Serviços da Biblioteca Municipal estão a funcionar no Centro Cívico de Famalicão

Face às obras de remodelação e ampliação da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, os serviços de empréstimo domiciliário, de consulta e leitura de jornais e de postos públicos da internet foram provisoriamente instalados no Centro Cívico de Famalicão, junto à Matriz Nova. Estes serviços funcionam de segunda a sexta-feira das 10h00 às 19h30.

Além deste espaço, estão em funcionamento os cinco polos da Biblioteca Municipal, localizados nas vilas de Ribeirão, Riba de Ave e Joane, e nas freguesias de Lousado e Pousada de Saramagos.

Refira-se que as obras de remodelação e ampliação da Biblioteca Municipal arrancaram no início de setembro. A intervenção consiste na modernização e recuperação dos espaços operacionais – nomeadamente, receção, fundo local, salas de leitura, entre outros -, assim como a remodelação do espaço exterior. A obra, adjudicada à empresa Costeira – Engenharia e Construção, S.A., implica um investimento municipal de cerca de 2 milhões de euros e tem um prazo de execução de um ano.

«Vamos criar condições para que esta obra seja, não só o que sempre foi, um espaço de leitura e de consulta, de estudo, mas também vocacionado para o futuro. É inegável que em quatro ou cinco anos muitas coisas mudam e temos que preparar os espaços para o futuro, através da polivalência e da flexibilidade», observou o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, aquando da assinatura do contrato da obra.

Na altura, a diretora da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, Carla Araújo, frisou que a remodelação do edifício é «um sonho sonhado há muitos anos. A coleção cresce todos os dias e a população também cresceu e a biblioteca precisava de se adaptar ao perfil do leitor atual».

A nível das funcionalidades, e tendo em conta que a biblioteca é muito utilizada para efeitos de estudo, estão previstos mais lugares sentados e a adaptação à era digital. «Precisamos de adaptar toda a rede de infraestruturas e alguns equipamentos para a componente digital», referiu Carla Araújo.

Recorde-se que a remodelação e ampliação foi projetada por Eduardo Marta, o mesmo autor do projeto da Biblioteca há quase 30 anos.

Famalicão: Sensibilização contra os maus-tratos na infância em Joane

Neste mês de alerta contra os maus-tratos na infância, continuam as ações de sensibilização, organizadas pelo município de Famalicão e pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, com o apoio de outras entidades. A próxima é na manhã deste sábado, às 9h30, numa abordagem à população na feira de Joane, com a colaboração da GNR da vila.

Dia 20, também um sábado, pelas 15 horas, showcooking no Mercado Municipal, com a presença de crianças e jovens das casas de acolhimento da ATC e Mundos de Vida. Pelas 16h30, yoga do riso com terapia do riso e presença da terapeuta/animadora sociocultural Carminda Carvalho. Para participar, é obrigatório o preenchimento do formulário.

No dia 30 de abril, às 11h30, será “construído” um laço humano, no centro urbano (junto à Fundação Cupertino de Miranda) com a colaboração das turmas dos cursos profissionais do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco/D. Sancho I e Escola profissional CIOR.

 

FC Famalicão “em alerta” com o momento do FC Porto

“Não há duas sem três”, diz o ditado e o FC Famalicão quer que se cumpra, este sábado, diante do FC Porto. O conjunto famalicense vem de duas vitórias seguidas, tem os níveis de confiança elevados, mas o adversário é o terceiro classificado do campeonato e joga em casa. O facto do FC Porto vir de duas derrotas consecutivas não sossega o treinador Armando Evangelista. Pelo contrário. «Estão em alerta máximo e isso pode dificultar a tarefa do FC Famalicão», disse na conferência de imprensa. Por isso, dentro da estratégia montada para este jogo, que o técnico famalicense não revela, está a consciência de que é preciso estar em constante alerta.

Sabe que não vai contar com Chiquinho nem com Riccieli, que têm sido titulares e influentes na equipa, mas não valoriza em demasia isso, porque reconhece que é uma oportunidade para outros mostrarem o seu valor, «sedentos que estão de mostrarem as suas qualidades».

Armando Evangelista vai com ambição ao Dragão, ainda sem pensar no jogo de terça-feira, diante do Sporting, em casa, para acertar calendário. Em sete jornadas que faltam, o FC Famalicão enfrenta os três “grandes”, mas o técnico prefere pensar num jogo de cada vez e não em posições na tabela classificativa. «Temos três jogos com adversários fortíssimos, mas estamos focados em sermos competitivos e que a equipa continue a crescer de mão dada com o crescimento do clube», sublinhou.

Recorde-se que está à frente do clube há apenas dois jogos, tempo que considera insuficiente para que os jogadores tenham assimilado todas as ideias de jogo. Sobre a posição do clube no final do campeonato também não traça objetivos, mas compreende a ambição interna e reconhece a necessidade da competitividade da equipa acompanhar o crescimento do clube no futebol português.

A partida entre o FC Porto e o FC Famalicão está marcada para as 18 horas deste sábado, no Estádio do Dragão.

Foto: FC Famalicão

Famalicão: Saiba quem são os vencedores do concurso de ilustração e escrita sobre os 50 anos da Revolução de Abril

No âmbito das comemorações dos 50 anos da Revolução de Abril de 1974, a Câmara Municipal, através do projeto educativo e cultural “De Famalicão para o Mundo”, promoveu o concurso artístico (ilustração e escrita) subordinado ao tema “25 de Abril: 50 anos de liberdade e democracia”, incentivando a articulação entre a História Local e a Nacional.

No total foram submetidos a concurso 184 trabalhos e já foi anunciada a lista de vencedores. Recorde-se que esta iniciativa visou sensibilizar os estudantes para o significado desta data. A entrega dos prémios aos trabalhos individuais acontecerá no dia 25 de abril, 17h30, na Galeria da Casa Museu Soledade Malvar; os prémios referentes aos trabalhos coletivos serão entregues em data a agendar em contexto de sala de aula.

A lista de vencedores

1.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Lourenço Oliveira, 1.º ano – EB 1 Terras do Ave – AETA
Coletivo: Mariana Pereira e Salvador Sousa, 1.º ano – Colégio Machado Ruivo

2.º escalão –- produção escrita – conto:
Individual: Matilde Nogueira Moreira, 5.º A, n.20, Escola Básica do 2º/3.ª ciclo de Ribeirão – Agrupamento de Escolas de Ribeirão;
Coletivo: Turma H2, EB1 de Oliveira de S. Mateus, Agrupamento de Escolas Terras do Ave;

2.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Francisca Martins Lima, 4.º ano, EB 1 de Joane, Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado
Coletivo: Turma 6.6, Escola Básica 1º/2º Ciclos Dr. Nuno Simões, Agrupamento de Escolas D. Sancho I

3.º escalão – produção escrita – conto:
Individual: Daniela Gomes Fernandes, 9.º B, n.º 6, Escola Secundária Padre Benjamim Salgadio, Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado;
Coletivo: Turma 9.º 3, Agrupamento de Escolas de Gondifelos;

3.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Rúben Azevedo, 9.º F, Agrupamento de Escolas de Ribeirão (foto)
Coletivo: Diana Ventura e Leonor Martins, 9.º A, Agrupamento de Escolas Terras do Ave

4.º escalão – produção escrita – conto:
Individual: Tiago Carvalho Barquero da Silva, 11.º J – Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco;
Coletivo: sem trabalhos a concurso.

4.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Luís Martins, 11.º I, Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco
Coletivo: Turma 12.º 2, Didáxis

Famalicão: Candidaturas para a Jovem Orquestra abrem segunda-feira

Abrem na segunda-feira, dia 15 de abril, as candidaturas para a Jovem Orquestra de Famalicão (JOF). Podem candidatar-se jovens instrumentistas com formação pré-universitária residentes ou a estudar em Famalicão.

As inscrições decorrem de 15 de abril a 12 de maio e devem ser apresentadas online, através do preenchimento do formulário existente na página: www.famalicao.pt/jovemorquestrafamalicao.

A 6.ª edição da iniciativa acontece de 9 a 14 de setembro, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

Estão disponíveis um máximo de 87 vagas, distribuídas por instrumentos de cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), sopro (flauta, oboé, clarinete, fagote, trompa, trompete, trombone, tuba e harpa), percussão e piano.

O estágio, com direção do maestro José Eduardo Gomes, inclui ensaios de orquestra e dois concertos no grande auditório do teatro municipal, nos dias 13 (21h30) e 14 de setembro (18h00).

Recorde-se que a Jovem Orquestra de Famalicão é uma iniciativa organizada pelo Município de Vila Nova de Famalicão, através da Casa das Artes. Trata-se de um projeto artístico que se realiza desde 2019 e que procura responder a características únicas do território, nomeadamente, a existência de um forte e dinâmico ecossistema cultural associado ao ensino artístico especializado e ao ensino profissional de música.

As normas de participação e outras informações da JOF estão disponíveis no portal do Município em www.famalicao.pt/jovemorquestrafamalicao .

Famalicão: Francisco Moura garante que a equipa vai com confiança ao Dragão

Francisco Moura transmitiu aos adeptos do FC Famalicão uma mensagem positiva sobre o próximo jogo, no sábado, no Estádio do Dragão, frente ao FC Porto, às 18 horas. Garante que a equipa vai lutar pelos três pontos e pela terceira vitória consecutiva no campeonato. «Vai ser um jogo difícil porque temos pela frente um grande clube, mas temos atributos para conseguir competir. Se tivermos coragem e audácia e quisermos ganhar, as coisas acabarão por nos ser favoráveis», exprimiu o atleta, em declarações às redes sociais do FC Famalicão.

O defesa esquerdo sente que a equipa tem vindo a crescer e «está a assimilar as ideias do mister. Tivemos pouco tempo (com Armando Evangelista), mas é sempre melhor jogar sobre vitórias. Estamos a crescer como equipa e isso é bom para nós», sublinhou.

Francisco Moura falou também da sua carreira individual, há dois anos ao serviço do “Fama”, depois do SC de Braga. «Sinto que tenho vindo a crescer de jogo para jogo, a fazer jogos com regularidade e isso tem sido importante para mim», analisa. «É uma tática diferente. No SC Braga atacava mais. Tive que mudar um pouco o meu jogo, ser melhor a defender e sinto que estou melhor nesse aspeto», notou, agradecendo à equipa o contributo ao seu próprio crescimento individual como jogador. Deixou também uma palavra de apreço aos adeptos do FC Famalicão e à direção do clube, pelo esforço em criarem condições para o bem-estar dos atletas. «Quando cheguei não tinha tantas condições. Tem evoluído bastante, porque as pessoas à frente do clube têm feito um grande trabalho», conclui, mas com o desejo de ver o FC Famalicão crescer ainda mais.

Foto: FC Famalicão

Famalicão: Bom tempo convida para vir à vila ao Mercado dos Sabores

Compotas e marmeladas, fumados e salgados diversos, entre outros produtos, são propostas para este fim de semana em mais uma edição do Vai à Vila. O Mercado dos Sabores decorre este sábado e domingo com a presença de duas dezenas de produtores locais.

Na Praça D. Maria, este mercado urbano estará aberto das 10 às 23 horas, no sábado, e das 10 às 18 horas, no domingo, sendo de entrada livre.

A par do certame, quem visitar o centro urbano no domingo também pode assistir a coreografias pelo grupo de dança M Dancer’s, às 14h00, seguindo-se a atuação da Orquestra Pentágono, às 16h00, na Praça D. Maria II.

O Mercado dos Sabores faz parte do projeto municipal ‘Vai à Vila!’, iniciativa de animação regular do centro de Famalicão que arrancou em 2023 e preenche cada fim de semana, conciliando o novo centro urbano com uma dinâmica cultural e lúdica.

Foto arquivo