União Europeia espera receber 360 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 até junho

A União Europeia espera receber até final da semana cerca de 107 milhões de vacinas contra a covid-19, sendo que 30 milhões são da AstraZeneca.

Aliás, Bruxelas conta com uma grande quantidade de doses de vacinas no segundo trimestre, na ordem dos 360 milhões, quantidade suficiente para inocular 70% da população até julho.

Uma meta também assumida por Portugal. O coordenador da Task Force anunciou que estão para chegar 35,8 milhões de vacinas. Revelou, também, que a partir de maio haverá 150 centros de vacinação rápida contra a covid-19 e que, neste momento, estão a ser contratados os profissionais de saúde necessários para essa tarefa.

Guardas florestais da GNR em greve no domingo

Em comunicado, no qual anunciam a greve, os guardas do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente, da GNR (SEPNA/GNR) querem a “definição da tabela remuneratória específica para a carreira profissional de guarda-florestal”, a “consagração dos suplementos remuneratórios, designadamente, por exercício de funções da carreira de guarda florestal e por trabalho em equipa de proteção florestal”.

Reivindicam ainda a “criação do Corpo de Guardas Florestais, com a adequada autonomia hierárquica e funcional”.

A greve dos guardas do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente, da GNR, foi marcada pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais.

A federação diz ter aguardado até 10 de agosto por uma resposta da secretária de Estado da Proteção Civil, a quem diz ter enviado propostas “para serem debatidas num calendário de reuniões entre 27 de agosto e 07 de outubro”.

Como não recebeu resposta “decidiu avançar com uma paralisação de 24 horas” no domingo, dia da reabertura da caça a várias espécies cinegéticas.

Os guardas florestais já cumpriram um dia de greve e uma concentração junto ao ministério, no Terreiro do Paço, em Lisboa, a 15 de julho, também para exigir do Governo a abertura de um processo negocial para resolver as reivindicações apresentadas.

Praia da Lagoa na Póvoa de Varzim interditada a banhos

Na sua página de internet, a Autoridade Marítima Nacional explica que “após ter recebido a informação por parte da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) a desaconselhar a ida a banhos na praia da Lagoa, foram dadas instruções para que fosse hasteada a bandeira vermelha e colocados os avisos nos acessos” àquela praia no distrito do Porto.

No distrito do Porto, estão também interditadas a banhos, desde terça-feira, as praias de Canide Norte, Madalena Sul, Valadares Norte e Valadares Sul, todas no concelho de Vila Nova de Gaia.

Já na quarta-feira, também em Gaia, foi interditada a praia de Salgueiros, estando a câmara municipal a “aguardar os resultados de novas análises para poder reabrir as praias”, disse à Lusa fonte daquela autarquia.

Segundo a referida fonte, “a precipitação intensa ocorrida na madrugada do dia 16 provocou o arrastamento de matéria orgânica nas zonas urbanas de proximidade marítima, com elevada concentração de pessoas e afluência turística, e influenciaram os resultados da monitorização da qualidade da água balnear em algumas praias, realizada na manhã desse mesmo dia”.

Mais a sul, no distrito de Aveiro, estão interditadas a banhos, desde quinta-feira, também pela deteção de valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência, as praias da Baía, Rua 37, Frente Azul, Paramos, Seca e Silvalde, no concelho de Espinho.

Morreu o ator Orlando Costa

Morreu esta sexta-feira, aos 74 anos, Orlando Costa.

O ator estreou-se no Teatro Experimental de Cascais em 1969 com a peça “Um Chapéu de Palha de Itália”, sob a direção de Carlos Avilez.

Na televisão interpretou várias personagens destacando-se o papel na série “Zé Gato” (1979) e em “Duarte e Companhia” (1985).

Contou ainda com papéis no cinema e na música, tendo colaborado em 1984 em discos de Júlio Pereira, Fausto e Sérgio Godinho.

Fonte: SIC Notícias

Apple alerta para falha de segurança que permite controlar iPhones e Macs

A Apple alertou para uma falha que permite a hackers assumir o controlo de iPhones, iPads e computadores Mac — e pediu aos utilizadores que instalem a última atualização de emergência do software.

A gigante tecnológica oferece desde quarta-feira atualizações de sistema para corrigir uma vulnerabilidade detectada por hackers.

“A Apple está ciente de um relatório que indica que este problema pode ter sido explorado ativamente”, indicou a empresa com sede em Silicon Valley.

A Apple não adiantou, porém, se tem informações sobre como a falha de segurança pode ter sido explorada por hackers.

De acordo com a descrição técnica, um hacker poderia aproveitar a falha para assumir o controlo dos dispositivos, ganhando acesso a todos os seus dados e funcionalidades.

SAPO24

Combustíveis devem voltar a descer na próxima segunda-feira

É quase certo que os combustíveis voltem a descer no arranque da próxima semana, avança a SIC Notícias.

Em causa está a cotação do petróleo abaixo dos 100 dólares por barril.

Na terça-feira passada foi registada uma quebra de três por cento na cotação do petróleo, atingindo assim o valor mais baixo desde o início da invasão russa à Ucrânia.