O prémio de Ensaio Prado Coelho foi entregue e Famalicão volta a ser referência na cultura nacional

Cristina Robalo-Cordeiro recebeu, esta sexta-feira, dia 13, o Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho, «com grande alegria, sentido de reconhecimento, alguma surpresa e perplexidade, mas também gratidão», palavras da autora.

A entrega do prémio decorreu no salão nobre da Câmara Municipal, na presença do vereador da Educação, Augusto Lima, e do presidente da Associação Portuguesa de Escritores, José Manuel Mendes, além de outros convidados.

“O véu de Maia – Relendo Almeida Faria” é o título da obra distinguida, por unanimidade, escrita por Cristina Robalo-Cordeiro, que há 40 anos é leitora do autor Almeida Faria.

Com 68 anos de idade e no final da carreira académica como professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde foi também vice-reitora, a também ensaísta, escritora e tradutora, recebe este prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho como «um sentido das coisas e da vida porque trabalho este autor há cerca de 40 anos, tenho acompanhado a sua obra e a sua evolução».

A premiada reconhece também que «estes prémios são um incentivo ao estudo e ao trabalho crítico. Normalmente as nossas instituições têm mais a tendência para premiar o efémero e o que surge aos olhos de todos com algum estadão; premiar obras críticas que, às vezes, não são de imediata leitura nem de leitura fácil; premiar aqueles que pelo seu estudo dão a conhecer grande parte da cultura e da literatura portuguesa, nem sempre acontece. Por isso, este gesto deve ser valorizado», referindo-se à «coragem cultural», frisou, da Câmara Municipal de Famalicão.

Recorde-se que o município de Famalicão instituiu este prémio em 2010, para homenagear Eduardo Prado Coelho que à sua morte deixou parte significativa da sua biblioteca a Famalicão. O município de Famalicão já tinha um protocolo com a Associação Portuguesa de Escritores a propósito do Grande Prémio de Conto Camilo castelo Branco e procurou fortalecer esta parceria com este Grande Prémio de Ensaio, com o valor monetário para o premiado de 7.500 euros.

De 2010 para cá já foram premiados vários escritores/ensaístas portugueses, nomes maiores das Universidades portuguesas, e «Famalicão orgulha-se deste prémio como forma de expressão cultural do próprio concelho e de afirmação do território no contexto nacional», estas são as palavras do vereador da Educação, Augusto Lima.

José Manuel Mendes, presidente da Associação Portuguesa de Escritores, realçou, precisamente, os 30 anos desta relação entre a APE e o município de Famalicão. «Temos conseguido fazer no decurso do tempo um trabalho verdadeiramente singular à escala do país», referindo-se à qualidade dos autores que têm sido distinguidos e à forma como Famalicão prova que a cultura não acontece só nos grandes centros urbanos.

Hóquei em patins: FAC fecha campeonato com vitória

Depois de ter garantido, na penúltima jornada, o regresso à 1.ª divisão, a equipa de Vítor Silva terminou a época com uma vitória, 6-8, em casa do CH Carvalhos, em partida disputada este sábado.

O FAC totalizou 68 pontos em 26 jornadas da zona norte do nacional da 2.ª divisão, em resultado de 22 vitórias e apenas 2 empates e outras tantas derrotas. Agora, segue-se a disputa do título nacional frente ao primeiro classificado da zona sul, o CRF Murches, equipa de Cascais.

Hóquei em patins: Riba d´Ave/Sifamir discute promoção à 1.ª divisão a 4 e 11 de junho

Fechada, este sábado, a zona norte do nacional da 2.ª divisão, o Riba d´Ave/Sifamir, segundo da prova, com 64 pontos, depois da vitória, 6-2, sobre o Infante de Sagres, vai disputar o play off de promoção com o Sport Alenquer e Benfica. Os jogos que vão determinar qual destas equipas sobre à divisão maior da modalidade decorrem nos dias 4 e 11 de junho.

Da última jornada da fase regular, a equipa de Raul Meca começou a perder, mas depois do empate de Miccoli não mais largou a frente do marcador. Anderson Nery fez o 2-1, seguindo-se novo golo de Miccoli. Os visitantes reduziram para 3-2, mas antes do intervalo Hugo Barata fez o quarto golo ribadavense. Na segunda parte, mais dois golos: Miccoli aos 7 e Artur Ribeiro aos 24 minutos.

Foto: Marlene Ferreira

 

Ambiente: Espaços verdes de Famalicão contam com uma nova sinalização

O Município de Vila Nova de Famalicão está a sinalizar alguns espaços verdes do concelho com placas informativas que dão conta das novas práticas adotadas no tratamento e manutenção deles.

Estas novas soluções requerem menos recursos, nomeadamente água, que valorizam as espécies autóctones, os insetos polinizadores e o ecossistema e que podem ser reproduzidas em qualquer jardim, informa a autarquia.

Famalicão: Despiste de mota na Av. do Brasil faz um ferido

Pelo menos uma pessoa ficou ferida, na manhã deste domingo, num despiste de mota, em plena Avenida do Brasil, em Gavião, Vila Nova de Famalicão.

O acidente deu-se cerca das 08h00 e para o local foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses e a VMER da unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave.

Desconhece-se o tipo de ferimentos da vítima.

Famalicão: Daniela Lopes é campeã nacional de águas abertas

Daniela Lopes, do GD Natação, é campeã nacional júnior de Águas Abertas e consegue o apuramento para o Europeu. O feito foi alcançado este sábado, na prova que decorre em Avis.

Afonso Silva foi quarto no mesmo escalão no campeonato nacional de Águas Abertas.