Três utentes e um funcionário infetados em lares de Famalicão

Dos cerca de 1700 testes realizados à Covid -19 aos funcionários e utentes dos lares de idosos de Vila Nova de Famalicão, apenas quatro deram positivo – três utentes e um colaborador.

Os resultados finais foram anunciadas, esta sexta-feira, pela Câmara Municipal e confirmam a notícia avançada pela Cidade Hoje esta quinta-feira.

O rastreio a residentes em lares de idosos, unidades de cuidados continuados e lares residenciais de apoio à deficiência e aos funcionários revelaram uma baixa incidência infeciosa junto daquela que é uma das populações mais vulneráveis ao contágio.

Ao longo da última semana mais de 20 instituições foram rastreadas, segundo um acordo entre a autarquia e a ARS Norte.

A Câmara Municipal assumiu a responsabilidade e os custos pela realização dos testes aos idosos, numa operação realizada com o envolvimento do laboratório Unilabs e com o apoio do Hospital Narciso Ferreira, de Riba de Ave; já os testes aos funcionários das instituições foram da responsabilidade da Administração Regional de Saúde do Norte.

Famalicão: Ana Ferreira está desaparecida e a família desespera por informações

Ana Raquel Ferreira (na imagem) desapareceu de casa, esta terça-feira, 23 de julho, na zona do Alto da Vitória, em Calendário, Vila Nova de Famalicão.

À Cidade Hoje a família adiantou que a jovem, de 27 anos, faltou ao trabalho e está incontactável. Quando saiu de casa terá levado os documentos e o telemóvel que tem estado desligado.

A mesma fonte diz desconhecer que tipo de roupa Ana Ferreira vestia neste dia, já que ninguém a terá visto a sair de casa.

O caso já foi reportado às autoridades.

Se tiver informações sobre o paradeiro de Ana Raquel Ferreira entre em contacto de imediato com as autoridades locais.

 

Famalicão: Miguel Bravo exigiu pagamento antecipado de espetáculo, não apareceu nem justificou (até agora) a ausência

O artista Miguel Bravo, contratado para atuar nas Festas em Honra de Santa Marinha, em Portela, Famalicão, causou grande descontentamento a não comparecer no espetáculo agendado para a noite do passado dia 19 de julho.

Até esta terça-feira, dia 23, a comissão de festa ainda não tinha recebido qualquer justificação para a ausência do artista que, no dia seguinte (20 de julho), acabaria detido pela Polícia Judiciária, na sequência de uma investigação pela prática de alegados crimes de abuso sexual de menores.

Em declarações à Cidade Hoje, um representante da comissão de festas revelou que Miguel Bravo tinha solicitado o pagamento antecipado do valor integral da sua atuação. No entanto, após negociação, foi acordado que apenas 20% desse valor seria adiantado, com os restantes 80% a serem pagos posteriormente.

A comissão de festa, desapontada com a postura do artista e pela falta de comunicação, informou que pretende recorrer às vias legais para reaver o valor já pago.

Este incidente gerou uma onda de críticas e comentários entre os residentes e participantes nas festividades, que esperavam o artista que, recentemente, por altura das Festas Antoninas, atuou no centro da cidade de Famalicão.

Famalicão x Benfica às 18 horas de 11 de agosto

O primeiro jogo oficial do Famalicão na nova época desportiva está marcado para o dia 11 de agosto.

A receção ao Benfica, no estádio municipal, está marcada para as 18 horas.

Na segunda jornada, o Famalicão visita o Estrela da Amadora, a 19 de agosto, segunda-feira, às 20h15. Depois, no sábado, dia 24, às 20h30, recebe o Boavista.

 

Sócios com entrada gratuita no jogo de apresentação do Famalicão

O jogo de apresentação do FC Famalicão, com o Real Club Deportivo La Coruña, está agendado para o dia 30 de julho (terça-feira), às 19h30, no Estádio Municipal de Famalicão, com entrada gratuita para os sócios, enquanto que o público paga 10 euros.

A bilhética para esta partida já está a decorrer sob as seguintes condições:

Sócios – entrada gratuita (obrigatório o levantamento de bilhete, na Loja Oficial, a partir desta quarta-feira, ou na bilheteira no dia de jogo, a partir das 18 horas)
Sócios detentores de lugar anual – entrada gratuita sem necessidade de levantamento de bilhete

Público – 10 euros (venda irá decorrer na Loja Oficial)

 

Amanhã, Famalicão está em alerta vermelho devido ao calor

Esta quarta-feira, dia 24 de julho, o concelho de Famalicão está em alerta vermelho, devido às elevadas temperaturas. Informação transmitida pela Unidade de Saúde Pública.

Segundo as recomendações da Direção-Geral da Saúde é importante beber água ou sumos de fruta natural, mesmo quando não tem sede, evitando o consumo de bebidas alcoólicas; fazer refeições frias e leves, comendo mais vezes ao dia; utilizar roupa larga, que cubra a maior parte do corpo, e chapéu de abas largas e óculos de sol; manter-se em ambientes frescos, pelo menos 2 a 3 horas por dia; evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 17 horas; utilizar protetor solar com fator > 30 e renovar a sua aplicação de 2 em 2 horas; se trabalhar no exterior fazê-lo acompanhado, porque em situações de calor extremo poderá ficar confuso ou perder a consciência; ter especial atenção com os doentes crónicos, crianças, idosos e pessoas com mobilidade reduzida; no período de maior calor fechar as persianas ou portadas, e ao entardecer deixar que o ar circule pela casa; manter-se informado relativamente às condições climáticas para poder adotar os cuidados necessários.

Mantenha-se informado, hidratado e fresco.

 

Famalicão: Revisão do PDM em discussão pública a partir de segunda-feira

Esta semana, a 2.ª revisão do Plano Diretor Municipal está em fase de esclarecimento, com quatro sessões. A partir de segunda-feira, dia 29 de julho, entra em discussão pública por um período de 40 dias, ou seja, até 23 de setembro.

Recorde-se que a primeira sessão de esclarecimento decorreu esta segunda-feira à noite com um lotado auditório da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco. Seguem-se as vilas: esta terça em Ribeirão, quarta-feira em Joane e quinta em Riba de Ave, todas às 21h00, nas respetivas sedes das Juntas de Freguesia.

Todos os documentos necessários para o período de discussão pública e todas as peças do Plano estarão, em breve, disponíveis para consulta online em www.famalicao.pt e para consulta presencial, no Departamento de Ordenamento e Gestão Urbanística.

Os interessados poderão apresentar as suas sugestões, reclamações e observações preferencialmente online, através da plataforma B-Smart Famalicão, facilmente acessível no portal www.famalicao.pt; por Correio, via carta registada; ou presencialmente, no Departamento de Urbanismo, num posto de atendimento criado para o efeito em funcionamento de segunda a quinta-feira, entre as 09h30 e as 17h30 (encerrado entre as 13h00 e as 14h00) e às sextas-feiras, entre as 09h30 e as 11h30.

Esta é uma revisão simplificada, motivada sobretudo pela necessidade de adequar o PDM às alterações verificadas no quadro legislativo do ordenamento do território, com a publicação da Lei de Bases Gerais da Política Pública de Solos, de Ordenamento do Território e de Urbanismo e do Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial (RJIGT).

Comparativamente com o anterior documento, datado de 2015, este novo PDM prevê, ao nível dos solos rústicos, um aumento dos espaços agrícolas, dos espaços de exploração de recursos energéticos e dos espaços florestais de proteção. Já ao nível dos solos urbanos, o novo PDM contempla também um aumento da capacidade construtiva para os espaços habitacionais e centrais na ordem dos 0.2%, dos espaços de equipamentos e espaços verdes públicos. O novo PDM abre também portas para o crescimento das Áreas de Atividades Económicas, para fazer face à procura.

De referir que a presente revisão foi acompanhada por uma Comissão Consultiva (CC) de natureza colegial, coordenada e presidida pela CCDR-N, constituída por 30 entidades que representam a administração direta ou indireta do Estado e os concelhos vizinhos.