Rede de Museus de Famalicão renova declaração de princípios

Uma década depois da criação da Rede de Museus, os onze espaços museológicos renovaram o compromisso de trabalho com a assinatura de uma nova “Declaração de Princípios”, que aconteceu no dia 26 de novembro, nos Paços do Concelho.

O objetivo desta renovação de compromisso é intensificar o caminho de cooperação, iniciados em 2012, entre os museus, as pessoas e o seu território.

Nesta renovação foi também atualizada a lista dos museus-membros (dez museus e uma coleção visitável). «Ao renovarmos este compromisso queremos dar continuidade e, se possível, intensificar este trabalho em rede, sem abdicar da identidade de cada um dos museus», afirmou o vereador da cultura, Pedro Oliveira. «A forte projeção do Município, do ponto de vista cultural, também se deve ao trabalho que tem sido desenvolvido por esta rede», acrescenta.

Esta assinatura de compromisso aconteceu no âmbito do VI Encontro da Rede de Museus de Famalicão que aconteceu nos dias 25 e 26 de novembro. Paralelamente, foi lançado, no Museu Nacional Ferroviário de Lousado, o 2.º volume da coleção “Ser e fazer museu no século XXI: definir um caminho…onde estamos, para onde vamos”.

O novo volume documenta todo o projeto “Museu de Famalicão. Desenvolvimento sustentável na prática”, iniciado em 2021, com a realização de duas conferências, e que teve continuidade em 2022, com a medição do Índice de Sustentabilidade dos Museus de Famalicão.

Recorde-se que a Rede de Museus é coordenada pelo Município de Famalicão através do pelouro da Cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Famalicão: Atropelamento junto ao campo da feira

Uma pessoa foi, na tarde desta terça-feira, atropelada por um automóvel, nas proximidades do campo da feira de Famalicão.

O acidente aconteceu cerca das 13h20 e para o socorro da vítima foram acionados os Bombeiros Voluntários de Famalicão, acompanhados pela VMER da unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave.

Coube aos bombeiros o transporte da vítima que, segunda as primeiras informações, terá sofrido ferimentos ligeiros.

Famalicão: Acidente na praça das portagens em Esmeriz

A manhã desta terça-feira fica marcada por um acidente de viação, na praça das portagens, na freguesia de Esmeriz, em Vila Nova de Famalicão.

O sinistro, um despiste, ocorreu no acesso às portagens e não terá provocado feridos.

A GNR foi chamada ao local e tomou conta da ocorrência.

 

Famalicão: Vai ser criada nova ligação ao Hospital e construído parque de estacionamento público

Esta quinta-feira vai a reunião de Câmara a proposta de uma nova unidade de execução urbanística entre a Avenida 9 de Julho (Estrada Famalicão-Póvoa) e a Rua Norton de Matos, na parte norte do Hospital.

A área abrange 23.490 m2, com proposta para 3.274m2 de terreno para parque de estacionamento público; uma parte destinada a edificação, com zonas comerciais e de serviços, e outras destinadas à habitação.

Esta proposta urbanística inclui um melhor acesso ao Hospital tanto para ambulâncias como para o trânsito em geral, evitando que os condutores tenham que ir à Rotunda de Santo António.

Na Avenida 9 de Julho será construída uma rotunda que permitirá simultaneamente o acesso à zona do Hospital e ao Talvai.

Esta proposta será analisada e votada na reunião de Câmara desta quinta-feira, seguindo-se um período de discussão pública que terá início no 5.º dia após a publicação do respetivo aviso em Diário da República.

Famalicão: Aparatoso despiste seguido de capotamento em Novais

O final de tarde desta segunda-feira fica marcado por um aparatoso despiste, seguido de capotamento, na Rua das Almas, em Novais, Famalicão.

O sinistro aconteceu cerca das 18h40 e, segundo as primeiras informações, terá deixado ferido um jovem.

(em atualização)

Arranca na Trofa o curso de Escultura e Pintura de Arte Sacra

O Curso de Escultura e Pintura de Arte Sacra arranca no dia 13, às 11 horas, com 15 alunos, superando as expectativas dos impulsionadores que são a Câmara Municipal da Trofa, o Serviço de Formação do Porto e o Serviço de Emprego de Santo Tirso.

Este curso, que preserva a herança dos santeiros de S. Mamede do Coronado, vai decorrer na antiga escola de Feira Nova.

Uma das particularidades do curso será o envolvimento dos mestres santeiros no lecionamento de aulas teóricas e práticas, para proporcionar aos formandos o domínio das técnicas tradicionais de escultura e pintura de arte sacra.

Recorde-se que os Santeiros de São Mamede foram reconhecidos como uma das 7 Maravilhas da Cultura Popular Portuguesa e encontra-se em curso o processo para iniciar o dossier de candidatura deste ofício a Património Imaterial da Humanidade.

Promover na região a preservação da arte dos santeiros – escultores e pintores que produzem imagens de vulto devocionais para locais de culto é um dos principais desígnios do curso. A produção de arte sacra representa um importante legado específico e original para o património cultural trofense e nacional que, ao longo de décadas, se desenvolveu no Vale do Coronado, assumindo-se como um testemunho vivo de todo o saber que passou de mestres para aprendizes.