Município da Trofa é amigo das famílias pelo terceiro ano consecutivo

Pelo terceiro ano consecutivo, o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis distinguiu a Trofa pelas suas boas práticas de apoio às famílias , reconhecimento que será efetivado com a entrega da Bandeira Verde, em cerimónia a decorrer a 25 de novembro, pelas 16h30, no Auditório da Fundação FEFAL em Coimbra.

A Trofa é reconhecida por ter adotado “políticas amigas da família”, apesar das restrições da pandemia. De referir que, em fase pandémica, a Câmara Municipal reforçou os seus apoios sociais, tendo mesmo lançado o maior pacote de medidas sociais da autarquia nos últimos dez anos. Os apoios incluíam a atribuição de IMI Familiar, a redução da taxa do IRS e a diminuição do preço da água, associados a medidas como a criação de uma linha de conforto e uma rede de apoio aos trofenses.

«Este é um reconhecimento particularmente importante para o Município. Não só pela temática social que engloba, mas pelas suas circunstâncias. A pandemia foi um enorme desafio para todos e as autarquias não foram exceção. Perceber a realidade dos munícipes, conseguir dar resposta às suas necessidades sem descurar ninguém foi uma tarefa que envolveu grande esforço, sensibilidade e dedicação. Mas enquanto presidente da Câmara Municipal da Trofa, posso garantidamente dizer que este prémio, reforçado pelo terceiro ano consecutivo, é um justo reconhecimento do nosso trabalho social», explica Sérgio Humberto.

Nesta 13.ª edição, a avaliação dos 132 municípios que concorreram teve especial atenção para com as restrições causadas pela pandemia, que impediram a realização de ações previstas. Aderiram ao projeto 132 autarquias e 84 municípios vão receber a bandeira verde de “Autarquia Familiarmente Responsável”, um número que evoluiu 3,7%, face às 81 entidades premiadas o ano passado.

Os Meninos Cantores da Trofa apresentam «Cantata de Pedra»

Depois do sucesso na Fundação José Saramago – Casa dos Bicos, em Lisboa e na Antiga Estação, na Alameda da Estação, chegou a vez da Casa da Cultura receber a interpretação dos Meninos Cantores do Município da Trofa, da «Cantata de Pedra», a partir do livro “José, Será Mago?”, com texto e música de Mário João Alves. O espetáculo decorre este domingo, às 11 horas.

O coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa, fundado a 1 de outubro de 1999, foi o primeiro projeto avançado pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Trofa. O coro é formado por cerca de 40 elementos e é dirigido desde a sua fundação pela maestrina Antónia Maria Serra.

«Falar nos Meninos Cantores do Município da Trofa é falar, inevitavelmente, em magia. As atuações dos nossos meninos são um orgulho não só para a autarquia, não só para o concelho, mas para o nosso país. O resultado de qualquer atuação é sempre algo brilhante», refere Renato Pinto Ribeiro, vereador da Cultura da Câmara Municipal da Trofa.

Câmara da Trofa desafia: “Neste Natal seja tradicional, compre local”

Para promover os estabelecimentos comerciais da Trofa, a Câmara Municipal local lança a campanha “Neste Natal, seja tradicional! Compre Local.”

A iniciativa, integrada no Mercado de Natal, tem por objetivo fomentar, promover e dinamizar o comércio do concelho e fidelizar o público, estimulando hábitos de consumo locais.

Aberta a todos os estabelecimentos comerciais, a Câmara Municipal da Trofa oferece sacos alusivos à época natalícia para promoção do comércio local.

Os interessados podem levantar os sacos de Natal, a partir do dia 5 de dezembro, na Antiga Estação da Trofa, nos Paços do Concelho, no Polo do Coronado da Câmara Municipal da Trofa (segunda a sexta-feira das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00) e na Casa da Cultura da Trofa (segunda a sexta-feira das 9h00 às 17h00 e aos sábados das 13h00 às 18h00).

Mais informações no site Institucional da Câmara Municipal da Trofa.

 

Dia Internacional do Voluntariado assinalado na Trofa

A Câmara Municipal da Trofa comemora o Dia Internacional do Voluntário, no dia 5 de dezembro, com uma homenagem a todos os cidadãos que se dedicam à prática do voluntariado no Concelho.

A sessão, intitulada “Sentimentos de um Voluntário”, tem lugar no Auditório Fórum Trofa XXI, pelas 15h00. A primeira parte desta sessão comemorativa será dedicada ao debate e reflexão sobre a temática do voluntariado, nomeadamente, a sua importância para o desenvolvimento local e no seio das diferentes instituições.

«Pela sua dedicação e pelos seus esforços incessantes, todos os voluntários merecem o nosso profundo agradecimento e reconhecimento. Os voluntários são um apoio importante do nosso trabalho, substituindo-se, muitas vezes, às próprias responsabilidades do Estado, e materializando o contributo ativo da comunidade. Sem eles, seriam impossíveis muitas atividades de emergência social e de proteção da dignidade humana», realça Sérgio Humberto, presidente da Câmara Municipal da Trofa.

De recordar que a Câmara Municipal da Trofa tem um Banco Local de Voluntariado aberto à participação de todos os interessados. Mais informações em https://mun-trofa.pt/menu/477/banco-local-de-voluntariado-da-trofa.

 

 

Famalicão: Alimente o Natal de quem precisa

A ReFood Famalicão tem a decorrer a campanha “Alimenta o Natal 2022” que visa a recolha de bens alimentares para ajudar as famílias mais necessitadas.

Quem quiser participar nesta iniciativa solidária pode deixar os seus bens nas caixas que se encontram nas instalações dos vários parceiros que se associaram a esta iniciativa. Atum, salsichas, grão, bolachas, cereais, farinha, feijão, aveia, açúcar, sal, azeite, óleo, vinagre e leite são alguns dos bens sugeridos. Pode, ainda, dar o seu contributo pelo MBWay para o número constante no cartaz.

A Refood é um movimento solidário, 100% voluntário, que tem como principal objetivo combater a fome, acabando com o excedente alimentar. Pelo empenho de muitos neste projeto, tem sido possível ajudar muitos famalicenses que precisam de ajuda alimentar.

Trofa com verdadeiro espírito natalício

Entre 1 e 23 de dezembro, o centro da Trofa é um verdadeiro Mercado de Natal, com divertimentos gratuitos, desde comboio de natal, mega rampa de gelo, pista de bumpers cars, casa do Pai Natal, presépios gigante, mega parada de Natal, animação de rua, ateliers, gospel, concertos, street food, feira do livro, mercadinho.

A Alameda da Estação e Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro serão os locais onde a animação natalícia, de acesso gratuito, será constante.

A programação será variada com o objetivo de juntar a comunidade trofense no espírito natalício, perdido nos últimos dois anos devido à pandemia.

A inauguração do Mercado de Natal está programada para as 15 horas do dia 1 de dezembro com uma mega parada de Natal a percorrer o centro da cidade.

Mas há dias que a iluminação natalícia dá brilho às ruas da cidade, num convite ao Natal. A novidade deste ano foi a colocação de uma Árvore de Natal gigante com 16 metros de altura na Praça dos Paços do Concelho da Trofa.

A Árvore de Natal é um dos “photopoints” de Natal, onde todos os trofenses e todos aqueles que visitam a cidade podem tirar fotos e partilhar nas redes sociais.

Horário da feira do livro

Segunda a Quinta-Feira – 09h30 – 12h30 | 13h30 – 21h00

Sexta a Domingo – 09h30 -12h30 | 13h30 – 23h00

Horário do mercado

Sexta-Feira – 20h00- 23h00

Sábados, Domingos e Feriados – 15h00-23h00

Horário para a presença do Pai Natal

Sábados e Domingos – 16h00 – 18h00

 

 

 

Famalicão: Começou a Taça Intermunicipal MKA e traz novidades

A presente edição da Taça Intermunicipal MKA, que já arrancou, regressa ao formato inicial com equipas dos municípios de Famalicão e da Trofa (dada a ausência de competições de futsal em Santo Tirso), envolvendo três escalões: Seniores Masculinos e Seniores Femininos e Veteranos Masculinos.

Na edição 22-23 marcam presença 8 equipas de cada escalão, sendo 4 de cada município. As equipas foram divididas em duas séries, sendo os jogos a realizar a duas mãos, uma das novidades no formato organizativo. Os primeiros classificados de cada série defrontam-se numa finalíssima, marcada para o dia 3 de junho de 2023.

Em seniores masculinos participam a Outeirense, Aderm, S. Martinho e Acura, de Famalicão. Já oriundas da Trofa, estão Casa do FCP da Trofa, Paradela, Covelas e Guidões.
Em veteranos, voltam a competir nesta edição o Covense, o Grac, o S. Mateus e o Cajada, do lado famalicense; enquanto as equipas apuradas da Trofa são o Team Lantemil, S. Romão, AB92 e Alvarelhos.

A competição feminina será disputada por 10 equipas: Coronado, Inter-Milheirós, Alvarelhos, Rebordões, Vermoim, Malta, Fornelo, CD José Lopes, Maganha e Guidões.
A 1.ª jornada começou na sexta-feira, dia 18, no escalão de veteranos masculinos, enquanto os seniores masculinos jogam a 1.ª jornada apenas no próximo sábado. Por definir estão ainda as datas dos seniores femininos, escalão que contempla apenas equipas que militam na Trofa.

Os resultados da 1.ª jornada dos veteranos: série A: Covense 3 vs 3 Grac; Team Lantemil vs S. Romão (adiado); série B: Cajada 6 vs 2 Alvarelhos; S. Mateus 0 vs 6 AB92.

A segunda jornada tem lugar a 20 de janeiro.
Já os seniores masculinos entram em campo este sábado (dia 26 de novembro) com as seguintes partidas: Série A – Aderm vs Outeirense; Casa FC Porto vs Acura; Série B – Covelas vs Guidões; S. Martinho vs Paradela.

Na apresentação desta edição, realizada em Famalicão, o vereador do Desporto na Câmara de Famalicão, Pedro Oliveira, considerou esta competição extra-concelhia como um projeto consolidado que valoriza o desporto de Famalicão e da Trofa.

«Quer a AFSA quer a AFPT sentiram-se com vontade de abraçar este projeto conjunto e em boa hora o fizeram, porque o que acaba por acontecer é que aquela paixão e emoção que acontecem nos jogos do concelhio, quer em Famalicão, como na Trofa, vão ser transportadas para uma dimensão supra-concelhia, permitindo às equipas vivenciarem novas experiências e diferentes competições», referiu o vereador.

O autarca garante que da parte do município de Famalicão haverá sempre apoio às competições concelhias, deixando um agradecimento aos responsáveis pelo projeto «pelo contributo inestimável que dão ao desenvolvimento e à promoção do nosso território. Desejo que seja uma excelente Taça Intermunicipal e que no fim acabe por vencer o melhor», almeja.

Márcio Sousa, presidente da AFSA-Associação de Futebol Salão Amador de Famalicão, destacou o importante apoio da empresa famalicense MKA que empresta o seu nome à competição e mostrou-se satisfeito com a experiência realizada nas últimas duas edições. «O que está por detrás, apesar de ainda ser curto, demonstra que esta foi uma boa aposta», frisou o dirigente, agradecendo a disponibilidade do concelhio da Trofa. Por fim, Márcio Sousa explicou que, «infelizmente», o campeão concelhio (de seniores e de veteranos masculinos – AD Pedome) não marca presença nesta competição em virtude dos maus comportamentos dos seus adeptos e que levou o Município da Trofa a não permitir o acesso dos mesmos aos seus pavilhões.
A presidente da AFPT-Associação Futebol Popular da Trofa, Madalena Azevedo, estendeu os agradecimentos à empresa MKA e corroborou das palavras do seu homólogo famalicense. «Sabíamos que este era um projeto com pernas para andar e com sucesso garantido e o tempo tem-nos dado razão. Por isso contem connosco para lhe dar continuidade», frisando que a instituição foi forçada da «vedar a presença da AD Pedome durante algum tempo, na medida em que os pavilhões que usamos são propriedade do município».