Famalicão: PS considera que fecho da maternidade é “alarmismo’

Os partidos com assento na Assembleia Municipal não manifestaram unanimidade na posição sobre o possível encerramento da maternidade do hospital de Famalicão.

Os grupos parlamentares do Chega, CDS, CDU e PSD apresentaram votos que vão no sentido da defesa da manutenção da maternidade. Sobre esta matéria, o PS não apresentou qualquer moção e votou ao lado da CDU rejeitando todas as outras.

O voto da CDU vai no sentido da defesa do Serviço Nacional de Saúde e colheu a unanimidade do plenário que decorre na noite desta sexta-feira; já acerca dos votos de protesto que, especificamente, sinalizam o eventual fecho da maternidade, o PS votou contra, considerando que se trata “de alarmismo'”.

Recorde-se que, recentemente, foi tornado público o relatório da comissão sobre a reforma das maternidades, que propõe o fecho da unidade de Famalicão no plano nacional de reorganização destes serviços.