Portugal é o terceiro melhor destino turístico do mundo

Portugal foi considerado o terceiro melhor destino turístico do mundo. O título foi atribuído pelos leitores da revista norte-americana especialista em viagens Condé Nast Traveler.

Portugal também surge na terceira posição no ranking dos melhores ‘spas’ do mundo, com o Spa by Sisley Paris, do Vila Vita Parc, em Porches, no Algarve. Em décimo terceiro lugar ficou o Six Senses Douro Valley, em Lamego.

Já no mês de setembro Portugal recebeu o prémio de destino turístico acessível pela Organização Mundial de Turismo. Os World Travel Awards, os chamados óscares do turismo, também já distinguiram Portugal como o melhor destino turístico europeu, por três anos consecutivos.

Todos ao Jamor para apoiar a equipa feminina do FC Famalicão

No tarde do dia 28 de maio, a equipa feminina do FC Famalicão disputa a final da Taça de Portugal, contra o Sporting, no Estádio Nacional do Jamor.

Para este momento singular na história do emblema famalicense, o clube continua a desenvolver uma campanha que convida os famalicenses a fazerem parte desta festa do futebol. O ingresso e transporte custam 10 euros e os interessados devem dirigir-se à Loja Oficial ou à Academia.

Vários clubes famalicenses, associando-se a este apelo e a este momento inédito no desporto concelhio, estão a partilhar nas redes sociais este convite, apelando a que todos apoiem a equipa neste importante jogo, marcado para as 17h15 do dia 28 de maio.

Famalicão: Pedro Almeida promete competitividade no Rali de Portugal

Ao volante de um Skoda Fabia, Pedro Almeida e Mário Castro vão disputar o Rally de Portugal, prova do WRC – Campeonato do Mundo de Ralis que se realiza entre quinta-feira e domingo, entre Coimbra e Matosinhos. A dupla está inscrita no WRC2 e no CPR – Campeonato de Portugal de Ralis.

«O nosso foco é o CPR e estar bem, em especial nas classificativas que pontuam para o Campeonato de Portugal», salienta Pedro Almeida.

Pedro Almeida, que vai para a quarta participação, diz que quer «desfrutar do evento, mas impondo-nos a responsabilidade de sermos muito competitivos, de dar o máximo e continuar a aproximação aos registos dos pilotos mais rápidos do CPR, somando pontos no campeonato».

O famalicense salienta ainda a dureza da prova, que exige atenção aos pilotos nacionais. «Temos trabalhado muito na preparação e confiamos na fiabilidade do Skoda Fábia, fundamental para cumprir os nossos objetivos. No Rally de Portugal partimos mais atrás, já encontramos o terreno degradado e isso exige-nos cuidados redobrados», aponta o piloto.

O Rally de Portugal começa esta quinta-feira com uma curta super especial em Coimbra e prolonga-se até domingo, com final em Matosinhos. A classificação do CPR- Campeonato de Portugal de Ralis fica fechada no final de sexta-feira, após a realização da especial de classificação 9, a super especial de Lousada.

António Rios Amorim assume COTEC Portugal e Isabel Furtado continua na direção

O presidente da Corticeira Amorim é o novo líder da direção da associação empresarial para o triénio de 2022 a 2025, sucedendo à famalicense Isabel Furtado que continua na estrutura diretiva.

Na Assembleia Geral da COTEC Portugal, que se realizou na tarde desta quarta-feira, na Fundação Portuguesa das Comunicações, em Lisboa, foi reconduzido na presidência da Mesa da Assembleia Geral, Vasco de Mello, presidente do Conselho de Administração da Brisa Auto-Estradas de Portugal; António Portela, CEO da BIAL é o novo presidente do Conselho Geral e Paulo Pereira da Silva, CEO da Renova, o presidente do Conselho Consultivo. O Conselho Fiscal será presidido por Pedro Caeiro, director comercial do Millennium BCP.

Cessou funções Isabel Furtado, CEO da TMG Automotive, que continua na direção da associação, assim como Manuela Tavares de Sousa, presidente da Imperial, a quem se juntaram os gestores José Rui Marcelino, CEO da Almadesign e António Redondo, CEO da Navigator.

A COTEC Portugal – Associação Empresarial para a Inovação conta com 331 Associados e tem como missão promover o aumento da competitividade das empresas localizadas em Portugal, através do desenvolvimento e difusão de uma cultura e de uma prática de inovação, bem como do conhecimento residente no país.

Famalicão: Já pode fazer reserva de bilhetes para a final da Taça de Portugal

A partir desta quinta-feira já é possível reservar o seu bilhete na Loja Oficial e na Academia FC Famalicão com o custo de 10€ (inclui ingresso e transporte) para apoiar a equipa feminina na final da Taça de Portugal.

Os sócios terão a oferta de uma t-shirt especial “Todos ao Jamor”. Estará também disponível o kit bilhete e tshirt (sem transporte) por 5€.

No dia 28 de maio, o Futebol Clube de Famalicão estará, pela primeira vez em 90 anos, no Estádio Nacional do Jamor, para disputar a final da Taça de Portugal Feminina. O feito foi alcançado pela equipa feminina que terá como adversário o Sporting, partida marcada para as 17h15.

Aproxima-se o mundial de 2022: Quais são as chances de Portugal ganhar?

Agora é definitivo: Portugal garantiu um lugar no mundial deste ano. Mas quais são as suas chances de ganhar? Especialmente agora, quando a condição física de Ronaldo é questionável.

Após uma vitória de 2-0 sobre a Macedónia do Norte, a seleção portuguesa de Cristiano Ronaldo se classificou para a Copa do Mundo do Catar-2022. Aos 37 anos, o maior jogador da história do futebol português disputará o quinto campeonato mundial da sua carreira embora não tenha sido o personagem decisivo contra o adversário que eliminou a Itália do mundial.

Foi com dois gols de Bruno Fernandes que Portugal, aos 32 e 65 minutos de jogo, garantiu o placar que levará o time ao Catar. Uma surpresa para os portugueses fãs do desporto que apostaram em Ronaldo como artilheiro do jogo em https://betting.com/pt/. Por lá foi possível acompanhar as emoções dos ‘odds’ em tempo real já que os portugueses demoraram a achar sua primeira chance de gol contra a ousadia dos jogadores macedônios!

Mesmo sem contribuir diretamente com gols, CR7 ameaçou fortemente no primeiro tempo e deu o passe para que o meia-atacante do Manchester United dobrasse a vantagem de Portugal aos 66 minutos. Mas aos 37 anos e a disputar aquele que poderá ser o seu último torneio, a contribuição de Ronaldo na Copa ainda é questionável. Saiba o motivo.

Probabilidades baixas

Em 2016, a conquista do Campeonato Europeu representou o primeiro grande troféu da seleção portuguesa. Alguns anos depois, acrescentou a Liga das Nações da Uefa ao ‘hall’ de conquistas. Depois de ser eliminado dos mundiais de 2018 e de 2020 nos oitavos-de-final Portugal ainda anseia a conquista da taça da Copa do Mundo, mas não é um dos favoritos a ganhar o título.

Portugal está de fora dos cinco principais favoritos em várias casas de apostas como no Brasil, França e Alemanha, mesmo contanto com o reforço do jogador do século na equipa. Atualmente Portugal é cotado em 12/1 para vencer a Copa do Mundo de 2022 graças ao resultado ruim de suas recentes exibições e a dificuldade em garantir a vaga no torneio.

A presença de Ronaldo como garantia de um bom desempenho tem sido fortemente questionada e influencia as estatísticas. Além de estar às vésperas de uma aposentadoria, especialistas afirmam que a presença de uma estrela como Ronaldo em campo afeta os demais jogadores. Isto porque o time jogaria como foco no craque, o que desperdiçaria a chance de outras estrelas brilharem no time.

A despistar as especulações

Em entrevista coletiva antes da final do playoff de sua equipa contra a Macedônia do Norte, o capitão de Portugal, rejeitou as especulações de que sua carreira internacional estaria chegando ao fim. O posicionamento do jogador deixou claro que está focado no próximo campeonato e que não é hora para discutir sua aposentadoria quando se tem um grande torneio pela frente!

Quando foi questionado se este será o seu último mundial, Ronaldo disse: “Começo a fazer a mesma pergunta. Quem vai decidir o meu futuro sou eu, mais ninguém. Se eu sentir que devo jogar mais, eu vou. Se não, eu não vou. Eu vou decidir, ponto final”.

Cristiano Ronaldo mostra interesse em ir para o Paris Saint Germain

O romance entre o Cristiano Ronaldo e o Paris Saint Germain parece estar a tomar proporções cada vez mais reais

Apesar dos seus 37 anos, o avançado ainda é um dos jogadores mais cobiçados do mercado, podendo assim juntar-se a outras estrelas do futebol mundial como Neymar, Kyllian Mbappé e Leonel Messi.

A possibilidade de vermos Cristiano Ronaldo com as cores do PSG terá um papel fundamental a abordagem do clube francês para a próxima temporada, sendo que as odds de apostas do PSG podem mudar bastante caso isso aconteça.

Retorno aos Red Devils

Depois de um mercado de transferências verdadeiramente bombástico onde Cristiano Ronaldo acabou por assinar à última hora pelo Manchester United, as apostas em relação aos “Red Devils” e às suas possibilidades de lutarem por títulos, subiram vertiginosamente.

Contudo, a época não está a ser nada fácil para o clube inglês, estando atualmente fora dos lugares europeus e a serem completamente ultrapassados por aqueles que, na teoria, deveriam ser os seus concorrentes diretos no futebol europeu.

Nem a saída de Ole Gunnar Solsjkaer como treinador da equipa, para a chegada de Ralf Ragnick acabou por surtir grande efeito, com o conjunto de Manchester a manter a sua inconsistência e sem conseguir realizar exibições de grande qualidade.

Cristiano Ronaldo tem vindo a ser um dos jogadores mais inconformados até ao momento, não só pela falta de resultados positivos, mas também por estar a fazer uma das piores carreiras a título individual, algo perfeitamente natural tendo em conta a idade.

O português vê-se também atualmente envolvido numa polémica com um adepto do Everton, algo que certamente não abona a favor das suas exibições e do clima de infelicidade que parece estar a atravessar.

Será CR7 a solução para o Paris Saint Germain?

Depois de terem sido uma das equipas mais movimentadas neste Verão ao assinar algumas das maiores estrelas do futebol atual, incluindo o atual melhor jogador do mundo Leonel Messi, o PSG não conseguiu fazer jus ao seu valor a nível europeu.

Sendo a Ligue 1 uma competição onde partiam como grandes favoritos, as esperanças estavam centradas no título europeu e o investimento feito foi uma aposta forte nisso, estando a equipa francesa no topo dos candidatos, segundo as operadoras de apostas.

As lesões de Leonel Messi e a dificuldade em assimilar processos com tantos jogadores novos acabaram por ter efeitos negativos para os parisienses, que se viram eliminados precocemente pelo Real Madrid nos Oitavos de Final da Champions League.

Atualmente, com a incerteza que ainda paira sobre a presença de Kyliian Mbappé para a próxima temporada, a equipa de Paris já começa a procurar soluções e Cristiano Ronaldo é um dos nomes mais cogitados para reforçar o plantel.

Melhor trio da história?

Se o português concluir assim mais uma etapa no Manchester United e rumar ao Paris Saint Germain, poderemos estar perante um dos melhores trios da história de futebol (tendo em consideração o desejo de Mbappé em não renovar).

Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar iriam partilhar pela primeira vez o mesmo palco sem serem adversários, o que tornaria a frente de ataque parisiense de luxo, mesmo tendo em conta o declínio de, provavelmente, os dois melhores jogadores de sempre.

Esta “reunião” seria certamente o culminar de uma rivalidade inigualável entre Ronaldo e Messi, que poderiam finalmente juntar as suas qualidades e tentar uma última investida pelo título mais importante de clubes na Europa, a Liga dos Campeões.

Importante também referir que a junção dos dois astros seria muito importante em termos competitivos no início da época para que estes pudessem ter uma maior rotatividade em termos de protagonismo.

Este fator poderá vir a ser fundamental na escolha de Cristiano Ronaldo já que estamos num ano de Mundial e que se realizará em condições especiais, com a competição a desenrolar-se no Qatar em Novembro e Dezembro.

Messi e Neymar também terão essa atenção, já que a Argentina e o Brasil acabam por ser duas das seleções candidatas ao título nesta edição da competição.

Por agora, muito ainda falta por jogar para Cristiano Ronaldo e PSG nas suas respetivas temporadas, mas este Verão tem tudo para ser verdadeiramente arrebatador no que toca a transferências entre colossos mundiais.