FENPROF diz que não estão reunidas as condições para a abertura das escolas

A Fenprof não equaciona a greve, mas considera que não estão reunidas as condições para a abertura das escolas entre 14 e 17 de setembro porque, no seu entender, faltam testes, não existem regras de distanciamento e porque não há proteção para os professores que pertencem ao grupo de risco.

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, diz que o Governo teve dois meses para criar as condições necessárias que permitam o ensino presencial.

O dirigente afirma, ainda, que tentou reunir com o Ministério da Educação e com a Direção-Geral da Saúde para discutir as condições para a reabertura das escolas, mas nunca obteve resposta.

A Fenprof mostra-se preocupada com o que diz serem falta de testes nas escolas, o não distanciamento no primeiro ciclo e pré-escolar (onde estão previstas turmas de mais de 20 alunos e sem máscaras) e não haver proteção para os professores em grupo de risco (cerca de 12 mil, segundo a Fenprof).

Famalicão: Escola D. Sancho I em mobilidade na Polónia

Quatro alunos e duas professoras do Agrupamento de Escolas D. Sancho I estiveram, entre 2 e 6 de maio, na Polónia, para participar na última mobilidade do projeto “The Cultural Heritage of Our Land: from Art to Fork”.

Durante uma semana, tiveram a oportunidade de interagir com os países parceiros do projeto – Polónia, Chipre, Grécia, Bulgária e Itália – e de aprofundar o tema “desperdício alimentar”. Neste âmbito, elaboraram apresentações sobre o tema “bancos alimentares”, tão pertinente tendo em conta a guerra que se vive na Ucrânia. Participaram, ainda, em workshops – Workshop de Chocolate e de “Cebularz”.

No decurso desta visita, os alunos ficaram a conhecer melhor as tradições e a cultura polacas, através da realização de jogos lúdico-pedagógicos e da participação numa aula de danças folclóricas. Foram, também, surpreendidos com uma aula interativa de Polonês. Paralelamente, visitaram os principais pontos de interesse das cidades de Puławy, Varsóvia e Lublin. A semana terminou com uma visita de jipe pelas ravinas de Kazimierz Dolny e com um almoço convívio.

Na perspetiva dos responsáveis, a mobilidade à Polónia revelou-se «uma experiência única e inesquecível, pois promoveu não só o relacionamento interpessoal de jovens com diferentes conhecimentos, culturas e realidades, como também permitiu constatar que as preocupações sobre diversos temas, como o desperdício alimentar, a insegurança e os refugiados são comuns aos diferentes países».

Segundo a análise das docentes, «ficou bem evidente a necessidade de nos unirmos na tomada de consciência destes problemas e na colaboração conjunta no sentido de encontrar soluções que ajudem a preservar o planeta e melhorar a comunicação entre os cidadãos e os diversos países, nomeadamente os que fazem parte da União Europeia».

Consideram, por isso, que «este projeto é uma mais-valia na formação pessoal e académica dos alunos e é determinante para o seu enriquecimento cívico, ambiental e social».

Famalicão: Agrupamento D. Maria II realiza mega piquenique do pré-escolar

Com base num ensino de qualidade e de proximidade à natureza, o departamento da Educação Pré-Escolar do Agrupamento de Escolas D. Maria II promoveu, no dia 12 de maio, um mega piquenique/convívio, no Parque da Devesa, envolvendo todos os Jardins de Infância do Agrupamento. Esta atividade teve a colaboração dos Serviços Educativos do Parque da Devesa-CEAB e do grupo “José Pedro Sampaio – Atividades Educativas, Unipessoal Lda”.

Neste evento, as crianças puderam desfrutar de todas as potencialidades do parque bem como de uma série de atividades desportivas organizadas para o efeito, num saudável ambiente de convívio com os amigos e com a natureza.

«Parabéns a todas as educadoras e assistentes operacionais envolvidas no projeto bem como a todos os animadores que proporcionaram às crianças dos nossos Jardins de Infância momentos de suprema felicidade», refere a direção do Agrupamento.

Famalicão: Alunos da Camilo em Erasmus na Grécia

Seis alunos, com idades entre os 9 e os 13 anos (do 4.º ao 6. Ano) do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, participaram numa atividade de mobilidade do programa Erasmus +, cujo destino foi a Grécia.

Desenvolveram atividades em contexto escolar e local, em Alexandria, em Salónica, Veria Vergina, Dion e no Monte Olimpo. Estiveram em contacto com a história do povo grego e conheceram de perto a relação deste povo com a escultura. Deste modo, participaram em workshops e efetuaram visitas.

Esta participação, na segunda mobilidade para fins de aprendizagem do The Arts Ring, teve por objetivos desenvolver o trabalho de autonomia, de conhecimento pessoal, de interação social, mas também motivar o pensamento crítico e criativo, o sentido de cooperação, a responsabilidade cívica na defesa das artes e a experimentação de novas abordagens ao ensino. É uma oportunidade para melhorar a comunicação em língua inglesa e perceber a importância da multiculturalidade.

Regressaram emocionados pelo excelente trabalho desenvolvido pela escola de receção, 1o Dimotiko Sxoleio Alexandrias, e tiveram a oportunidade de ver e passar o “portão do Olímpo”, de mãos dadas com os colegas turcos, búlgaros, espanhóis, gregos e, virtualmente, com os italianos.”

Nos próximos dias, estes alunos, irão partilhar a experiência e o conhecimento apreendido, com os seus pares nas suas escolas.

Mais de 750 produtos sem glúten na Mercadona

A Mercadona continua a aumentar a diversidade de produtos sem glúten e celebra hoje, 16 de maio, o Dia Internacional do Celíaco, mantendo o seu compromisso com todos os “Chefes” (clientes) intolerantes ou alérgicos a esta proteína.

Neste hipermercado, os produtos isentos de glúten estão devidamente identificados com um selo exclusivo (SEM GLÚTEN) na embalagem para facilitar no ato de compra. Além disso, a empresa oferece um serviço gratuito de Apoio ao Cliente através do 800 500 220 para canalizar dúvidas e sugestões, encaminhando-as diretamente para os especialistas e fabricantes dos produtos.

Atualmente, a Mercadona possui em Portugal cerca de 750 produtos livres desta proteína: bolo de chocolate sem lactose; pão de hambúrguer; mini gelados sabores variados; cereais recheados de chocolate e avelã; biscoito revestido de chocolate; nuggets de peru; massa folhada; cerveja sem álcool; sidra de maçã; sidra de morango; tostas; croquetes de presunto; pizza de fiambre e queijo sem lactose; molho fresco de trufa; massa tipo penne; cocktail frutos secos tostados sem sal; tarte de queijo; madalenas.

Nesta “Semana do Celíaco” pode encontrar, tanto nas lojas como nos canais oficiais da Mercadona, ações de sensibilização da sociedade para esta doença, esclarecendo dúvidas, ouvindo e oferecendo algumas opções de receitas, destacando o sortido sem glúten. A Mercadona dispõe, ainda, no seu website, de uma seção de conselhos sobre alimentação, no qual podem ser encontradas algumas sugestões de receitas sem glúten, como pizzas ou snacks.

A empresa trabalha para oferecer produtos com a máxima segurança alimentar e a melhor qualidade a preços imbatíveis.

Os mais recentes estudos sobre o tema dão conta de que em Portugal a doença celíaca pode afetar cerca de 1% da população. No entanto, crê-se que apenas cerca de 15.000 casos tenham sido diagnosticados, sendo, por isso, uma doença largamente subdiagnosticada, e cujo número real de celíacos possa oscilar entre os 70.000 e os 100.000 em Portugal.

Colaboração com Associações

A Mercadona mantém um compromisso importante com a comunidade celíaca nos locais onde está presente, pelo que colabora, há dois anos, com a Associação Portuguesa de Celíacos (APC). Esta colaboração visa desenvolver ações conjuntas com a finalidade essencial de formar e informar o consumidor celíaco e os seus familiares, promovendo o direito dos consumidores à informação e sensibilizando a sociedade para as características da doença celíaca.

 

Famalicão: Jorge Moreira da Silva testa positivo à covid e altera agenda de campanha

Nas redes sociais, o candidato à presidência nacional do PSD comunicou, esta segunda-feira, que testou positivo à covid-19, «pelo que terei de suspender a minha participação presencial nos eventos previstos para os próximos dias».
O famalicense Jorge Moreira da Silva avança que alguns dos encontros terão de ser alterados para um formato virtual e outros terão de ser reagendados. «Em breve darei mais informações sobre as alterações de agenda», esclarece.
Entretanto, a formalização da sua candidatura será feita esta segunda-feira, pelas 18 horas, na sede nacional do PSD, pelo coordenador da candidatura, Miguel Goulão, e pelo diretor de Campanha, Carlos Eduardo Reis, com a entrega das assinaturas dos militantes subscritores, do orçamento da campanha e da moção de estratégia global».
As eleições diretas no PSD estão agendadas para o dia 28 de maio.

Tondela e Belenenses SAD descem; Moreirense vai ao play-off

Fechadas as partidas das equipas que lutavam pela manutenção na I Liga, o Tondela, que empatou com o Boavista, a dois golos, desce de divisão, tal como o Belenenses SAD que empatou a zero em Arouca.

O Moreirense que despachou o Vizela, por 4-1, vai disputar o play-off.

As restantes partidas da última jornada disputam-se ainda este sábado e no domingo, com o FC Famalicão a receber o Braga, às 18 horas.

(Foto: Moreirense FC)