporto passa por Famalicão

No mês em que se celebra a Semana Europeia do Desporto e integrado no Beactive Night em Família, Vila Nova de Famalicão recebe, na noite do dia 24 de setembro, uma corrida/caminhada de 5km, em simultâneo com igual iniciativa que decorre no Jamor.

A prova realiza-se a partir das 21 horas, no Parque da Devesa, com partida e chegada no parque de estacionamento do Citeve.

Inscrições gratuitas até 21 de setembro no site da Runporto.

Este fim de semana em Famalicão: Praça recebe festa do Melão Casca de Carvalho e do Vinho Verde

«Verde Melão» é o nome da iniciativa que celebra dois emblemáticos produtos da região: o vinho verde e o melão casca de carvalho. De 19 a 21 de agosto, a Praça – Mercado Municipal de Famalicão recebe perto de uma dezena de produtores, numa festa que inclui um dia dedicado ao emigrante famalicense.

Promovido pelo Município de Famalicão, «Verde Melão» conta com a presença de três produtores de melão casca de carvalho do concelho – Aires Mesquita, Augusto Martins e Joaquim Gonçalves -, um produto de características únicas muito dependente das condições climatéricas e da existência de um microclima favorável que só existe entre o Minho e Douro Litoral.

O certame contará ainda com três produtores de vinho – Casa Agrícola de Compostela, Vinhos Castro e Frutivinhos -, bem como produtores de fumeiro – Fumeiro do Fernando, Fumeiro Rosa Mendes e Talho Divino Salvador – do concelho.

Para além da venda e degustação dos produtos típicos da região, a iniciativa prevê ainda a realização do showcooking «Ideias de utilização do melão casca de carvalho e harmonizações», a cargo do Chef residente da Praça, Álvaro Costa, no sábado, dia 20, a partir das 16h00.

O segundo dia do certame é dedicado à comunidade emigrante que por esta altura do ano está de regresso às origens e com muita vontade de voltar a saborear os produtos da terra. A Festa do Emigrante acontece no sábado à tarde, com um momento de boas-vindas e sessão de networking.

Também não vai faltar animação musical no «Verde Melão», com o concerto de Maria do Sameiro, no dia 19, e de Costinha, no dia 21, ambos com início pelas 18h00, e DJ Sets nos dias 19 e 20 de agosto, a partir das 21h00.

Potenciar e valorizar os produtos tradicionais do concelho e da região junto dos famalicenses e da comunidade emigrante é o grande objetivo da iniciativa «Verde Melão», promovido pelos pelouros do Turismo e Relações Internacionais do Município de Vila Nova de Famalicão.

Mais informações e toda a programação em www.famalicao.pt .

Ténis: Famalicense Mafalda Guedes vence em Aveiro Torneio Sénior da Federação daquela modalidade

Mafalda Guedes participou entre 13 e 16 de Agosto no torneio sénior da Federação Portuguesa de Ténis: ” As salinas de Aveiro B ( *** ) ” organizado pelo Clube Ténis de Aveiro.
Nos quartos-de-final a Mafalda defrontou a atleta Beatriz Neves do Clube de Ténis da Amadora e triunfou por expressivos 6-0 ; 6-1.
Nas Meias-finais a perspetiva era grande pois a Mafalda defrontava a cabeça de série número 1 e jogadora várias vezes internacional nas camadas mais jovens e que treina e joga nos Estados Unidos: a Mariana Campino do Clube de Ténis Paço Lumiar. Este jogo entre as principais favoritas à conquista do torneio foi equilibrado mas a Mafalda com uma exibição consistente e convincente, levou a melhor com os parciais de 7-5 ; 1-6 ; 6-2.
Na final a Mafalda encontrava a atleta Nicole Giannini do Beloura TA e fez jus ao seu favoritismo vencendo por 6-1 ; 6-1.
Este torneio antecede o campeonato nacional de juniores ( sub-18 ) que se realiza entre 23 e 28 de Agosto e que a atleta Famalicense da Escola de Ténis da Maia participará.

Já abriu: Nova circular na zona industrial a sul de Famalicão

A nova via estruturante do Parque Empresarial Terra Negra, que abrange as freguesias de Ribeirão e Lousado, já se encontra aberta à circulação de veículos em toda a sua extensão. Com perto de dois quilómetros, a Rua de Montoito liga a rotunda de Santana, em Ribeirão, na Estrada Nacional 14, e o Loteamento Industrial da Carvalhosa, na freguesia de Lousado, até ao entroncamento com a Estrada Municipal 508/1, tendo resultado de um investimento municipal superior a um milhão de euros.

O obra resultou de uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão e a empresa multinacional Continental Mabor, que beneficiou um dos mais importantes polos industriais do Norte do país, onde pontuam empresas como a Continental, a Leica e a Rsteel, entre muitas outras, e faz parte do processo de melhoria de acessibilidades para a zona industrial, incluído no processo de criação de alternativas à Nacional 14, entre Famalicão, Trofa e Maia, e para a zona residencial de Lousado.

A primeira fase da obra do novo troço viário – desde a rotunda de Santana até à zona industrial onde está implantada a Continental Mabor – foram executados pelo Município de Famalicão, sendo que o restante arruamento ficou a cargo da multinacional, estando atualmente em curso trabalhos de colocação de marcas rodoviárias, passeios e iluminação pública.

A empreitada inclui ainda a criação de um acesso público entre a Rua da Circulação e a Rua de Montoito, que ainda não está concluído, através de um viaduto que existe no local e que passou para o domínio público por acordo concretizado no início deste mês entre o Município e a Continental Mabor.

“Foi dado um passo importante no que refere à melhoria da gestão rodoviária a sul do concelho” destaca o Presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, demonstrando-se ciente da importância deste troço. “É uma nova estrada, segura e eficiente, que permitirá às empresas crescer ainda mais, sem prejuízo para os que residem nesta parte do concelho”, acrescenta.