Jorge Silva recandidata-se «porque há ainda muito trabalho a fazer» no Famalicão

O Futebol Clube de Famalicão vai a eleições no dia 19 de dezembro e o actual presidente assume a recandidatura. Jorge Silva vai a votos porque «há ainda muito a fazer» no emblema famalicense. «Há muitas coisas que iniciamos e estão a meio; ainda há projetos inacabados e muito para dar ao FC Famalicão. Por isso, cá estamos disponíveis, caso os sócios assim o entendam».

Sobre o futuro elenco que vai apresentar, o dirigente diz que é sua vontade que os presidentes da Assembleia e do Conselho Fiscal o acompanhem, bem como «a minha direção. Ainda estão a decorrer conversações, de forma geral, e podemos incluir novos elementos para tornar mais dinâmica a ação diária do clube que não pára de crescer».

Ao FC Famalicão cabe a gestão e definição de toda a estratégia desde as escolinhas aos sub-15, no plano masculino, e no plano feminino, das sub-19 às seniores. «Aqui são todos são iguais e há que reforçar as condições na Academia, que está com a segunda fase de obras». Portanto, destaca Jorge Silva, «estamos a reforçar e a muscular este projeto para que ele atinja, quer no plano masculino quer no feminino, um patamar de excelência».

A par do futebol, o presidente da direção do Famalicão reitera que o futuro pode trazer novas modalidades. Jorge Silva não anuncia, por enquanto, quais as modalidades mas, avança, «já houve conversas e há possibilidades de tornarmos algumas modalidades mais fortes, em conjunto com o Famalicão».

PJ deteve em Famalicão homem de 28 anos que violou menor de 16 numa discoteca

Um homem de 28 anos foi encontrado e detido pela Polícia Judiciária, em Famalicão, depois de no início de outubro ter violado uma jovem de 16 anos, numa discoteca de Ourém, no distrito de Santarém.

Segundo avança o Jornal de Notícias, a violação terá acontecido na zona das casas de banho do estabelecimento de diversão noturna. O homem, de nacionalidade brasileira e operário de construção civil, conseguiu escapar dos funcionários da discoteca que tentaram travar a sua fuga.

O autor do crime, ter-se-á deslocado na mesma noite para casa de familiares em Vila Nova de Famalicão, onde acabou por ser detido. Foi presente a tribunal e vai aguardar julgamento no estabelecimento prisional.

Famalicão: Meia Maratona de 2023 será em outubro

A edição 2023 da Meia e Mini Maratona de Famalicão será disputada no mês de outubro. A novidade foi avançada por Jorge Teixeira, diretor-geral da Runporto. No final da prova que se disputou na manhã deste domingo, o dirigente deu conta desta novidade, acreditando que o novo percurso, acrescido da prova de 10km, será um chamariz para que mais atletas venham correr na prova famalicense.

Nesta edição, Hélio Gomes (Sporting) e Dulce Félix (Benfica) foram os vendedores da Meia Maratona de Famalicão. Na prova dos 10km, uma novidade, Hugo Daniel Santos (Salgueiros) e a famalicense Jéssica Pontes (Team El Comandante) cortaram a meta em primeiro lugar. A chuva intensa que caiu durante a prova não afastou os cerca de 2700 atletas.

Famalicão: Ana Marinho é vice-campeã nacional

A atleta famalicense Ana Marinho sagrou-se, na manhã deste domingo, vice-campeã nacional de corta-mato longo. Na prova disputada na cidade de Amora, a atleta do S. Salvador do Campo, mostrou o seu bom momento de forma.

O Corta-Mato Cidade de Amora, que vai na 32.ª edição, decorreu em simultâneo com o 99.º Campeonato Nacional de Corta-Mato Longo, prova que serviu de observação dos atletas para o Campeonato da Europa, com Ana Marinho a reunir, atualmente, todas as condições e resultados para ser chamada.

 

Famalicão: Tomás e Gabriela vencem Taça de Portugal

O par Tomás Gomes e Gabriela Teixeira venceram, este sábado, a Taça de Portugal de Dança Desportiva.

Em Braga, na grande final da Taça de Portugal, o par da Academia Gindança foi o grande vencedor em Juniores II Open Standart.

Famalicão: FAC e Riba d’Ave derrotados

As duas equipas famalicenses que competem no nacional da primeira divisão de hóquei em patins perderam, este sábado, os respetivos jogos.

Na sexta jornada, a tarefa do FAC era a mais difícil, dado que jogava em casa do Benfica, um dos líderes da classificação. Dois golos de Joca Guimarães levaram o Famalicense empatado para o intervalo, mas na segunda parte os visitados estabeleceram o 5-2 final.

O Riba d’Ave/Sifamir jogou em casa do Murches, equipa da zona de Cascais, e perdeu por 4-1. A equipa da casa marcou logo a abrir, mas Nery empatou o jogo para os ribadavenses. O intervalo chegou com um 3-1 para os locais.

O campeonato prossegue já na próxima quarta-feira, com a sétima jornada. O FAC recebe o Sporting no Pavilhão Municipal. O Riba d’Ave Sifamir também joga em casa, na quinta-feira, diante do Paredes.