Porto: 18 mil reúnem-se hoje nos Aliados para a S. Silvestre

O último domingo do ano vai ser memorável para os milhares de participantes que irão preencher as principais artérias da cidade do Porto para a festa do desporto do ano.

Às 18h de amanhã, dia 29 de dezembro, a Avenida dos Aliados será palco da partida da maior S. Silvestre do país. Em família ou entre amigos, serão 18 mil atletas que irão fazer parte deste animado pelotão para percorrem os 10 km da corrida ou os 5 km da caminhada.

Correm 42 nacionalidades

A Liberty Seguros S. Silvestre Cidade do Porto é uma prova histórica e já reconhecida internacionalmente. Para a edição deste ano, estão inscritos participantes de 42 países.

Entre os países representados estão Espanha, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Rússia, Polónia, Suécia, Noruega, Itália, Luxemburgo, Roménia, Turquia, Irlanda, Finlândia, Bielorrússia, Malta, Ucrânia, Eslovénia, Letónia, Lituânia, Estónia, Brasil, Venezuela, Estados Unidos, Canadá, México, Equador, Paraguai, Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Marrocos, Moçambique, Quénia, África do Sul, Índia, Filipinas, Macau, Irão e Nova Zelândia.

Pode acompanhar os atletas online

O serviço de Live Tracking vai estar disponível para a Corrida (10 km) e permite fazer o acompanhamento em tempo real dos atletas durante a prova. Basta aceder ao site www.runporto.com, através de um computador, smartphone ou tablet.

Ao pesquisar o nº do dorsal ou o nome do participante, pode localizar-se o progresso de um atleta, familiar ou amigo, ao longo do percurso, permitindo ainda a partilha automática da evolução do participante no percurso nas redes sociais (facebook e twitter). Este serviço é gratuito.

Mega recolha alimentar para a Legião da Boa Vontade

Ainda com o espírito solidário característico desta época do ano, na 26ª Liberty Seguros S. Silvestre Cidade do Porto está a realizar-se uma recolha de alimentos para a Legião da Boa Vontade (LBV). No levantamento do dorsal (Alameda Shop & Spot), os participantes podem levar o seu contributo (enlatados, arroz, açúcar, massa, bolachas, comida de bebé (papas), azeite, óleo, entre outras coisas) para que a LBV ajude os que mais necessitam nesta quadra natalícia.

Durante estas acções, já foi angariado um total de 3000 quilos em alimentos.

Esponja mágica da Mercadona surpreende pela sua versatilidade

A Mercadona introduziu no seu sortido a Esponja Mágica da marca própria, Bosque Verde, que surpreendeu os seus clientes pela sua versatilidade de uso. Trata-se de um produto que está disponível nas mais de 1.600 lojas da Mercadona, em Espanha e Portugal, e que surpreende pela sua eficácia na eliminação de marcas e nódoas de sujidade em diversas superfícies, como portas, paredes, rodapés, chão, material desportivo, entre outros.

A esponja apresenta diversas soluções de limpeza e não danifica os tecidos nem as superfícies sendo, também, eficaz nas juntas dos azulejos, nas mochilas com marcas de lápis de carvão, canetas, ou lápis de cera, nas cadeiras com manchas difíceis e até nos sofás da sala com nódoas.

Trata-se de uma esponja com duas faces: uma branca, que serve para eliminar as manchas mais difíceis, e uma vermelha, que serve para absorver possíveis resíduos de sujidade. E é muito fácil de usar pois basta humedecer a parte branca com bastante água e depois escorrer para começar a limpar. Cada embalagem contém três esponjas que podem ser utilizadas até que se gaste completamente a parte branca.

pub

 

Inscrições para a Famalicão-Joane terminam esta terça-feira

No próximo domingo cumpre-se a 22.ª edição do Famalicão-Joane que este ano conta para os Campeonatos Nacionais de Estrada 2021-2022, com a atribuição dos respetivos títulos nacionais, pelo que a prova contará com os melhores atletas portugueses da atualidade.

As inscrições terminam esta terça-feira, 27 de setembro, em: fpacompeticoes.pt

Excecionalmente, a prova terá alterações: O percurso terá 10 Km, ao invés dos tradicionais 12 km, sendo que a prova principal partirá de Joane em direção a Vila Nova de Famalicão, fazendo o retorno em Requião para voltar à vila joanense onde estará instalada a meta, no Parque da Ribeira.

Esta jornada de atletismo contempla, ainda, o regresso da Caminhada Vermoim-Joane e do passeio de Bicicleta Bike Tour Famalicão Joane, iniciativas interrompidas devido à pandemia, e que mantêm o mesmo figurino das edições anteriores, embora com outros horários.

Esta organização da Associação Teatro Construção, com o apoio da Câmara Municipal da AA Braga e da Federação Portuguesa de Atletismo, tem o seguinte programa: 9 horas: Bike Tour Famalicão Joane (12Km), partida em Vila Nova de Famalicão, junto à rotunda da Paz; 10 horas: Vermoim – Joane (4Km), caminhada com partida em Vermoim, junto à igreja; 10H50: Famalicão – Joane/Campeonato Nacional de Estrada, 10 Km Femininos, com partida e chegada em Joane, no Parque da Ribeira; 11H15: Famalicão – Joane/Campeonato Nacional de Estrada, 10 Km Masculinos, com partida a chegada no mesmo local.

As inscrições, que terminam a 27 de setembro, estão abertas em: fpacompeticoes.pt

Famalicão: Nova direção do 1⁰ de Maio anuncia obras

Tomaram posse, na noite desta sexta-feira, os novos órgãos sociais do 1⁰ de Maio, popular coletividade da Requião.

Domingos Lopes, sócio número 2 da associação, é o presidente da direção. Durante os dois anos de mandato dá prioridade à reabilitação dos balneários e espaço social. A primeira fase será mesmo os balneários, já este ano, havendo a garantia do apoio da Câmara Municipal, no valor de 45 mil euros.

Outro dos projetos é a reativação do atletismo. A associação foi responsável, durante muitos anos, pela realização de uma das S. Silvestres mais conceituadas e antigas do país, e Domingos Lopes quer recuperar a modalidade. Ainda no desporto, o futsal é para continuar e incrementar.

Na Assembleia Geral preside José Lopes e o Conselho Fiscal está a cargo de António Miranda.

 

Mercadona doa 670 toneladas de alimentos no primeiro semestre deste ano

A Mercadona doou 670 toneladas de produtos de primeira necessidade no primeiro semestre de 2022 em Portugal. Estas doações, equivalente a mais de 11.000 carrinhos de compra, foram destinadas a mais de 30 cantinas sociais, 5 bancos de alimentos e outras entidades sociais com as quais a empresa colabora. No distrito de Braga, a Mercadona doou 118 toneladas de produtos de primeira necessidade a instituições locais de solidariedade social.

A Mercadona participa, ainda, noutras iniciativas de âmbito nacional que se realizam ao longo do ano. É o caso da “Campanha Vale”, da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, e da campanha “Shop for Goodness” da Cruz Vermelha Portuguesa, cujo montante angariado foi convertido em cartões de compra que contribuem para a autonomização de famílias carenciadas.

Com mais de 1.660 lojas entre Portugal e Espanha, a Mercadona doou 10.800 toneladas de bens na primeira metade deste ano, o equivalente a 180.200 carrinhos de compras, que se destinaram a mais de 410 cantinas sociais, 60 bancos de alimentos e outras entidades sociais de ambos países.

Estas ações resultam do compromisso da empresa em partilhar com a sociedade parte do que dela recebe. No âmbito deste Plano de Responsabilidade Social e a par da doação de alimentos, a Mercadona colabora com 32 fundações e centros ocupacionais na decoração das suas lojas com murais de trencadís (mosaicos típicos do Mediterrâneo), elaborados por mais de mil pessoas com incapacidade intelectual.

Outra linha estratégica deste Plano de Responsabilidade Social é a sustentabilidade, de que é prova o Sistema de Gestão Ambiental próprio, baseado nos princípios da economia circular e focado na otimização logística, eficiência energética, gestão de resíduos, produção sustentável e redução do plástico. Nesse sentido, a Mercadona, junto dos seus fornecedores Totaler, está a desenvolver a Estratégia 6.25: 6 ações para atingir um triplo objetivo até 2025: reduzir o plástico em 25%, que todas as embalagens sejam recicláveis, e reciclar todos os seus resíduos de plástico.

A Mercadona integra desde 2011 o Pacto Mundial das Nações Unidas para a defesa dos valores fundamentais em matéria de Direitos Humanos, Normas Laborais, Meio Ambiente e Luta contra a Corrupção.

Em Braga, as instituições beneficiárias são Associação de Solidariedade Social de S. Tiago de Fraião (Braga), GASC (Barcelos), Lar de Santo António (Guimarães), Dar as Mãos – Associação de Solidariedade Social (Braga), Lar de Santa Estefânia (Braga), Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Braga (Braga) e Lar Nossa Senhora da Misericórdia (Barcelos)

Famalicão: Abertas inscrições para a Meia Maratona

A edição 2022 da Meia Maratona de Famalicão disputa-se na manhã do dia 27 de novembro e as inscrições já estão abertas no site da Runporto.

As provas de 21 quilómetros e outra de 10 quilómetros, percorrem algumas das mais belas e importantes artérias da cidade de V.N. de Famalicão, a partir da Avenida do Brasil, junto ao Parque da Devesa.

Para a prova principal, a primeira fase de inscrição decorre até 31 de outubro com um custo de 14 euros; depois, até 22 de novembro, é de 15 euros. As inscrições de última hora, no dia 26 de novembro, podem ser feitas nos Serviços Educativos do Parque da Devesa, a 17,50 euros.

Para a corrida de 10km, até 31 de outubro, a inscrição tem um custo de 9 euros; depois, até 22 de novembro, 10 euros; última hora (26 de novembro), também nos Serviços Educativos do Parque da Devesa, é de 12,50 euros.

O limite de participantes é de 2.500 atletas em cada corrida, pelo que a organização fechará as inscrições assim que seja atingido este máximo.

 

 

Famalicão recebe Campeonato Nacional de Estrada no dia 2 de outubro

No dia 2 de outubro são esperados perto de dois mil atletas na 22.ª edição da prova Famalicão-Joane que este ano conta para o Campeonato Nacional de Estrada, razão pela qual terá os melhores atletas nacionais nesta modalidade. As inscrições continuam abertas até 27 de setembro, no site da Federação Portuguesa de Atletismo, em: https://fpacompeticoes.pt/1584/inscrever

O percurso escolhido continua a ser a Estrada Nacional 206, mas com saída e chegada no Parque da Ribeira, em Joane (retorno faz-se na rotunda que dá acesso à autoestrada), numa distância de 10 km, contrariamente aos habituais 12km que ligavam a cidade à vila. As senhoras saem às 10h50 e os homens às 11h15.

Englobadas no programa continuam a Bike Tour (de Famalicão-Joane) e a caminhada Vermoim-Joane. Ivânia Fernandes, presidente da ATC, explica que o Bike Tour será a primeira prova a sair para a estrada, às 9 horas, que se mantém de Famalicão a Joane. Às 10 horas, arranca a caminhada de Vermoim até Joane.

A apresentação da prova decorreu esta terça-feira, nos Paços do Concelho, com a presença de Ivânia Fernandes; do presidente da Associação de Atletismo de Braga, Manuel Pacheco; do vereador do Desporto, Pedro Oliveira, e do presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Jorge Vieira.

O responsável máximo a nível nacional diz que «é uma cooperação virtuosa que nós temos e um privilégio quando organizamos uma competição de caráter nacional associada a uma prova já com créditos, com tradição formada, com capacidade organizativa, uma vez que é um evento com qualidade e imagem pública», sublinha.

O presidente da Associação de Atletismo de Braga realça que os 10km da prova estão «certificados e homologados», num percurso «rápido, apesar de não totalmente plano». Manuel Pacheco destaca a «tradição desportiva de Famalicão» e diz que tem «orgulho» em ter esta prova no calendário da Associação de Atletismo de Braga.

O município de Famalicão apoia esta prova, que engloba o lote daquelas que sobressaem a nível nacional. Aliás, esta é a segunda vez que a ATC organiza o campeonato nacional de estrada, a primeira vez foi em 2004/5.

O vereador do Desporto enaltece a presença de atletas de referência nacional, mas destaca também como muito importante o grande número de atletas amadores que justificam o princípio do «deporto para todos». Pedro Oliveira lembra que Famalicão é o concelho com mais provas e atletas inscritos na Associação de Atletismo de Braga, pelo que «Famalicão é hoje um município reconhecido também por aquilo que as suas gentes e instituições conseguem fazer». Neste aspeto, o autarca deu os parabéns à ATC pelo seu «papel relevante» no desporto, na ação social e na cultura.

Como referência, os Campeonatos Nacionais de Estrada realizam-se desde 1990 e tiveram lugar pela primeira vez no Campo Grande, em Lisboa. Naquele ano, Conceição Ferreira e Dionísio Castro foram os primeiros campeões nacionais. A prova tem decorrido em várias regiões do país. Famalicão recebe pela segunda vez, mas é objetivo da ATC realizar várias provas seguidas a contar para o calendário nacional, por forma a dar notoriedade a este evento desportivo. Jorge Vieira, da Federação Portuguesa de Atletismo, não nega essa possibilidade mas lembra que há vários municípios a solicitar essa organização, afirmando que essa é uma equação a ponderar.