Ordem de encerramento na Universidade do Minho devido a aluno infetado com coronavírus

O vírus covid-19 continua a ganhar terreno em Portugal.

Nas últimas horas surgiu a informação de mais um infetado em Braga. Trata-se de um estudante universitário de 19 anos que, de acordo com o JN, é natural de Felgueiras, frequenta o campos de Gualtar daquela instituição, e já terá infetado a namorada.

O jornal Diário do Minho avança que, na noite deste sábado, houve uma reunião onde ficou decidido o encerramento do edifício do departamento de História da U.Minho.

Plano de Contingência da Universidade do Minho para o COVID-19

  1. Não são autorizadas, a partir de hoje, deslocações em serviço;​
  2. São suspensas as deslocações em serviço que tenham sido previamente autorizadas;​​
  3. É encerrado o edifício do Instituto de Ciências Sociais (Edifício 15 do campus de Gualtar);​
  4. São suspensas as atividades pedagógicas no campus de Gualtar;​
  5. São encerrados os serviços de bibliotecas e as unidades alimentares no campus de Gualtar;​
  6. São suspensos os eventos e atividades desportivas no campus de Gualtar;​​
  7. É suspensa a realização de conferências, seminários, cerimónias e eventos de natureza similar no campus de Gualtar;​
  8. Professores, investigadores, trabalhadores técnicos, administrativos e de gestão e estudantes oriundos de países com casos confirmados de Covid-19 devem voluntariamente submeter-se a um período de quarentena, de 14 dias, após a sua chegada ao país;​
  9. O modo de funcionamento das unidades de serviços da Universidade, dos Serviços de Ação Social e dos serviços das unidades orgânicas, com atividade no campus de Gualtar, será fixado até ao final do dia 8 de março, sendo o mesmo posteriormente comunicado aos respetivos trabalhadores;
  10. Até que se encontrem disponíveis soluções de desinfeção para colocação ao lado dos terminais de leitura biométrica para controlo de assiduidade, está suspensa a utilização destes equipamentos. O controlo e validação de assiduidade no período em que estiver suspensa a utilização dos referidos terminais será feita pelo respetivo superior hierárquico direto.​

 

 

Famalicão: Paulo Cunha recandidata-se à distrital do PSD

Em comunicado emitido este domingo, Paulo Cunha assume a recandidatura à distrital de Braga do PSD, com eleições marcadas para 10 de setembro.

O famalicense e vice-presidente do PSD Nacional avança com a candidatura para novo mandato e para esta tomada de decisão conta “o facto do PSD ser presidido por Luís Montenegro, cujas condições políticas e humanas muito aprecio”, diz.

Não esconde também, “a ajuda que poderei dar ao sucesso das nossas diversas candidaturas” nos próximos atos eleitorais.

Desde 2020 à frente da estrutura distrital social democrata, Paulo Cunha fala em dois anos “de muito trabalho”; reconhece que não foi um período “pleno de êxitos”, mas está convicto de que fez tudo o que estava ao seu alcance, “reforçando a posição do PSD na sociedade civil e o seu entrosamento com as instituições do distrito”.

A sensivelmente um mês das eleições, Paulo Cunha diz que “é tempo de olhar o futuro”. Sobre o projeto e equipa que levará a votos, promete anunciar nos próximos dias.

Greve dos trabalhadores da IP vai afetar circulação de comboios nos dias 1, 3 e 5 de agosto

A organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal (gestor da infraestrutura ferroviária) convocou uma greve para os dias 1, 3 e 5 de agosto e a Comboios de Portugal (CP) prevê «fortes perturbações» na circulação.

Em comunicado, a CP reporta que, «por motivo de greve convocada por organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios, a nível nacional, em todos os serviços, nos dias 1, 3 e 5 de agosto de 2022».

Está prevista a realização de serviços mínimos nos dias da greve, sem prejuízo de poderem ser realizados comboios adicionais, cuja lista pode ser consultada em www.cp.pt

Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga volta a encerrar

A Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga volta a encerrar entre as 08h00 de domingo e as 08h00 de segunda-feira, avança a Agência Lusa.

Mais uma vez, o encerramento por 24 horas deve-se à impossibilidade de completar as escalas de médicos, confirma a administração do hospital.

Em caso de urgência, os utentes devem contactar a Linha SNS 24 – 808 24 24 24 e dirigirem-se a outros hospitais da região, nomeadamente aqueles que têm apoio da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia, entre os quais Famalicão, Guimarães ou Viana. Em casos de maior complexidade, aconselha o Centro Hospitalar de São João, no Porto.

Recorde-se que no último mês e meio, este será o nono encerramento, por um período de 24 horas, do Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga.

 

Famalicão: Alunos da CIOR defendem Provas de Aptidão Profissional

Terminado mais um ano letivo, com a defesa das provas de aptidão profissional, os alunos da CIOR demonstraram que estão aptos para o mercado de trabalho ou para prosseguirem os seus estudos.

Os alunos finalistas dos diferentes cursos da Escola Profissional terminaram, na passada semana, a apresentação pública das suas provas de aptidão profissional perante os respetivos júris. Como projeto pessoal ou de equipa, fizeram prova dos conhecimentos adquiridos.

José Paiva, diretor pedagógico da Escola, destacou a qualidade das provas e dos projetos, relevando o espírito crítico, a criatividade e a inovação dos alunos. Acrescentando que é isto que se espera de um finalista da CIOR: «um técnico competente, criativo, cumpridor e comunicativo como pessoa e profissional».

A direção da Escola agradece a presença e participação de técnicos representantes de empresas, ensino e investigação, instituições e demais organismos representativos de diferentes setores do mercado do trabalho, que integraram os diferentes júris.

Os alunos finalistas frequentaram os cursos de mecatrónica automóvel; eletrónica, automação e comando; produção e maquinação, instalações elétricas; auxiliar de farmácia e animação sociocultural.

Associação Têxtil e Vestuário crítica falta de apoios à internacionalização

A direção da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal está preocupada com o que diz serem atrasos e incertezas no apoio à internacionalização para este setor do têxtil e vestuário.

Mário Jorge Machado, presidente da ATP, garante que a Associação tem procurado informações junto das entidades competentes e que não tem obtido as respostas que precisa.

«As manifestações de preocupação foram dirigidas ao mais alto nível, a diversas entidades e responsáveis políticos, desde a membros do Governo, ao COMPETE, à AICEP Portugal Global, à própria CIP, e, nalguns casos, manifestações reiteradas», acusa.

Mário Jorge Machado recorda que as «últimas calls do Portugal 2020 para a internacionalização das empresas ficaram muito aquém das necessidades, com cortes orçamentais que não eram de todo esperados. Sobretudo numa altura essencial em que deveríamos estar a ajudar as empresas a reverter os efeitos provocados, primeiro, por uma pandemia, a que somaram, recentemente, outros provenientes da guerra, com crise de preços na energia e matérias-primas, subida da inflação e recuo da procura», frisa.

Ainda que reconheça que as verbas do Portugal 2020 possam estar esgotadas, Mário Jorge Machado lembra que há um «Programa como o Portugal 2030 que devia estar ao serviço da economia desde 2021, e estamos no 3.º trimestre de 2022 e ainda ninguém consegue antecipar quando poderá estar operacional, com abertura de calls nestas e noutras áreas».

Famalicão: Alunos da Secundária Padre Benjamim Salgado visitam Bordéus

Os alunos da turma A do 9.º ano do Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, vencedores do Festival de Teatro Amador dedicado aos 400 anos do nascimento de Molière, deslocaram-se a Bordéus, na França, de 10 a 14 de julho. Foram 23 alunos, com idades entre os 13 e 14 anos.

Recorde-se que conquistaram o prémio com a peça «Le Bourgeois Gentilhomme», em maio passado, no âmbito da iniciativa cultural que decorreu no Teatro Narciso Ferreira, em Riba de Ave, e que foi oferecido pelo E.Leclerc de Vila Nova de Famalicão.

Em Bordéus, foram recebidos pelo Cônsul-Geral de Portugal, Mário Gomes, e usufruíram de um momento didático protagonizado por Manuel Dias, membro do Comité Nacional Francês Aristides Sousa Mendes, este último integrado no programa educativo e cultural «De Famalicão para o Mundo».

Nesta viagem, contactaram com o legado deixado pelo cônsul Aristides Sousa Mendes e visitaram os principais monumentos e praças do centro da cidade de Bordéus, seguindo o percurso UNESCO, a catedral de Santo André, a famosa praça da Bolsa com o seu espelho de água, bem como o Museu d’Aquitaine e o Grand Théâtre/Opéra de Bordeaux.

Recorde-se que o festival de teatro amador ganho por esta turma resultou das Comemorações dos 400 Anos do Nascimento de Molière, iniciativa que Vila Nova de Famalicão acolheu e que contou com o apoio da Embaixada de França/Instituto Francês de Portugal, da Alliance Française Guimarães-Braga, da rede de distribuição E.Leclerc e do Festival Culturissimo.