Jorge Paulo Oliveira na comissão de inquérito aos incêndios de 2017

O PSD indicou o deputado famalicense Jorge Paulo Oliveira para a comissão parlamentar de inquérito à atuação do Governo, no que respeita ao processo de atribuição de apoios na sequência dos incêndios rurais ocorridos em 2017, na zona do Pinhal Interior.

A comissão parlamentar de inquérito tomou posse esta quarta-feira, mas logo deliberou suspender os seus trabalhos enquanto durar o Estado de Emergência.

A comissão vai apreciar o processo de atribuição de apoios à recuperação de habitações, de empresas, de equipamentos públicos e privados na sequência dos fogos rurais de 2017, nos concelhos de Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Ansião, Alvaiázere, Figueiró dos Vinhos, Arganil, Góis, Penela, Pampilhosa da Serra, Oleiros e Sertã.

Recorde-se que, em julho do ano passado, o Ministério Público deduziu acusação contra 28 arguidos por alegadas irregularidades no processo de reconstrução das casas que arderam no incêndio de Pedrógão Grande, em junho de 2017, nomeadamente, por atribuição ilegítima de subsídios públicos para reconstruir ou reabilitar casas.

Protótipo de casaco inovador para bombeiros testado na Escola Nacional de Bombeiros

O consórcio de investigação do DIF-Jacket reuniu-se nas instalações da Escola Nacional de Bombeiros, em S. João da Madeira, para os ensaios ergonómicos e de fogo, utilizando protótipos do projeto, um futuro equipamento de proteção individual (EPI) para bombeiros. Os ensaios visaram recolher informações dos profissionais sobre os modelos testados em termos de conforto, analisar eventuais otimizações e avaliar a performance.

O CeNTI, o CITEVE – Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário e o Centro de Estudos de Fenómenos de Transporte da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto trabalham no projeto DIF-Jacket desde 2020. O objetivo é desenvolver um casaco para bombeiro, com caráter inovador, cujo principal objetivo é a segurança em diversos cenários de combate a incêndios, ou seja, pretende melhorar significativamente a capacidade de prever como um determinado equipamento protege o bombeiro num determinado cenário.

A otimização do vestuário tem em conta três variáveis: bombeiro + vestuário de proteção + ambiente de incêndio.

 

Portal das Finanças não está a funcionar

O Portal das Finanças está inacessível e, até ao momento, não se sabe o que está a acontecer e não há nenhuma informação oficial.

Além do Portal das Finanças, também o Portal do e-faturas está inoperacional.

Nas redes sociais os utilizadores estão a ser informados que «estão a ocorrer constrangimentos no acesso ao Portal das Finanças. Lamentamos pelo incómodo. Assim que a situação estiver resolvida informamos».

Rendimento Social de Inserção aumenta 20 euros

Depois de três anos sem atualização, o Rendimento Social de Inserção vai aumentar cerca de 20 euros, passando de 189,66 euros para 209,11 euros, já no mês de março, com efeitos retroativos a janeiro. Há mais de 198 mil pessoas a receber este apoio em Portugal.

A atualização do RSI para este ano foi hoje publicada em Diário da República. Os novos valores começam a ser pagos em março, abrangendo 198 mil pessoas, numa medida com um custo estimado em 30 milhões de euros.

 

 

Famalicão: Continuidade da maternidade é “justa”

O deputado Jorge Paulo Oliveira classifica como justa a decisão de não encerrar a maternidade de Famalicão. Uma justiça que sempre “pedi para com os famalicenses, demais utentes e operacionais da maternidade de Famalicão”. O famalicense eleito pelo PSD mostra-se assim, feliz pela manutenção da maternidade em Famalicão, tal como foi anunciado esta sexta-feira.

Numa publicação nas redes sociais, recorda que esta foi uma luta que mobilizou a sociedade civil, os sindicatos, os profissionais do CHMA, o seu conselho de administração, os autarcas e todos os partidos.

Agora que “a luta está ganha”, Jorge Paulo Oliveira realça que é preciso não parar com os investimentos da administração pública na maternidade por forma a que continue a prestar um bom serviço a todos os utentes.

Famalicão: Maternidade não fecha e deputado do PS fala «numa excelente notícia»

O socialista Eduardo Oliveira, deputado do PS na Assembleia da República, já reagiu há decisão da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde de não encerrar a maternidade de Famalicão, do Centro Hospitalar do Médio Ave.
Desde que surgiram as primeiras notícias, dando conta do relatório da Comissão para a Reforma das Maternidades que sugeria o fecho da maternidade de Famalicão, o deputado diz que houve aproveitamento político para «semear o pânico na população. Eu sabia que a decisão seria muito bem ponderada, tendo em conta que a maternidade serve a população dos concelhos de Famalicão, Trofa e Santo Tirso, que representam cerca de 250 mil pessoas, e que sempre prestou cuidados à população sem nunca ter encerrado, mesmo em períodos críticos».
Relata, ainda, que a maternidade de Famalicão «esteve sempre no centro das minhas atenções. Interpelei o Dr. Manuel Pizarro, ministro da Saúde, mais do que uma vez, dentro e fora do Parlamento, e também o Dr. Diogo Ayres de Campos, perito que lidera a Comissão para Reforma das Maternidades».

Famalicão: Deputado Eduardo Oliveira visita escolas de Joane e Gondifelos

O deputado famalicense Eduardo Oliveira visitou, esta segunda-feira, duas escolas do concelho no âmbito da iniciativa Parlamento dos Jovens.

Pela manhã, o eleito do Partido Socialista pelo círculo eleitoral de Braga, esteve na Escola Secundária Padre Benjamim Salgado, na vila de Joane, e durante a tarde na sede do Agrupamento de Escolas de Gondifelos, onde foi entrevistado por alunos para a rádio da escola.

Eduardo Oliveira vê o Parlamento dos Jovens como uma iniciativa importante, «à qual me associo com muito gosto. É sempre gratificante e estimulante estar cercado de jovens curiosos e interessados». O deputado socialista destaca, ainda, que a cada nova sessão vê «a importância de fomentar o diálogo para aproximar a juventude da política».

O programa Parlamento dos Jovens é organizado pela Assembleia da República, em colaboração com outras entidades, com o objetivo de promover a educação para a cidadania e o interesse dos jovens pelo debate de temas de atualidade.