Jorge Paulo Oliveira acusa o Governo de não colocar à disposição do distrito os meios aéreos necessários de combate a incêndios

O deputado famalicense, Jorge Paulo Oliveira, juntamente com outros eleitos do PSD, questionaram o ministro da Administração Interna e o ministro da Defesa Nacional sobre o combate a incêndios rurais em várias zonas do país, incluindo o distrito de Braga.

Segundo os parlamentares, no nível II do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), que vigora entre 15 e 31 de maio, estava previsto que estivessem operacionais no combate aos incêndios vários meios aéreos, «mas muitos desses meios não estão operacionais, deixando alguns distritos sem qualquer meio aéreo de combate aos incêndios, sendo disso exemplo o distrito de Braga», acusam.

Os deputados do PSD frisam que os meios aéreos são «um dos elementos fundamentais de qualquer estratégia de combate» e acusam o Governo de, «pelo quarto ano consecutivo, voltar a falhar redondamente no cumprimento dos calendários que o próprio estabeleceu».

Artista famalicense leva a “Universidade de Bolso” a Guimarães

A presente edição da “Universidade de Bolso”, conferência criada pelo famalicense João Sousa Cardoso, está marcada para os dias 27, 28 e 29 de maio, no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.

Desta vez o tema é a “Coabitação e as novas temporalidades”, concentrado na atualidade dos direitos das minorias étnicas e na elaboração social, ética e estética de uma cultura cosmopolita e transtemporal.

Para quem não conhece, a “Universidade de Bolso” é um programa de construção de conhecimento em regime intensivo que promove o encontro de ideias e experiências sobre um tema proposto.

Esta edição tem convidados de reconhecidos méritos, mas também é aberta à participação da comunidade. Os artistas/pensadores convidados para esta aula pública são: Françoise Vergès, intelectual, escritora e militante francesa que tem desenvolvido um pensamento crítico sobre as relações entre anticapitalismo, ativismo feminista e decolonização; Vladimir Safatle, filósofo brasileiro, docente na Universidade de São Paulo e músico, que tem produzido reflexão sobre a construção política das subjetividades entre a filosofia, a crítica da cultura e a teoria psicanalítica; Mary Enoch Elizabeth Baxter, que também assina com o nome hip‐hop Isis Tha Saviour, artivista norte‐americana que trabalha a relação entre o sistema institucional da justiça (incluindo a justiça reprodutiva), a violência de estado e a comunidade afrodescendente nos Estados Unidos da América.

Svitlana Baptista e Niranjan Sapkota são duas cidadãs radicadas em Guimarães que vão partilhar a experiência de imigração da Ucrânia e do Nepal, respetivamente, para Portugal.

Além dos oradores e dos habitantes locais convidados, esta “Universidade de Bolso” tem ainda os “observadores” que fazem a análise dos três dias de conferência. Este ano, a tarefa está entregue à historiadora francesa Yvane Chapuis – responsável pelo Departamento de Pesquisa na escola de artes La Manufacture, em Lausanne (Suíça) – e a António Guerreiro, crítico cultural e professor na Faculdade de Belas‐Artes da Universidade de Lisboa.
Para participar nesta conferência é necessário inscrever-se, que pode ser no Centro Cultural Vila Flor, Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Casa da Memória ou na Loja Oficina.

Esta conferência internacional é criada pelo artista e docente famalicense João Sousa Cardoso, licenciado em Artes Plásticas e doutorado em Ciências Sociais.

Quarta edição do iTechStyle Summit de 25 a 27 de maio

O CITEVE – Centro Tecnológico das Indústrias do Têxtil e Vestuário, com o apoio do Município de Famalicão – Cidade Têxtil, realiza nos dias 25, 26 e 27 deste mês, no Terminal do Porto de Leixões, a quarta edição do iTechStyle Summit – Conferência Internacional do Têxtil e Vestuário.

Esta é uma das mais importantes reuniões globais do mundo têxtil, tanto em termos de lançamento dos novos desafios do futuro como de enquadramento do setor com a envolvente económica.

O foco desta edição está orientado para as áreas Decarbonização; Novos modelos de negócio; Dupla transição: verde e digital; Revolução nos materiais; e Skills para a indústria.

Para esta edição estão já confirmados diversos oradores de renome. António Cunha (CCDR-n), Lisa-Lang (Climate-KIC), Thomas Gries (RWTH Universidade de Aachen), Giusy Bettoni (C.L.A.S.S.), Elvira Fortunato (Universidade NOVA/CENIMAT/i3N) Antonio-Murta (Pathena), Isabel Furtado (TMG Automotive/COTEC Portugal) e Adriana Dominguez (Adolfo Dominguez) são alguns dos nomes que vão partilhar os seus contributos sobre as tendências atuais, estratégias, oportunidades e desafios.

Trofa recebe o maior evento de Kyokushin de Portugal

Na tarde de sábado, a partir das 14h30, o concelho da Trofa recebe a segunda edição do Open Kyokushin Portugal que vai decorrer no Pavilhão Desportivo da Escola EB 2/3 S. Romão do Coronado.

Depois do sucesso da primeira edição em 2019, este ano esperam-se mais de 100 atletas originários de vários países da Europa. Consciente da importância do Open para afirmação da modalidade em Portugal, o evento conta com o apoio institucional da Embaixada do Japão.

Organizado pela Associação Kyokushin do Ave, pela Associação Kyokushin Kai Portugal e pela Kyzami Martial Arts, com o apoio da Câmara Municipal da Trofa, este é o maior evento nacional de Kyokushin.

Kyokushin é um estilo de karaté dinâmico, baseado nos princípios do “bushido”, caminho do guerreiro, dando ênfase aos conceitos ancestrais como ser rigoroso consigo mesmo e ser compreensivo com seus semelhantes.

Famalicão: Jorge Moreira da Silva testa positivo à covid e altera agenda de campanha

Nas redes sociais, o candidato à presidência nacional do PSD comunicou, esta segunda-feira, que testou positivo à covid-19, «pelo que terei de suspender a minha participação presencial nos eventos previstos para os próximos dias».
O famalicense Jorge Moreira da Silva avança que alguns dos encontros terão de ser alterados para um formato virtual e outros terão de ser reagendados. «Em breve darei mais informações sobre as alterações de agenda», esclarece.
Entretanto, a formalização da sua candidatura será feita esta segunda-feira, pelas 18 horas, na sede nacional do PSD, pelo coordenador da candidatura, Miguel Goulão, e pelo diretor de Campanha, Carlos Eduardo Reis, com a entrega das assinaturas dos militantes subscritores, do orçamento da campanha e da moção de estratégia global».
As eleições diretas no PSD estão agendadas para o dia 28 de maio.

Governo deve mil milhões de euros aos portugueses, acusa Moreira da Silva

Jorge Moreira da Silva acusou, este sábado, o Governo de «embuste» e de ter violado a reforma da fiscalidade verde, encaixando uma receita fiscal de mil milhões de euros, «que tem de ser devolvida» aos portugueses. O famalicense, candidato à liderança do PSD nacional, referiu que em 2015, através dessa reforma, as pessoas «tiveram uma redução do imposto do IRS» de 150 milhões de euros, «através das receitas que foram alcançadas pelas taxas do carbono, dos sacos de plástico, sobre a deposição de resíduos em aterro e sobre os recursos hídricos».

A lógica, proferiu Moreira da Silva, «era tributar mais o que é mau – a poluição – para tributar menos o que é bom – que é o trabalho, o IRS – e funcionou. E até colocamos uma norma – o artigo 50 da reforma da fiscalidade verde – que tornava obrigatória a neutralidade fiscal». Porém, e desde que os socialistas subiram ao poder, em 2015, «isso está a ser violado de forma grosseira», acusa. O candidato frisa que os executivos socialistas mantiveram a taxa de carbono, mas eliminado a descida do IRS, «encaixando receita».

Deste modo, acusa o Governo de ter mil milhões de euros «que são nossos, que são vossos, e que têm de ser devolvidos. Aquilo que, de uma forma grosseira, foi feito pelo Governo durante os últimos seis anos – violar o artigo 50 da reforma da fiscalidade verde – traduz-se num embuste e numa falta de respeito pelos trabalhadores», considerou Moreira da Silva. «Essas pessoas ficam a saber que o Estado, o Governo português, tem quase mil milhões de euros que devia ter sido entregue aos portugueses em descidas do IRS, em descidas do IRC, e em incentivos à mobilidade. Isto é inqualificável, uma falta de respeito com os cidadãos portugueses», atirou.

Estas declarações foram proferidas na sede da União Geral de Trabalhadores, em Lisboa, no âmbito do Conselho Nacional dos Trabalhadores Social-Democratas. O famalicense abordou a reforma da fiscalidade verde, feita em 2014, quando era ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia do Governo liderado por Pedro Passos Coelho.

As eleições diretas para escolher o novo presidente do PSD realizam-se em 28 de maio. São candidatos anunciados ao lugar de Rui Rio o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o antigo vice-presidente Jorge Moreira da Silva.

PSP detém homem que agrediu polícia no Enterro da Gata

No âmbito do policiamento realizado no evento Enterro da Gata, em Braga, a Polícia de Segurança Pública deteve um homem, de 38 anos, e uma jovem, de 19. Os dois foram notificado para comparecerem ao Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

O homem foi detido por ter atirado uma garrafa de vidro e por ter atingido um polícia. No decorrer da intervenção policial, o cidadão ameaçou ainda o agente. A jovem foi detida por ter na sua posse uma arma proibida, uma faca de borboleta.