Mau tempo: Circulação na Linha do Minho com “bastantes atrasos e perturbações”

A circulação ferroviária na Linha do Minho entre Nine, Viana do Castelo e Valença está a sofrer “bastantes atrasos e perturbações” devido ao mau tempo que se faz sentir na região, disse esta quinta-feira fonte da CP.

Contactada pela agência Lusa, fonte da CP justificou aquela situação com os “constrangimentos” que se verificam no troço eletrificado daquela ligação ferroviária, entre Nine, no distrito de Braga, e a cidade de Viana do Castelo, e que se “repercutem no troço não eletrificado, entre Viana do Castelo e Valença, causando atrasos em cadeia”.

Fonte da Infraestruturas de Portugal (IP) disse à Lusa que, face ao mau tempo que se tem feito sentir nas últimas horas, os comboios que ligam Nine (Braga) a Barroselas (Viana do Castelo), no troço eletrificado da Linha do Minho, foram obrigados a “circular a diesel”.

A catenária está cheia de folhas e de ramos de árvores, dificultando a tração elétrica. Nesse sentido, os comboios que ligam Nine a Viana do Castelo estão, desde as 8h, a circular com tração a diesel. A IP está a proceder à limpeza da linha, operação que deverá ser resolvida hoje apesar de estar previsto novo pico de mau tempo para a tarde”, explicou a fonte da IP.

No que diz respeito à circulação rodoviária no distrito de Viana do Castelo, nas estradas sob gestão da IP, a fonte explicou que “apenas a Estrada Nacional 101 (EN101), que liga Arcos de Valdevez a Monção, apresenta “alguns condicionalismos devido a uma derrocada ocorrida durante a madrugada“.

“Cerca das 4h da manhã a estrada esteve cortada devido ao deslizamento de terras. Ainda apresenta pequenos condicionalismos que deverão ficar resolvidos até cerca das 12h”, especificou a fonte.

Greve dos trabalhadores da IP vai afetar circulação de comboios nos dias 1, 3 e 5 de agosto

A organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal (gestor da infraestrutura ferroviária) convocou uma greve para os dias 1, 3 e 5 de agosto e a Comboios de Portugal (CP) prevê «fortes perturbações» na circulação.

Em comunicado, a CP reporta que, «por motivo de greve convocada por organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios, a nível nacional, em todos os serviços, nos dias 1, 3 e 5 de agosto de 2022».

Está prevista a realização de serviços mínimos nos dias da greve, sem prejuízo de poderem ser realizados comboios adicionais, cuja lista pode ser consultada em www.cp.pt

Famalicão: Candidaturas ao Programar em Rede terminam no dia 31 de julho

Termina a 31 de julho a possibilidade de apresentar candidaturas ao Programar em Rede 2022, programa municipal que atribui um apoio, que pode chegar até aos 10 mil euros, para a execução de um projeto de âmbito cultural, que seja promovido, numa ação colaborativa, por duas ou mais associações e instituições do concelho.

A candidatura pode ser feita através do preenchimento da ficha de inscrição que se encontra disponível em www.famalicao.pt/programar-em-rede, devendo esta ser remetida para o endereço eletrónico cultura@famalicao.pt. São elegíveis os projetos cuja execução ocorra entre 1 de janeiro e 30 de julho de 2023.

As entidades que apresentem candidatura podem optar pelas áreas artísticas e de criação que entendam, não existindo, para efeitos de apreciação, nenhuma área mais preponderante. No entanto, são mais valorizados os projetos que apresentem cruzamentos disciplinares e apostem na formação de públicos.

Recorde-se que este projeto, lançado em 2016, pelo Município de Vila Nova de Famalicão, já apoiou vários projetos culturais de cooperação, que representam um investimento municipal na ordem dos 59 mil euros. São eles: «Museus Ilustrados em Rede» (2016), «Traço» (2017), «Poesia Invade a Cidade» (2018), «Marc@s, Intervenção pela Arte & Cultura – Pela Coesão Comunitária» (2019), «Intervenções artísticas na Unidade Hospitalar de Famalicão» (2020) e «Obras Sobrepostas» (2021).

Os membros do Conselho Municipal da Cultura, aquando a reunião de plenário que acontece anualmente, decidem o vencedor, que deve ser conhecido no final do ano.

Associação Têxtil e Vestuário crítica falta de apoios à internacionalização

A direção da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal está preocupada com o que diz serem atrasos e incertezas no apoio à internacionalização para este setor do têxtil e vestuário.

Mário Jorge Machado, presidente da ATP, garante que a Associação tem procurado informações junto das entidades competentes e que não tem obtido as respostas que precisa.

«As manifestações de preocupação foram dirigidas ao mais alto nível, a diversas entidades e responsáveis políticos, desde a membros do Governo, ao COMPETE, à AICEP Portugal Global, à própria CIP, e, nalguns casos, manifestações reiteradas», acusa.

Mário Jorge Machado recorda que as «últimas calls do Portugal 2020 para a internacionalização das empresas ficaram muito aquém das necessidades, com cortes orçamentais que não eram de todo esperados. Sobretudo numa altura essencial em que deveríamos estar a ajudar as empresas a reverter os efeitos provocados, primeiro, por uma pandemia, a que somaram, recentemente, outros provenientes da guerra, com crise de preços na energia e matérias-primas, subida da inflação e recuo da procura», frisa.

Ainda que reconheça que as verbas do Portugal 2020 possam estar esgotadas, Mário Jorge Machado lembra que há um «Programa como o Portugal 2030 que devia estar ao serviço da economia desde 2021, e estamos no 3.º trimestre de 2022 e ainda ninguém consegue antecipar quando poderá estar operacional, com abertura de calls nestas e noutras áreas».

Famalicão: Candidaturas ao Programar em Rede terminam no final deste mês

Termina no final deste mês a possibilidade de apresentar candidaturas ao Programar em Rede 2022, programa municipal que atribui um apoio, que pode chegar até aos 10 mil euros, para a execução de um projeto de âmbito cultural, que seja promovido, numa ação colaborativa, por duas ou mais associações e instituições do concelho.

A candidatura pode ser feita através do preenchimento da ficha de inscrição que se encontra disponível em www.famalicao.pt/programar-em-rede, devendo esta ser remetida para o endereço eletrónico cultura@famalicao.pt. São elegíveis os projetos cuja execução ocorra entre 1 de janeiro e 30 de julho de 2023.

Recorde-se que este projeto, lançado em 2016, pelo Município de Vila Nova de Famalicão, já apoiou cerca de seis projetos culturais de cooperação, que representam um investimento municipal na ordem dos 59 mil euros. São eles: «Museus Ilustrados em Rede» (2016), «Traço» (2017), «Poesia Invade a Cidade» (2018), «Marc@s, Intervenção pela Arte & Cultura – Pela Coesão Comunitária» (2019), «Intervenções artísticas na Unidade Hospitalar de Famalicão» (2020) e «Obras Sobrepostas» (2021).

As entidades que apresentem candidatura podem optar pelas áreas artísticas e de criação que entendam, não existindo, para efeitos de apreciação, nenhuma área mais preponderante. No entanto, é de salientar que são mais valorizados os projetos que apresentem cruzamentos disciplinares e apostem na formação de públicos.

Os membros do Conselho Municipal da Cultura, aquando a reunião de plenário que acontece anualmente, decidem o vencedor, que deve ser conhecido no final do ano.

 

Covid-19: Isolamento de doentes passa de sete para cinco dias

A ministra da Presidência anunciou, esta quinta-feira, que o período de isolamento por covid-19 vai passar de sete para cinco dias e que a situação de alerta devido à pandemia mantém-se até ao final do mês de julho.

Em conferência de imprensa, Mariana Vieira da Silva promete novidades para os próximos dias, garantindo que vão continuar a vigorar regras do uso de máscaras em determinadas situações, como transportes públicos. A exigência do certificado digital para entrar no país vai deixar de ser obrigatória, referiu a Ministra.

Viagens Porto – Vigo no comboio Celta a 5,25 euros

A partir de 1 de julho e até 30 de setembro deste ano, pode viajar no comboio Celta, para viagens Porto-Vigo, por apenas 5,25 euros.

Esta campanha da CP e da RENFE, decorre do sucesso das anteriores ações promocionais, particularmente a realizada entre março e maio de 2022, que permitiu registar, segundo a CP, um crescimento de procura da ordem dos 40%, face ao período homologo de 2019.

O comboio Celta liga o Porto à Galiza, com partidas diárias das cidades de Porto – Campanhã e de Vigo e paragens em Nine, Viana do Castelo e Valença.

A CP recomenda a consulta de informações mais detalhadas em cp.pt ou através da Linha de Atendimento – 808 109 110 (custo de uma chamada para a rede fixa nacional).