Polícia Judiciária apreende 825 quilos de cocaína escondida em caixas de bananas

A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu 825 quilos de cocaína, com elevado grau de pureza, dissimulada no interior de caixas de bananas, no âmbito do combate ao tráfico de drogas por via marítima, anunciou hoje fonte policial.

A droga “tinha como destino final vários países do continente europeu”, indica a PJ, em comunicado, que envolveu na operação meios da sua Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes e da Diretoria do Norte.

“Esta operação foi desencadeada na sequência de informação recebida de congénere estrangeira, no quadro da cooperação policial internacional”, ainda segundo a PJ, que remeteu a prestação de mais esclarecimentos para a tarde de hoje, na sua sede, em Lisboa.

Greve dos trabalhadores da IP vai afetar circulação de comboios nos dias 1, 3 e 5 de agosto

A organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal (gestor da infraestrutura ferroviária) convocou uma greve para os dias 1, 3 e 5 de agosto e a Comboios de Portugal (CP) prevê «fortes perturbações» na circulação.

Em comunicado, a CP reporta que, «por motivo de greve convocada por organização sindical representativa dos trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios, a nível nacional, em todos os serviços, nos dias 1, 3 e 5 de agosto de 2022».

Está prevista a realização de serviços mínimos nos dias da greve, sem prejuízo de poderem ser realizados comboios adicionais, cuja lista pode ser consultada em www.cp.pt

Famalicão: Jovem detido no Porto por tráfico de droga

Um jovem de 23 anos, estafeta e residente em Famalicão, foi detido pela PSP, esta quarta-feira, com duas doses de cocaína e 37 de heroína, na avenida da Boavista, na cidade do Porto.

No mesmo dia, dois homens de 45 e 53 anos, um operário da construção civil e desempregado, respetivamente, foram detidos com 64 doses de heroína, no bairro da Pasteleira Nova, também na cidade do Porto. Um dos detidos é residente em Famalicão e outro em Barcelos.

Associação Têxtil e Vestuário crítica falta de apoios à internacionalização

A direção da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal está preocupada com o que diz serem atrasos e incertezas no apoio à internacionalização para este setor do têxtil e vestuário.

Mário Jorge Machado, presidente da ATP, garante que a Associação tem procurado informações junto das entidades competentes e que não tem obtido as respostas que precisa.

«As manifestações de preocupação foram dirigidas ao mais alto nível, a diversas entidades e responsáveis políticos, desde a membros do Governo, ao COMPETE, à AICEP Portugal Global, à própria CIP, e, nalguns casos, manifestações reiteradas», acusa.

Mário Jorge Machado recorda que as «últimas calls do Portugal 2020 para a internacionalização das empresas ficaram muito aquém das necessidades, com cortes orçamentais que não eram de todo esperados. Sobretudo numa altura essencial em que deveríamos estar a ajudar as empresas a reverter os efeitos provocados, primeiro, por uma pandemia, a que somaram, recentemente, outros provenientes da guerra, com crise de preços na energia e matérias-primas, subida da inflação e recuo da procura», frisa.

Ainda que reconheça que as verbas do Portugal 2020 possam estar esgotadas, Mário Jorge Machado lembra que há um «Programa como o Portugal 2030 que devia estar ao serviço da economia desde 2021, e estamos no 3.º trimestre de 2022 e ainda ninguém consegue antecipar quando poderá estar operacional, com abertura de calls nestas e noutras áreas».

Famalicão faz parte de rede que potencia a investigação e desenvolvimento

O Município, através do Famalicão Made In é, desde esta quinta-feira, após aprovação em reunião de Câmara, parceiro do “Knowledge Circle” dos institutos politécnicos de Leiria e do Cávado e do Ave, que visa potenciar a valorização económica dos resultados de I&D (Investigação e Desenvolvimento) e reforçar a transferência de conhecimento científico e tecnológico para o setor empresarial.

Fazem parte deste projeto mais de duas dezenas de entidades de apoio à inovação das regiões Norte e Centro, tais como a Associação Empresarial do Minho, o CITEVE, a InvestBraga, a Startup Leiria e a Associação Empresarial da Região Oeste.

Apoiar na avaliação do potencial técnico e de mercado de tecnologia e na obtenção de financiamento para novas fases de desenvolvimento; facilitar contactos bilaterais com empresas; apoiar atividades de difusão e transferência de conhecimento e tecnologia; apoiar a criação de novas empresas e empresas spin-off; e analisar linhas de trabalho conjuntas entre as regiões Norte e Centro para a valorização económica de resultados de I&D são os principais objetivos desta rede, cujos parceiros se comprometem a participar e a colaborar na dinamização das várias atividades previstas no projeto. Entre elas está a organização de um concurso para atribuir vouchers de serviços de validação pré-comercial ou desenvolvimento de protótipos para projetos de I&D; a realização de um Open Day Indústria, de ações de experimentação e projetos-piloto demonstradores em empresas, de tertúlias científicas de acesso livre e o licenciamento de tecnologia.

Famalicão: PSP detém quatro pessoas por tráfico de droga

Na tarde desta quarta-feira, no âmbito de um processo de investigação de tráfico de estupefacientes, a PSP, dando cumprimento a vários mandados de busca domiciliária e a viaturas, deteve quatro pessoas (3 homens e uma mulher) com idades compreendidas entre os 42 e 51 anos.

A operação, que decorreu na cidade de Famalicão, pelas 17h30, resultou, ainda, na apreensão de heroína para cerca de 320 doses; cocaína para 200 doses; liamba suficiente para 10 doses; 899 euros em dinheiro, uma pistola e duas viaturas.

Os detidos, que já estavam referenciados pela prática de vários ilícitos da mesma natureza, foram presentes esta quinta-feira, no Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão para aplicação das respetivas medidas de coação.

Covid-19: Isolamento de doentes passa de sete para cinco dias

A ministra da Presidência anunciou, esta quinta-feira, que o período de isolamento por covid-19 vai passar de sete para cinco dias e que a situação de alerta devido à pandemia mantém-se até ao final do mês de julho.

Em conferência de imprensa, Mariana Vieira da Silva promete novidades para os próximos dias, garantindo que vão continuar a vigorar regras do uso de máscaras em determinadas situações, como transportes públicos. A exigência do certificado digital para entrar no país vai deixar de ser obrigatória, referiu a Ministra.