Inscrições das Escolas ao Parlamento dos Jovens terminam domingo

Estão abertas as inscrições para o programa Parlamento dos Jovens, em parceria com o Instituo Português do Desporto e Juventude (IPDJ), destinadas aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos e secundário, do ensino público, privado e cooperativo.

Este ano, o tema são as “Fake News: o impacto da desinformação na democracia”.

As escolas têm até dia 24 de outubro para submeter a sua inscrição, sendo que o Regimento do Parlamento dos Jovens inspira-se nas regras de funcionamento da Assembleia da República.

Aliás, o Programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República que se desenvolve em parceria, no caso do Ensino Secundário, com o Ministério da Educação, através do Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. (IPDJ).

O objetivo do Parlamento dos Jovens é dar a conhecer a Assembleia da República, o significado do mandato parlamentar, as regras do debate parlamentar e o processo de decisão do Parlamento, enquanto órgão representativo de todos os cidadãos portugueses; educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política, bem como promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões e incentivar para a reflexão e debate sobre um tema.

Culmina com a realização anual de duas sessões nacionais na Assembleia da República: uma sessão destinada aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e uma sessão para os alunos do ensino secundário.

Para mais informações, os interessados podem contactar os serviços de Braga do IPDJ.

 

Famalicão: Refeições escolares ficam (muito) mais caras ao município

No próximo ano letivo, a Câmara Municipal de Famalicão vai pagar mais pelo serviço de refeições escolares. Por ausência de propostas no concurso anterior, a Câmara teve que subir o preço por refeição que foi adjudicado por 2,79 euros, mais IVA.

O valor global para as refeições no próximo ano letivo é superior a 6 milhões 307 mil euros.

No âmbito do novo acordo de descentralização de competências, assinado na semana passada, o valor a transferir pelo Estado é de 2,75, mais IVA. O diferencial de quatro cêntimos terá que ser assumido pelo município de Famalicão, «mas também vamos desenvolver diligências, com outros municípios, para que, tal como o acordo com o Estado prevê, possamos ainda ser ressarcidos destes quatro cêntimos», ambiciona Mário Passos. O autarca lembra que estão em causa muitos milhares de refeições, o que perfaz muito dinheiro.

Ainda assim, e recordando o acordo de descentralização de competências, o presidente da Câmara recorda que houve uma melhoria significativa da proposta do Governo, uma vez que inicialmente propôs pagar aos municípios 1,46 cêntimos por refeição.

Só o orçamento de 2023 trará vertidos estes valores agora acordados com o Estado.

Greve dos trabalhadores da IP vai afetar circulação de comboios nos dias 1, 3 e 5 de agosto

A organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal (gestor da infraestrutura ferroviária) convocou uma greve para os dias 1, 3 e 5 de agosto e a Comboios de Portugal (CP) prevê «fortes perturbações» na circulação.

Em comunicado, a CP reporta que, «por motivo de greve convocada por organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios, a nível nacional, em todos os serviços, nos dias 1, 3 e 5 de agosto de 2022».

Está prevista a realização de serviços mínimos nos dias da greve, sem prejuízo de poderem ser realizados comboios adicionais, cuja lista pode ser consultada em www.cp.pt

Famalicão: Associação Juvenil Yupi apresenta resultados do projeto de Educação para a Cidadania

A Associação YUPI, o Agrupamento de Gondifelos e a Associação Famalicão em Transição apresentaram, no dia 22 de julho, os resultados do projeto de referência nacional na área da Cidadania, que articularam em conjunto.

A cerimónia aconteceu na Fundação Calouste Gulbenkian e na presença do Ministro da Educação João Costa.

Tratou-se de um projeto piloto de Educação para a Cidadania. No nosso Município aconteceu através do projeto “Cidadania 2.0” coordenado pela Associação YUPI, com o Agrupamento de Gondifelos e Associação Famalicão em Transição. Foi um dos três consórcios escolhidos a nível nacional.

Estas três instituições famalicenses cooperaram intensamente nos últimos 3 anos letivos para a implementação de um projeto no âmbito da Educação para a Cidadania em contexto escolar, em alunos do 3º ciclo. Ao longo deste período foram abordados diversos temas como Direitos Humanos, Igualdade de Género, Aceitação da Diversidade e Não Discriminação, Participação Democrática e Desenvolvimento Sustentável.

Em breve o consórcio disponibilizará um Manual de 31 recomendações em diferentes âmbitos de ação e reflexão sobre a Educação para a Cidadania nas escolas.

 

Famalicão: Alunos fecham ciclo na Engenho com festa

A Engenho realizou a festa de finalistas dos alunos do pré-escolar para assinalar os cinco anos na instituição e a passagem para outro nível de ensino. É sempre um momento marcante para as crianças, para as suas famílias mas também para a instituição.

A festa aconteceu na passada sexta-feira, dia 22 de julho, no Centro de Apoio Comunitário, com a presença de crianças, familiares e educadores.

«Foram 5 anos que a Engenho acolheu, cuidou, educou e viu crescer, nos diferentes domínios, os vossos filhos, crianças de hoje e cidadãos de amanhã. Que continuem a cresce felizes na vossa companhia», referiu o presidente da direção, Manuel Augusto de Araújo, que se dirigiu aos pais, agradecendo também o facto de terem escolhido a Engenho como ” instituição educadora” para os seus filhos.

Nas palavras que dirigiu aos presentes, o responsável enalteceu ainda o profissionalismo e a dedicação dos colaboradores da Engenho, postos à prova em momentos «críticos e de forte adversidade, como os que se têm vivido com a pandemia».

A direção da Engenho recorda que o seu projeto educativo, subordinado ao tema “Minha Terra, Meu Mundo”, está patente em iniciativas, atividades e metodologias específicas, procurando «valorizar a vivência familiar, o diálogo, o convívio e aprendizagem intergeracionais, o gosto pela descoberta e conhecimento dos sítios e do território e o contacto com a natureza».

Este é um projeto global e articulado com os utentes das diferentes respostas sociais e serviços da Associação e agentes/parceiros da Comunidade.

Famalicão: Ângelo Lopes recandidata-se à presidência do Riba d´Ave

O Riba d’Ave Hóquei Clube reúne, esta sexta-feira, em Assembleia Geral, para eleger os corpos sociais. O atual presidente, Ângelo Lopes, recandidata-se para o biénio 2022/2024
O ato eleitoral decorre entre as 19 e as 22 horas, na sede do clube, no Parque das Tílias.
Todos os sócios devem apresentar o respetivo cartão com as quotas atualizadas.

Famalicão: FAC vai a votos esta quinta-feira

O Famalicense Atlético Clube reúne em assembleia geral, esta quinta-feira, pelas 18h30, no salão da Academia de Bilhar, na central de camionagem. Da ordem de trabalhos consta a eleição dos corpos sociais do clube para a nova época desportiva e o atual presidente, Nuno Neves, recandidata-se.

O dirigente leva consigo praticamente toda a direção deste mandato e, quanto a propósitos, Nuno Neves pretende «cimentar este projeto desportivo que é o Famalicense que, na época finda, conseguiu importantes conquistas», designadamente o hóquei em patins que subiu à 1.ª divisão.

A assembleia desta quinta-feira começa com a apresentação do relatório e contas da Direção e parecer do Conselho Fiscal, prossegue com a eleições dos corpos sociais para 2022/2023, continua com a discussão e aprovação do plano de atividades para a mesma época e termina com a discussão de outros assuntos de interesse.