Mais 34023 infetados e 52 mortes com covid-19

Segundo a Direção Geral da Saúde, registaram-se mais 34.023 infetados e 52 mortes por covid-19.

A região Norte continua a ser a mais atingida, com 11.888 novos casos. Também se contabilizam 15 falecimentos nesta região.

Os internamentos voltam a subir: nas enfermarias estão 2435, mais 16 doentes; em UCI estão 163, menos 8 pessoas.

Famalicão: Município promove “A saúde nas férias”, esta quarta-feira

A sessão deste mês do “Haja Saúde” vai deixar alguns conselhos que devem ser tidos em conta na hora de fazer as malas para ir de férias.

A conversa está agendada para esta quarta-feira, dia 19 de junho, às 21h00, na Casa do Território, em Vila Nova de Famalicão.

A iniciativa tem entrada livre e vai contar com a participação da médica de Medicina Geral e Familiar Ana Azevedo.

O Haja Saúde também já tem sessão agendada para o próximo mês, vai acontecer no dia 10 de julho, às 21h00, no CIDIFAD – Santa Casa da Misericórdia de Riba D´Ave, sobre o diagnóstico precoce e o acompanhamento das pessoas com demência.

Famalicão: Décimo oitavo Dia do Dador de Sangue

A Associação de Dadores de Sangue de V. N. Famalicão celebrou, esta segunda-feira, o XVIII Dia do Dador de Sangue Famalicense.

Durante a manhã, no quartel dos Bombeiros Voluntários Famalicense decorreu uma colheita de sangue, durante a qual o Instituto Português do Sangue e da Transplantação fez 53 colheitas, das 65 inscrições registadas, sendo que sete jovens doaram pela primeira.

De tarde, no Centro Pastoral de Santo Adrião, decorreu o almoço e a cerimónia de entrega de galardões a dadores com mais de 10, 20, 40 e 60 dádivas de sangue, perante elementos dos órgãos sociais e alguns convidados, representantes de instituições civis e religiosas, e outras associações de sangue. O evento contou com a animação do duo musical Sandra e Pedro Fernandes.

Foto Vídeo Moreira

Famalicão: Adjudicada a construção da nova USF de S. Miguel-o-Anjo

O município aprovou esta quinta-feira a adjudicação da empreitada da nova Unidade de Saúde Familiar de S. Miguel-o-Anjo, Calendário, à empresa Costeira, Engenharia e Construção, pelo valor de 1.995.069 euros, com prazo de execução de um ano e meio. Será construída em terreno cedido pelo município no lugar de Pelhe (Queimados), não muito longe da atual USF.

As USF de S. Miguel-o-Anjo e Joane, já em fase de adjudicação, e futuramente as de Nine e Ruivães, são novas infraestruturas, com apoio do PRR e cedência do terreno por parte do município. Também a USF de Famalicão será reabilitada, com parque de estacionamento incluído, que é um «défice tremendo naquela zona, com milhares de utentes», reconhece o presidente da Câmara.

O município de Famalicão assumiu responsabilidades na área dos cuidados de saúde primários, e estas novas execuções já acontecem ao abrigo desses novos compromissos. «Pretendemos uma rede de cuidados de saúde primários muito boa», referiu o presidente de Câmara na última reunião do executivo.

 

Portugal regista segundo pico mais alto de casos Covid-19 este ano

Portugal está a enfrentar um aumento significativo nos casos de Covid-19, com números que atingem o segundo pico mais elevado deste ano. Segundo a Direção-Geral da Saúde, foram reportados 228 novos casos na última terça-feira. Para encontrar um valor superior, é necessário recuar até 9 de janeiro, quando foram registadas 318 infeções.

Além do aumento nos casos, também houve um crescimento no número de óbitos. Na segunda-feira passada, foram contabilizadas nove mortes, igualando o máximo de óbitos por Covid-19 registado desde o início do ano.

Bernardo Gomes, vice-presidente da Associação de Médicos de Saúde Pública (ANMSP), expressou à Renascença a sua incerteza quanto às causas deste aumento, sugerindo que a falta de imunidade duradoura e a possível evolução de novas estirpes possam estar a contribuir para a situação. “Não tenho dados suficientes para dizer o que está a acontecer, mas há princípios que podem ser estabelecidos”, afirmou.

Gomes destacou que a Covid-19 não segue um padrão sazonal tão definido quanto outros vírus respiratórios, o que pode explicar o aumento dos casos fora das épocas habituais. No entanto, ele enfatizou que não há razão para alarme, pois tais aumentos são expectáveis.

O especialista sublinhou a importância de medidas preventivas gerais, como evitar contacto com pessoas com sintomas respiratórios, uso de máscara, manter espaços bem ventilados e valorizar a vacinação, que ajuda a prevenir complicações graves da doença.

Associação de Dadores de Famalicão realiza colheita de sangue em Rebordões

No próximo domingo, a Associação de Dadores de Sangue de V. N. de Famalicão promove uma colheita no Pavilhão Gimnodesportivo de Rebordões – Santo Tirso, com o apoio do Grupo Afrikan Runners e do Agrupamento do CNE nº339.

Aberta à população em geral, a colheita decorre entre as 09h00 e as 12h30 pelo Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

Famalicão: Colheita de sangue em Joane

No dia 26 de maio, a Associação de Dadores de Sangue de V. N. de Famalicão promove uma colheita na Escola Padre Benjamim Salgado, de Joane, com o apoio da paróquia e do Agrupamento de Escuteiros nº 184 e Centro Social desta localidade.

A colheita, aberta à população em geral, será realizada entre as 09h00 e as 12h30, pelo Instituto Português do Sangue e da Transplantação.