Mercadona participa na campanha do Banco Alimentar Contra a Fome

A Mercadona, empresa de supermercados, junta-se, uma vez mais, à campanha solidária organizada pelo Banco Alimentar Contra a Fome, que se realiza entre os dias 24 de maio e 2 de junho.

A empresa coloca todos os seus 50 pontos de venda à disposição, nos distritos onde está presente, com o compromisso de motivar os “Chefes” (clientes) a participarem nesta campanha solidária, que consiste numa doação monetária, em múltiplos de 1€, que pode ser efetuada nas caixas de pagamento no momento da compra. Os valores doados serão depois convertidos em alimentos pela Mercadona e entregues aos respetivos bancos alimentares, que podem selecionar a variedade de produtos que pretendem de acordo com as suas necessidades especificas, chegando, assim, a quem mais precisa.

Gabriela Oliveira, Diretora de Responsabilidade Social da Mercadona, revela que: “Temos orgulho em participar nesta campanha, uma vez mais, e dizer que colaboramos com 11 Bancos Alimentares dos distritos onde a Mercadona está presente. Defendemos esta modalidade de doação porque permite adaptar as doações às necessidades reais dos beneficiários e, ao mesmo tempo, multiplicar a sua eficácia, uma vez que os bancos alimentares podem comprar os produtos de que necessitam, nas quantidades certas.”

Doações da Mercadona em 2023

Com o objetivo de partilhar com a Sociedade parte do que dela recebe, a empresa colabora com mais de 70 entidades de cariz social, entre as quais Bancos Alimentares, IPSS e ONG em Portugal a partir de cada uma das suas 50 lojas e do seu Bloco Logístico na Póvoa de Varzim. No total, ao longo do ano de 2023, a Mercadona doou 1.200 toneladas de bens essenciais, o equivalente a cerca de 21.400 carrinhos de compras.

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Supermercados podem começar a vender em breve arroz, massa, farinha e até mel a granel

Quatro entidades, incluindo a Deco e a Zero, estão a pressionar o Governo para alargar a venda a granel em lojas com mais de 1.000 m² já em 2025. Estas organizações lançaram um manifesto que pede a flexibilização desta prática, que atualmente ainda não permite a venda a granel de produtos como arroz, massa, farinha, açúcar, azeite e mel.

A proposta legislativa, enviada ao Governo, pretende tornar a venda a granel a norma, proporcionando aos consumidores opções mais sustentáveis e económicas. Para isso, sugere-se a criação de uma comissão técnica, coordenada pela Direção-Geral do Consumidor, que avaliará a legislação vigente e as restrições atuais.

Além de produtos alimentares, a iniciativa abrange setores como cosmética e limpeza, onde a inovação é limitada. A meta é incluir um maior número de produtos na venda a granel, mantendo a proteção dos consumidores e promovendo o uso de embalagens reutilizáveis.

Os signatários do manifesto esperam a aprovação governamental e defendem campanhas de sensibilização para aumentar a consciência sobre a importância da reutilização. A proposta inclui também a criação de uma plataforma eletrónica para lojas que já praticam a venda a granel, facilitando o acesso dos consumidores a estas opções mais ecológicas.

Se adotada, esta medida poderá marcar uma mudança significativa nas práticas de consumo, beneficiando tanto o ambiente quanto a economia.

Famalicão: Sr. Moreira de Esmeriz completa hoje 100 anos

Este fim-de-semana, a comunidade de Esmeriz e Cabeçudos, em Vila Nova de Famalicão, reuniu-se para celebrar um marco memorável: o centenário de José Moreira. A festa, carregada de emoção e alegria, contou com a presença de familiares, amigos e diversas figuras de destaque local.

Sr. Moreira, como é carinhosamente apelidade pela comunidade, na idade ativa foi maleiro e atualmente, fruto da sua fraca mobilidade, encontra-se ao cuidado de uma instituição. Apesar da idade, gosta de conversar e mantém uma boa memória.

Mário Passos, o Presidente da Câmara, não deixou passar a ocasião sem partilhar nas redes sociais uma mensagem de felicitação ao centenário: “Hoje juntei-me em Esmeriz à família e amigos do Sr. Moreira para comemorar os seus 100 anos! É uma vida cheia de grandes memórias. Muitos parabéns! 🎂”

Tempo: Chuva regressa este domingo e só deve parar na quinta-feira

Vem aí uma semana que deve ficar marcada pela chuva e tempo cinzento. De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, a chuva deverá regressar este domingo e manter-se até, pelo menos, quinta-feira.

As temperaturas vão oscilar entre os 21 e os 22 graus.

Pode acompanhar a previsão para Vila Nova de Famalicão ao detalhe aqui.

Famalicão: Bombeiros acionados para incêndio em café no centro da cidade

Os Bombeiros Voluntários Famalicenses foram acionados, na última madrugada, para um incêndio num café do centro da cidade.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, o alerta chegou pouco depois das 03h00 deste sábado, para a Rua Luís Barroso, próximo ao Parque da Juventude.

De acordo com os soldados da paz, o foco de incêndio ter-se-á registado numa zona de armazém e os estragos estenderam-se às casas de banho.

Não há informação da existência de feridos.

Famalicense atropela mortalmente jovem de 18 anos em alegada corrida de ‘aceleras’

Um jovem de 18 anos morreu, na madrugada deste sábado, depois de ser atropelado por um carro conduzido por um famalicense, numa alegada concentração de ‘aceleras’ em Braga.

De acordo com o E24, o incidente aconteceu na freguesia de Sobreposta, junto à “recife”.

Apesar da intervenção das equipas de socorro, a vítima veio a falecer.

Vem ai uma grande subida do preço dos combustíveis (+ 3,5 cent.)

Vem um grande aumento do preço dos combustíveis, já na próxima segunda-feira.

De acordo com a imprensa especializada, a subida será maior no caso do gasóleo (+ 3,5 cent. por litro). A gasolina deverá subir 1,5 cent. por litro.