Famalicão: PS diz-se «na primeira linha de defesa da maternidade»

O Partido Socialista acusa a coligação PSD-CDS de «usar a maternidade do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA) para fazer demagogia e lançar um clima de alarmismo sobre os famalicenses».
Em comunicado, a Concelhia socialista diz que na última reunião da Assembleia Municipal votou favoravelmente uma proposta da CDU que defendia o Serviço Nacional de Saúde e apelava ao Governo para não encerrar a maternidade de Famalicão. Recorde-se que, no mesmo órgão, votou contra os demais votos apresentados pelos outros partidos que incidiam sobre o eventual fecho do espaço.

Também em setembro foi tornada pública, em vários órgãos de comunicação social, a proposta de reorganização da rede de urgências de obstetrícia e blocos de parto. Segundo o documento, que até ao momento não foi refutado, a Comissão para a Reforma das Maternidades, sugere o encerramento da maternidade de Vila Nova de Famalicão, porque faz menos de mil partos por ano.

O PS assinala que não foi ainda tomada nenhuma decisão e promete estar «na primeira linha de defesa dos interesses dos famalicenses e da maternidade do nosso hospital», acusando o PSD-CDS de «utilizar como arma de arremesso político um documento técnico, sobre o qual não existe nenhuma decisão política».
Os socialistas analisam que há «uma ligeira diminuição populacional registada no último censo» encontrando como causa «as políticas municipais da coligação PSD-CDS. Famalicão regista graves dificuldades para atrair famílias jovens por falta de soluções de habitação e essa é uma responsabilidade da Câmara Municipal».
Muito embora o PS tenha votado contra a proposta do BE para que o Ministro da Saúde fosse ao Parlamento, os socialistas anunciam agora, que por sua iniciativa, Manuel Pizarro «foi convocado para uma audição parlamentar na Comissão de Saúde. O que aconteceu, e só fazia sentido, depois de ter conhecimento cabal do relatório da Comissão de Acompanhamento de Resposta em Urgência de Ginecologia, Obstetrícia e Bloco de Parto».

Reiterando que «os famalicenses podem contar com o sentido de responsabilidade do Partido Socialista perante uma matéria tão importante como esta para as grávidas famalicenses e as suas famílias», os socialistas dão nota que «temos em Vila Nova de Famalicão uma das melhores maternidades do País, que sempre prestou cuidados à população e nunca encerrou mesmo em períodos críticos, graças à sua excelente equipa de médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar».

10 Comments

  1. Somos desgovernados pela maioria PS e o PS está na linha da frente na defesa da maternidade , a culpa será do Ventura , do PSD, do PCP , será do povo 🙄🤔 ????

  2. Ontem ouve uma informação,, na praceta Lino Lima junto á câmara e não vi ninguém do PS ,, é só treta,,, iniciativa do PCP

  3. Se o PS está na primeira linha de defesa da maternidade, quer dizer que vai mesmo fechar. 🤔

  4. Já não sei quem mente mais!!!???…. penso k deveriam defender o real interesse das mulheres na posição de mães, sejam de k cor politica Rosa ou outra qualquer! Pois quem vos trouxe ao mundo foi uma mulher… Mostrem mais enteresse as as proteger visto k tem sido uma vergonha, lutem por melgores condições e por manter a maternidade. Pois quem sofre são as pobres coitadas e inumeras crianças que vem ao mundo em más condições.

  5. Agora Depois muitas Críticas??!! Mas não é para Confiar??? A mentira está sempre á frente no Socialistas..o exemplo Antônio Costa 😁😁

  6. A partir do momento em que o PS de Famalicão e o Eduardo Oliveira, defenderam nas últimas autárquicas, a construção de um novo hospital em Famalicão e recentemente votado contra a audição do Ministro da Saúde… Está tudo dito… Olha para o que eu digo é não olhes para o que eu faço. 🙈

  7. Como famalicense espero que tenham capacidade política para influenciar os membros e governantes do PS para a importância da manutenção da maternidade em Famalicão…

  8. Desde o primeiro momento…
    Desde sempre ao lado de Famalicão e dos Famalicenses.
    Estaremos, como sempre estamos ao lado do melhor para Famalicão e para os nossos concidadãos.
    Não fazemos demagogia nem usamos suposições para alarmar a comunidade e com isso prejudicar os nossos conterrâneos….
    O Serviço Nacional de Saúde sempre foi uma bandeira do PS ao contrário dos que nos últimos dias tem vindo a público única e simplesmente com a intenção de fazer política de ocasião esquecendo-se das tomadas de posição na assembleia da república e do próprio partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Leve roupa ou bens alimentares para o “Estendal Solidário”

A quarta edição do Estendal Solidário, do Sporting Clube Cabeçudense, realiza-se na manhã de domingo. A participação na caminhada de 8km e nos 25km de BTT tem o “custo” de uma peça de roupa ou de um bem alimentar. Todos os bens recolhidos durante o evento serão entregues à Conferência Vicentina de S. Cristóvão de Cabeçudos e à Associação Dar as Mãos.

O Estendal Solidário começa no recinto do SC Cabeçudense com uma aula de zumba, às 9 horas, estando agendada a partida da caminhada e do passeio BTT às 9h45.

O Pai Natal chega domingo a Famalicão

A chegada do Pai Natal à cidade de Famalicão está prevista para este domingo, às 15 horas.

No mesmo dia decorre a abertura da Cabana Solidária, instalada na Praça 9 de Abril. O espaço, que serve de ponto de recolha da solidariedade dos famalicenses para com os mais necessitados, estará aberta das 10 às 12h30 e das 14h30 às 18 horas até ao dia 23 de dezembro. Já no dia 24, apenas abre durante a manhã (10 às 12h30).

Dia 18, às 15 horas, começa a concentração para a parada a sair dos Paços do Concelho, bem como o desfile de Pais Natal, Associações de bicicletas e Bombeiros Famalicenses e a sua Fanfarra, com um pequeno percurso pelas ruas da cidade, até à Cabana Solidária.

Famalicão: Aqueça a solidariedade com as meias da HumanitAve

Depois do sucesso da última campanha natalícia, a HumanitAVE – Associação Emergência Humanitária reedita o projeto solidário “Meias com Sonhos”.
Ao comprar as meias solidárias está a ajudar a associação a ajudar os outros.
Que este Inverno «seja amor e calor, com os pés bem quentinhos, iremos aquecer todos à nossa volta e ajudar os que mais precisam, caminhando em direção a um mundo mais justo e solidário», apela a HumaniTAVE.

Nova rede de transportes com 152 autocarros e mais de 1100 ligações diárias

A AVE Mobilidade disponibiliza, desde o primeiro dia deste mês, transportes públicos de passageiros ao serviço de Vila Nova de Famalicão, Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Mondim de Basto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho e Vizela. São 152 autocarros para mais de 1100 ligações diárias.

A nova oferta representa uma aposta da Comunidade Intermunicipal do Ave na melhoria da mobilidade na região, caraterizando-se pela eficiência e modernidade. Toda a rede estará disponível na web e nas plataformas especializadas em mobilidade e no próprio site da Autoridade de Transportes da CIM do Ave.

O presidente desta Autoridade de Transportes, Domingos Bragança, afirma que «a nova concessão de transporte público rodoviário de passageiros no território da Comunidade Intermunicipal do Ave constitui um marco na promoção da sua coesão territorial e social. “Ligamos pessoas e lugares”, o que nos deixa muito satisfeitos e, sobretudo, nos responsabiliza por uma oferta de transporte público compatível com aquelas que são exigências atuais».

Sérgio Soares, CEO da Transdev Portugal (detentora do contrato) nota que «uma política de transporte público rodoviário que vise responder às verdadeiras necessidades das populações tem de passar por dar mais oferta de transporte às pessoas. Só com uma elevada densidade de circulações é que os transportes públicos podem cumprir todo o seu potencial em matéria de transição energética, descarbonização da economia e afirmar-se como verdadeira alternativa ao transporte individual. É esta a visão partilhada pela Autoridade de Transporte desta região, que fez um esforço assinalável para melhorar a sua rede de oferta rodoviária».

A nova operação AVE Mobilidade implica mais de 200 postos de trabalho e proporciona viagens a 1, 2 e 3 euros aos passageiros que viajem entre 17 e 31 de dezembro. Esta campanha promocional aplica-se aos bilhetes adquiridos a bordo e o valor é calculado pela origem e destino; as viagens com origem e destino no mesmo município terão um valor de 1€; as viagens com origem e destino nos diferentes municípios da CIM do Ave terão um valor de 2€; e as viagens com origem ou destino fora dos municípios da CIM do Ave terão um valor de 3€.

Famalicão: Colombatto quer vencer Tondela para continuar «com vida» da Taça da Liga (c/vídeo)

O médio Santiago Colombatto fez, ao início desta tarde, a antevisão ao jogo entre o Futebol Clube de Famalicão e Clube Desportivo Tondela, da 4.ª jornada do Grupo H da Allianz Cup.

Para o jogo, que decorre a partir das 20.45 horas desta sexta-feira, no Estádio Municipal de Famalicão, o argentino antecipa um jogo difícil, «mas temos de ganhar para continuar a lutar pelo apuramento». O médio vê a vitória como a única solução para que o clube tenha, como diz, «vida» nesta competição. Reconhece, ainda, que a equipa «tem de se apresentar diferente e temos que o demonstrar dentro da campo, por nós e pelos adeptos».

Famalicão: Francisco Zamith bate recorde nacional dos 1500m Livres

Francisco Zamith, do Grupo Desportivo de Natação, estabeleceu este sábado, um novo recorde nacional na prova dos 1500L Master – escalão C, cumprindo a distância em 18:09:40
O feito do nadador foi alcançado na Piscina Rota dos Móveis, em Paredes, onde decorre o Troféu Fundo Masters da Associação de Natação do Norte de Portugal.