Famalicão: Jovem atropelada na Avenida 25 de abril

Uma jovem foi, na tarde deste sábado, atropelada no centro da cidade de Famalicão.

O acidente aconteceu por volta das 14h50 e para o local foram acionados as duas corporações de bombeiros do concelho.

A vítima deverá ser encaminhada para uma unidade hospitalar da região.

Não há informação sobre o seu estado de saúde.

22 Comments

  1. Fatima Silva Silva os peões pensam que os carros param do nada. Se só passassem quando o carro parar, não havia estes acidentes.
    Em pleno ano 2022 ainda nao sabem passar em passadeiras, o que fará as crianças. A minha filha de 10 anos ensina a muitos adultos e adolescentes.

  2. Pedro Campos Se têm dúvidas veja,alguns condutores na av.general Humberto delgado,e a obstrução de uma via no sentido sul norte junto a retunda.Bernardino Machado ,onde estão as autoridades?

  3. Depois de ler todos os comentários constato que é exatamente o que penso… e tudo deles (peões) até às cabras olham antes de passar!!!! Sim porque elas ainda não têm joguinhos de computador em que depois de caíram e serem atropelados estão logo como se não fosse nada, e com uma nova vida. Andem atentos à VIDA porque só temos uma “ACORDEM”

  4. Esta tarde dei passagem a uma ou um jovem (não consegui ver a cara) tinha um capuz a tapar toda a cabeça e ia ao telemóvel.Nesta mesma passadeira tive de parar porque o jovem nem olhou.Depois é coitadinho foi atropelado na passadeira. Há regras para os dois lados.Desejo rápidas melhoras a este jovem atropelado hoje.

  5. Raramente os peões param para ver se podem passar com segurança, a atenção e cuidados têm que ser para os dois lados, condutores e peões

  6. Muita velocidade nas estradas de Famalicão e continuamos a assistir a muita ausencia policial e depois temos aquelas pessoas que atravessam as passadeiras como se estivessem na passadeira de casa,vejo muito descuido da parte dos peões,temos que ter atençaõ nestas situações…!!

  7. Tanto os condutores como os peões têm que fazer prevalecer as regras. Essa via tem limites de velocidade, como também os senhores peões devem cumprir com as regras de utilização das passadeiras. Mesmo que um veículo circule a uma velocidade de 50km e estando em cima da passadeira o peão não tem qualquer direito de atravessar sem primeiro cumprir com a sua regra de utilização, não é chegar e passar logo, pois mesmo que uma viatura venha a circular no seu limite que impõe a via o acidente se dará na mesma. Ainda esta semana um adulto chegou à passadeira e meteu se sem ver como tudo fosse nosso e um veículo estava mesmo em cima da passadeira. As regras são para todos e todos temos que as cumprir sejam automobilistas ou peões. Aprendi que devo chegar a uma passadeira e parar para depois passar, e, também aprendi no código de estrada que quando temos um peão na passadeira temos que parar. O problema é que as autoridades não aplicam as coimas e havia de haver mais formação para todos

  8. Os peões antes de atravessar a passadeira também têm que olhar e ver já tenho visto pessoas atravessar a passadeira sem olhar

  9. Mais um atropelamento.
    Atravessar as passadeiras nesta cidade é um desafio… Nessa avenida, parece uma auto estrada

  10. Não são as árvores nem é a falta de lombas…é o excesso de velocidade e a falta de atenção…no fundo falta de conhecimento do código da estrada 🤷‍♀️

  11. Não sei como aconteceu, e nem tenho intenção de defender quem quer que seja, mas, ao mesmo tempo, e já defendendo, essas árvores de grande porte “escondem” muitos perigos! Detalhe, as árvores, logicamente, não têm culpa de nada, mas colocar passadeiras junto a elas complica, e pode confundir, um pouco a visão de quem está conduzindo!

  12. O que se passa nessa avenida todos dias sempre a mesma coisa . O presidente da camera Autoridades têm que ver o que se passa se não fazer os condutores deixarem os carros fora da cidade irem a pé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Acidente na praça das portagens em Esmeriz

A manhã desta terça-feira fica marcada por um acidente de viação, na praça das portagens, na freguesia de Esmeriz, em Vila Nova de Famalicão.

O sinistro, um despiste, ocorreu no acesso às portagens e não terá provocado feridos.

A GNR foi chamada ao local e tomou conta da ocorrência.

 

Famalicão: Vai ser criada nova ligação ao Hospital e construído parque de estacionamento público

Esta quinta-feira vai a reunião de Câmara a proposta de uma nova unidade de execução urbanística entre a Avenida 9 de Julho (Estrada Famalicão-Póvoa) e a Rua Norton de Matos, na parte norte do Hospital.

A área abrange 23.490 m2, com proposta para 3.274m2 de terreno para parque de estacionamento público; uma parte destinada a edificação, com zonas comerciais e de serviços, e outras destinadas à habitação.

Esta proposta urbanística inclui um melhor acesso ao Hospital tanto para ambulâncias como para o trânsito em geral, evitando que os condutores tenham que ir à Rotunda de Santo António.

Na Avenida 9 de Julho será construída uma rotunda que permitirá simultaneamente o acesso à zona do Hospital e ao Talvai.

Esta proposta será analisada e votada na reunião de Câmara desta quinta-feira, seguindo-se um período de discussão pública que terá início no 5.º dia após a publicação do respetivo aviso em Diário da República.

Famalicão: Aparatoso despiste seguido de capotamento em Novais

O final de tarde desta segunda-feira fica marcado por um aparatoso despiste, seguido de capotamento, na Rua das Almas, em Novais, Famalicão.

O sinistro aconteceu cerca das 18h40 e, segundo as primeiras informações, terá deixado ferido um jovem.

(em atualização)

Famalicão: Festejos de Carnaval em Arnoso, Riba de Ave e Ribeirão

Não é só a cidade e Fradelos que vivem com intensidade o Carnaval. Também acontece nas freguesias de Arnoso (Santa Eulália), Riba de Ave e Ribeirão, que vão promover cortejos no domingo, dia 19 de fevereiro, da parte da tarde.

O 38.º Desfile de Carnaval de Rua de Arnoso Santa Eulália, promovido pela Associação Desportiva e Cultural de Arnoso (ADC), começa junto ao Café Extremo, pelas 14h30, e vai percorrer várias ruas da freguesia, terminando no salão polivalente da ADC.

Em Riba de Ave, o Circuito de Foliões sai à rua a partir das 14 horas. A iniciativa, que vai na 7.ª edição, é organizada pela Junta de Freguesia, no entanto, é da responsabilidade das associações a sua dinamização e concretização. A concentração será junto à Igreja Paroquial.

Já Ribeirão acolhe o 17.º Grandioso Desfile de Carnaval da Vila de Ribeirão, organizado pela Associação Recreativa Cultural e Desportiva da Graxa, que arranca em Aldeia Nova, às 14 horas, e termina em frente à sede da Junta de Freguesia, local onde também será feita a entrega dos prémios a concurso.

Famalicão: O galheiro vai arder em Fradelos

No dia 21 de fevereiro, a partir das 22 horas, vai arder o galheiro na freguesia de Fradelos, cumprindo-se, assim, a tradição. Simboliza o final do entrudo e entrada na Quaresma e se arder completamente é sinal de boas colheitas. Com crença ou sem ela, o importante é que todos se divirtam.

Este ano, a queima acontece nos lugares de Ferreirinhos e Sapugal/Quinta.

Anteriormente, a população sai à rua, amontoando os restos das sementeiras, os galhos velhos das árvores e o silvado, em redor de um tronco de pinheiro (galheiro); no topo colocam um boneco a que chamam ‘entrudo’ e pegam-lhe fogo. Os galheiros chegam a atingir os 15 metros de altura e há um despique entre os lugares da freguesia para ver quem queima o maior galheiro.

A queima do galheiro é dinamizada pela associação juvenil Koklus, que também promove o XXIV Desfile de Carnaval nesta freguesia. O corso carnavalesco arranca às 14h30 no Largo dos Reis, sendo que a entrega dos prémios, e término do desfile, acontece na Escola Básica de Valdossos.

Para a dinamização destas atividades, a associação conta com o apoio do IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, do Município de Vila Nova de Famalicão, da Junta de Freguesia de Fradelos e de empresas locais.