Pizzaria “Porto dos Piratas” firma acordo pioneiro com a Coca Cola

A “Pizzaria Porto dos Piratas”, inaugurada em junho de 2018, na Avenida dos Descobrimentos, em Vila Nova de Famalicão, continua a inovar e a proporcionar aos seus clientes uma experiência gastronómica única.

Na “Pizzaria Porto dos Piratas” os clientes são convidados a provar mais de 40 sabores de pizza (doces e salgadas), num ambiente temático inédito em Portugal.

O mês de setembro marca o arranque de uma nova era para este estabelecimento de restauração. O “Porto dos Piratas” acabou de celebrar um protocolo com uma gigante mundial, a Coca Cola.
Este acordo é único em Portugal e vem mostrar a força que a marca “Porto dos Piratas” já está a ter junto do público que a procura.
O proprietário da pizzaria, Adriano Cavaleiro, não revela o que está planeado para o futuro mas garante que esta parceria vai fazer “muita coisa acontecer”.

Tire mais proveito do seu jardim neste verão

Durante os meses de verão, um terraço ou um jardim assumem frequentemente o papel de sala de estar, oferecendo momentos únicos de relaxamento ou mesmo de convívio com familiares e amigos.

De facto, hoje em dia qualquer pequena fuga para relaxar, se traduz num momento precioso para fugir à rotina. E se tivermos a sorte de ter um espaço convidativo para esses momentos, mesmo ali a um passo da porta de casa, então essa “pequena fuga” fica ainda mais facilitada.

Mas para tal, convém que o jardim ou o terraço sejam adequados a esses momentos. Deve haver bancos de jardim para se sentar, um lugar para pousar um prato, a sua chávena de café ou a sua bebida preferida, algo que possa apoiar todas as suas necessidades e exigências de funcionalidade desses espaços.

Escolha do mobiliário de jardim

Devemos começar por assegurar que o nosso espaço seja o mais funcional possível.

A escolha do mobiliário talvez seja um dos passos mais difíceis, pois é aqui que os erros mais básicos acontecem. Um excesso de mobiliário poderia sufocar o espaço e torná-lo pouco funcional. Da mesma forma, uma escolha demasiado limitada poderia criar falta de funcionalidade. Assim, quando falamos de exemplos clássicos de espaços, tanto no jardim como no terraço, é aconselhável escolher conjuntos de jardim que incluam os vários elementos que necessitamos. Nem mais, nem menos!

Uma vez encontrada a composição com o tamanho ideal para as dimensões do espaço, precisamos de escolher as suas características de cor e design. A forma mais segura de fazer essa escolha, é combinar o estilo do mobiliário com o estilo do exterior da casa. Numa casa com estilo clássico, o mobiliário de estilo moderno dificilmente se enquadra de forma harmoniosa, e vice-versa.

Algo que também pode ter em conta são as cercas. Estas podem funcionar não só como elementos decorativos, mas também como uma proteção para olhares alheios, para poder desfrutar do seu espaço com mais privacidade.

Mobiliário de plástico: sim ou não?

Uma das opiniões mais comuns no que se refere à decoração de terraços e jardins, é que o plástico combina com tudo. A assim ser, um simples conjunto de cadeiras e mesa de plástico seria o ideal, certo? Sejamos sinceros, independentemente de “vestir” as suas cadeiras com tecidos de cores e padrões adaptados ao seu estilo, dificilmente essa seria a melhor solução.

Não se trata apenas de uma questão do material em si, mas sim de uma questão de qualidade e de durabilidade. O desgaste desse mobiliário seria mais rápido do que os momentos que o mesmo lhe poderia proporcionar, o que significaria que em pouco tempo chegaria à conclusão que fez um mau investimento.

Crie a sua própria composição, à sua medida e ao seu gosto, mas tendo sempre em conta dois pontos: a funcionalidade conforme o espaço disponível e a estética consoante o aspeto exterior da casa e envolvente.

Por fim, não se esqueça de embelezar todo o espaço com as cores e frescura das flores e plantas e, claro, de desfrutar de momentos únicos de conforto e funcionalidade.

Arisca: A padaria onde o pão faz bem

Já reparou que muito pão que compra tem mais ingredientes do que supostamente deveria ter?

Hoje, dia 21 de maio, celebra-se o dia Mundial Contra a Obesidade e a Padaria Arisca fala-nos do pão de fermentação natural e dos seus benefícios para a saúde.

Além da sua essência histórica, este pão segue a receita artesanal: água, farinha e sal. Só que na Arisca existe um ingrediente extra: o tempo.

Este pão distingue-se do pão industrializado em muitos fatores, todos eles ligados a uma melhor alimentação oferecendo também maior saciedade e sabor.

É um pão mais caro que o habitual, sim. Mas colocando na balança a saúde e o bem-estar, estes últimos têm sempre maior peso.

Conheça os benefícios do pão de fermentação lenta e natural:

  • Mais nutritivo do que o pão convencional
    A fermentação natural ajuda a melhorar as propriedades das fibras alimentares e ainda pode aumentar a absorção de minerais, produzindo novos nutrientes.
  • Tem menor índice glicémico
    Isto deve-se à baixa velocidade com que a glicose é libertada no sangue e por isso diminui o índice glicémico do pão. Desta forma, o pão de fermentação natural é uma melhor alternativa para os diabéticos.
  • Menos propenso a gerar intolerância alimentar
    Os ácidos presentes nos pães de fermentação natural tornam o glúten da farinha mais digerível, afastando a possibilidade de intolerância alimentar.
  • É rico em antioxidantes e probióticos
    Estudos indicam que as bactérias do ácido lático têm a capacidade de libertar antioxidantes durante a fermentação. Estes servem para ajudar a prevenir doenças como o cancro ou Alzheimer, além de favorecerem o bom funcionamento das células de todo o organismo. Por outro lado, os probióticos ajudam a melhorar a saúde intestinal.
  • Melhor textura e sabor
    Por último, mas não menos importante o fermento natural tem uma série de vantagens, como melhor firmeza, textura e sabor do pão graças às bactérias ácido-lácticas e às leveduras presentes na massa fermentada. Sourdough é o nome técnico da massa fermentada através de lactobacilos e leveduras presentes no ambiente e nos cereais da qual a farinha foi feita.

Motivos não lhe faltam, mas ainda assim o pão da Arisca tem um toque especial.

Demora cerca de 3 horas a levedar e todas as farinhas usadas são puras e sem aditivos. A moagem do milho é feita numa mó antiga e artesanal com mais de 300 anos no concelho de Famalicão.

É trabalhoso e exige dedicação, mas o resultado compensa tudo: um pão saudável e com sabor a antigamente.

Visite a Arisca!
Loja Centro:
📍Av. Narciso Ferreira n.45 4760-105 Vila Nova de Famalicão
☎️ 252 317 417
Loja Mercado:
📍Avenida Marechal Humberto Delgado, n.135 4760-012 Vila Nova de Famalicão

Aproxima-se o mundial de 2022: Quais são as chances de Portugal ganhar?

Agora é definitivo: Portugal garantiu um lugar no mundial deste ano. Mas quais são as suas chances de ganhar? Especialmente agora, quando a condição física de Ronaldo é questionável.

Após uma vitória de 2-0 sobre a Macedónia do Norte, a seleção portuguesa de Cristiano Ronaldo se classificou para a Copa do Mundo do Catar-2022. Aos 37 anos, o maior jogador da história do futebol português disputará o quinto campeonato mundial da sua carreira embora não tenha sido o personagem decisivo contra o adversário que eliminou a Itália do mundial.

Foi com dois gols de Bruno Fernandes que Portugal, aos 32 e 65 minutos de jogo, garantiu o placar que levará o time ao Catar. Uma surpresa para os portugueses fãs do desporto que apostaram em Ronaldo como artilheiro do jogo em https://betting.com/pt/. Por lá foi possível acompanhar as emoções dos ‘odds’ em tempo real já que os portugueses demoraram a achar sua primeira chance de gol contra a ousadia dos jogadores macedônios!

Mesmo sem contribuir diretamente com gols, CR7 ameaçou fortemente no primeiro tempo e deu o passe para que o meia-atacante do Manchester United dobrasse a vantagem de Portugal aos 66 minutos. Mas aos 37 anos e a disputar aquele que poderá ser o seu último torneio, a contribuição de Ronaldo na Copa ainda é questionável. Saiba o motivo.

Probabilidades baixas

Em 2016, a conquista do Campeonato Europeu representou o primeiro grande troféu da seleção portuguesa. Alguns anos depois, acrescentou a Liga das Nações da Uefa ao ‘hall’ de conquistas. Depois de ser eliminado dos mundiais de 2018 e de 2020 nos oitavos-de-final Portugal ainda anseia a conquista da taça da Copa do Mundo, mas não é um dos favoritos a ganhar o título.

Portugal está de fora dos cinco principais favoritos em várias casas de apostas como no Brasil, França e Alemanha, mesmo contanto com o reforço do jogador do século na equipa. Atualmente Portugal é cotado em 12/1 para vencer a Copa do Mundo de 2022 graças ao resultado ruim de suas recentes exibições e a dificuldade em garantir a vaga no torneio.

A presença de Ronaldo como garantia de um bom desempenho tem sido fortemente questionada e influencia as estatísticas. Além de estar às vésperas de uma aposentadoria, especialistas afirmam que a presença de uma estrela como Ronaldo em campo afeta os demais jogadores. Isto porque o time jogaria como foco no craque, o que desperdiçaria a chance de outras estrelas brilharem no time.

A despistar as especulações

Em entrevista coletiva antes da final do playoff de sua equipa contra a Macedônia do Norte, o capitão de Portugal, rejeitou as especulações de que sua carreira internacional estaria chegando ao fim. O posicionamento do jogador deixou claro que está focado no próximo campeonato e que não é hora para discutir sua aposentadoria quando se tem um grande torneio pela frente!

Quando foi questionado se este será o seu último mundial, Ronaldo disse: “Começo a fazer a mesma pergunta. Quem vai decidir o meu futuro sou eu, mais ninguém. Se eu sentir que devo jogar mais, eu vou. Se não, eu não vou. Eu vou decidir, ponto final”.

Cristiano Ronaldo mostra interesse em ir para o Paris Saint Germain

O romance entre o Cristiano Ronaldo e o Paris Saint Germain parece estar a tomar proporções cada vez mais reais

Apesar dos seus 37 anos, o avançado ainda é um dos jogadores mais cobiçados do mercado, podendo assim juntar-se a outras estrelas do futebol mundial como Neymar, Kyllian Mbappé e Leonel Messi.

A possibilidade de vermos Cristiano Ronaldo com as cores do PSG terá um papel fundamental a abordagem do clube francês para a próxima temporada, sendo que as odds de apostas do PSG podem mudar bastante caso isso aconteça.

Retorno aos Red Devils

Depois de um mercado de transferências verdadeiramente bombástico onde Cristiano Ronaldo acabou por assinar à última hora pelo Manchester United, as apostas em relação aos “Red Devils” e às suas possibilidades de lutarem por títulos, subiram vertiginosamente.

Contudo, a época não está a ser nada fácil para o clube inglês, estando atualmente fora dos lugares europeus e a serem completamente ultrapassados por aqueles que, na teoria, deveriam ser os seus concorrentes diretos no futebol europeu.

Nem a saída de Ole Gunnar Solsjkaer como treinador da equipa, para a chegada de Ralf Ragnick acabou por surtir grande efeito, com o conjunto de Manchester a manter a sua inconsistência e sem conseguir realizar exibições de grande qualidade.

Cristiano Ronaldo tem vindo a ser um dos jogadores mais inconformados até ao momento, não só pela falta de resultados positivos, mas também por estar a fazer uma das piores carreiras a título individual, algo perfeitamente natural tendo em conta a idade.

O português vê-se também atualmente envolvido numa polémica com um adepto do Everton, algo que certamente não abona a favor das suas exibições e do clima de infelicidade que parece estar a atravessar.

Será CR7 a solução para o Paris Saint Germain?

Depois de terem sido uma das equipas mais movimentadas neste Verão ao assinar algumas das maiores estrelas do futebol atual, incluindo o atual melhor jogador do mundo Leonel Messi, o PSG não conseguiu fazer jus ao seu valor a nível europeu.

Sendo a Ligue 1 uma competição onde partiam como grandes favoritos, as esperanças estavam centradas no título europeu e o investimento feito foi uma aposta forte nisso, estando a equipa francesa no topo dos candidatos, segundo as operadoras de apostas.

As lesões de Leonel Messi e a dificuldade em assimilar processos com tantos jogadores novos acabaram por ter efeitos negativos para os parisienses, que se viram eliminados precocemente pelo Real Madrid nos Oitavos de Final da Champions League.

Atualmente, com a incerteza que ainda paira sobre a presença de Kyliian Mbappé para a próxima temporada, a equipa de Paris já começa a procurar soluções e Cristiano Ronaldo é um dos nomes mais cogitados para reforçar o plantel.

Melhor trio da história?

Se o português concluir assim mais uma etapa no Manchester United e rumar ao Paris Saint Germain, poderemos estar perante um dos melhores trios da história de futebol (tendo em consideração o desejo de Mbappé em não renovar).

Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar iriam partilhar pela primeira vez o mesmo palco sem serem adversários, o que tornaria a frente de ataque parisiense de luxo, mesmo tendo em conta o declínio de, provavelmente, os dois melhores jogadores de sempre.

Esta “reunião” seria certamente o culminar de uma rivalidade inigualável entre Ronaldo e Messi, que poderiam finalmente juntar as suas qualidades e tentar uma última investida pelo título mais importante de clubes na Europa, a Liga dos Campeões.

Importante também referir que a junção dos dois astros seria muito importante em termos competitivos no início da época para que estes pudessem ter uma maior rotatividade em termos de protagonismo.

Este fator poderá vir a ser fundamental na escolha de Cristiano Ronaldo já que estamos num ano de Mundial e que se realizará em condições especiais, com a competição a desenrolar-se no Qatar em Novembro e Dezembro.

Messi e Neymar também terão essa atenção, já que a Argentina e o Brasil acabam por ser duas das seleções candidatas ao título nesta edição da competição.

Por agora, muito ainda falta por jogar para Cristiano Ronaldo e PSG nas suas respetivas temporadas, mas este Verão tem tudo para ser verdadeiramente arrebatador no que toca a transferências entre colossos mundiais.

Novo recorde de crescimento de apostas desportivas em Portugal

O jogo online continua a sua enorme expansão em Portugal com um novo recorde de crescimento de apostas desportivas a ter sido atingido recentemente.

Estes números são evidentes na análise global realizada pela entidade reguladora do jogo online em Portugal, a SRIJ, onde podemos ver uma passagem de testemunho dos jogos de casino para as apostas desportivas como atividade mais rentável na indústria em Portugal.

O natural crescimento advém principalmente de operadores de apostas como a Betano, que realizaram um enorme investimento no último ano, criando um mercado muito mais competitivo nas apostas desportivas e assim cativando novos jogadores.

Tendo em consideração os números divulgados pelo Serviço de Regulação e Inspeção do Jogo através do relatório relativo ao quarto trimestre de 2020 , é notória a evolução que as apostas desportivas tiveram no mercado, colocando atualmente numa posição destacada neste segmento.

A pandemia foi um dos fatores que mais contribuiu para esta ascensão das apostas desportivas, sendo que o jogo online garantiu um crescimento de mais de 30 milhões de euros em relação ao mesmo período do ano anterior.

Com a transição para a era digital a ser uma das perspetivas mais abordadas por parte das plataformas das apostas desportivas, este foi também um ano em que vimos mais de 160 mil novos jogadores, ditando assim 43,2% da receita total do jogo online.

Ao destronar os jogos de casino do topo da classificação no que toca aos rendimentos, as apostas em desporto mostram que este é um segmento a ser seguido no futuro e que terá uma grande importância no plano económico do país.

O retomar à normalidade

Apesar das plataformas de apostas desportivas terem aproveitado o período pandémico para se estabelecer no mercado, a verdade é que o retomar à normalidade e o recomeço de todas as competições acabou por ser a chave para esta ascensão meteórica.

Ao realizarem-se eventos como os Jogos Olímpicos, proeminentes à escala global, os apostadores começaram a ter mais opções no mercado, voltando a atrair assim diferentes públicos-alvo para as mais variadas modalidades.

Porém, e tendo em conta o panorama atual, este crescimento parece cada vez mais sustentado, com inúmeras plataformas a entrarem de forma afincada no mercado português e a tentar estabelecerem como competidores seguros a marcas mais reputadas.

O que esperar do futuro?

Tendo em conta que estamos perante um ano de Campeonato do Mundo, que será disputado em Novembro e Dezembro no Qatar, as expetativas para 2022 são ainda melhores, já que o futebol é, de longe, a modalidade mais apostada pelos portugueses.

A preferência dos portugueses é maioritariamente no desporto-rei, sendo que segundo os dados da SRIJ a maioria dos jogadores em Portugal apostam em futebol, com o ténis a ser a segunda modalidade mais apreciada.

Com torneios de Wimbledon e US Open à cabeça, o ténis desperta a atenção de cerca de 13% dos apostadores a nível nacional, um número bastante interessante, tendo em atenção o domínio do futebol em solo português.

Para este ano é também esperado que estas duas modalidades venham a dominar as apostas dos portugueses, com o basquetebol a poder colocar-se numa posição muito perto do ténis através da NBA e dos Campeonatos do Mundo que se irão realizar.

O crescimento continuará certamente a ser significativo no que toca às apostas desportivas, provavelmente ganhando ainda mais terreno em relação aos casinos online, devido ao aparecimento de novas plataformas e de algumas mudanças em termos de oferta.

Impacto da legalização em Portugal

Desde a legalização do jogo online em Portugal no ano de 2015 que temos vindo esta indústria a crescer de forma sustentado em praticamente todas as análises quantitativas, demonstrando que esta é apenas a ponta do icebergue em termos de potencial.

Existem cada vez mais portugueses a confiar nas plataformas online, já que as mesmas são reguladas e legisladas por entidades reputadas, o que cria um maior sentimento de segurança na altura de realizar transações digitais.

Esta credibilidade e confiança é, sem dúvida alguma, um dos fatores a destacar no que toca as apostas desportivas, já que o mercado é bastante criterioso nas operadoras que aceita, tornando-se assim mais proveitoso para todas as partes envolvidas.

Ações de casinos chineses caem após novas restrições por Covid-19 serem impostas

Devido ao crescimento de número de casos relativo à Covid 19 na China, o governo decretou novas restrições

Após um dos piores dias de sempre nos últimos dois anos em termos de novas infeções, para além de novos confinamentos impostos, viajantes de certas zonas da China terão agora de permanecer entre 7 e 10 dias de quarentena aquando das suas viagens para Macau.

Assim sendo, o impacto foi imediatamente sentido na indústria de maior relevância nesta região, a dos casinos, onde em termos económicos estas restrições acabam por ter uma enorme importância devido a estes serem espaços físicos e com público no geral.

Alguns dos grandes nomes já começam a pensar em alternativas para continuar a prosperar, sendo que investir em apps de casino online pode ser uma das saídas, devido ao enorme crescimento que este segmento teve nos últimos anos.

Macau e a queda na indústria dos casinos

O sucesso de Macau em termos culturais está estritamente relacionado com a presença de alguns dos melhores casinos do mundo nesta região, sector que gera mais de 50 mil postos de trabalho para a sua comunidade.

Casinos como o Wynn Macau, Sands China e MGM Resorts, são apenas alguns dos nomes que dominam esta indústria do jogo, criando assim um ambiente vibrante e que cativa os melhores apostadores do mundo a deslocarem-se a este local.

Contudo, desde a pandemia, esta foi também uma indústria que viu o seu papel colocado um pouco de parte, já que estes estabelecimentos vivem da interação pública, algo que foi impossível manter durante grande parte dos últimos dois anos.

Apesar de um ligeiro crescimento em 2021, de acordo com a plataforma Market Watch, Macau ainda continua 70 por cento abaixo dos níveis que atingiam pré-pandemia, um número bastante alto para este segmento.

Em termos de ações de bolsa referente às empresas que detêm os direitos destes casinos, desde a implementação de novas restrições vimos alguns nomes consagrados a perder na casa dos 10 por cento, com destaque para a SJM Holdings Ltd. e a Sands China Ltd.

Futuro com diferentes perspetivas por explorar

De acordo com Bem Lee, fundador da iGamiX, uma agência de consultadoria para mercados de jogo online casinos físicos recebem visitas diárias, mas cada vez menos jogadores a permanecer clientes a longo prazo, o que certamente irá ditar algumas mudanças.

Tendo em conta este crescimento dos casos, que se tornou o maior número nos últimos dois anos nesta região, a exploração de soluções a curto prazo poderá estar no conteúdo digital, através dos casinos online.

Sendo uma das áreas em maior expansão na atualidade económica, o jogo online torna-se assim uma vertente bastante cobiçada com o intuito de criação de novas plataformas que possam gerar algum tipo de retorno que os espaços físicos não conseguem.

Num dos mercados mais competitivos a nível global, o jogo online vê assim mais uma oportunidade de continuar a expandir-se em regiões onde os casinos têm uma enorme importância, podendo solidificar-se e atrair novos públicos.

Ainda sem previsões de quando tudo voltará ao normal, o governo chinês está interessado em manter a saúde pública a níveis que não se tornem preocupantes, o que deverá continuar a afetar estabelecimentos públicos como casinos a curto-prazo.