Utentes satisfeitos com hospital de Famalicão

O CHMA realizou um inquérito junto da população para avaliar o grau de satisfação dos seus serviços e instalações.

Em relação às conclusões, o internamento merece um índice de satisfação superior a 80%, com exceção das instalações com 79,8% e da alimentação 69,1%.

Nas urgências, a classificação mais baixa é a da triagem, com 60,9%, em resultado do tempo de espera, mas a média é de 78,3%. O grau de desempenho no atendimento médico é de 81% e da enfermagem de 86%.

Relativamente à consulta externa, a média é superior a 80%. O parâmetro mais baixo é o funcionamento da consulta com 72,2%.

Quanto à cirurgia de ambulatório, foi a que mereceu melhores resultados, com praticamente todas as dimensões apreciadas acima de 90% de satisfação.

De uma forma geral, os utentes revelam menor satisfação quando se trata de avaliar a vertente organizacional e de instalações, mas níveis de satisfação muito elevados quando estão em causa a qualidade de atendimento e o domínio relacional.

Estes inquéritos já são habituais e servem para a administração do Hospital aferir da qualidade do seu próprio trabalho, tornando-se um instrumento de trabalho para uma melhoria contínua.

Foram estabelecidos 673 contactos telefónicos, que permitiram a obtenção destes resultados.

Presidentes de Câmara de Famalicão, Santo Tirso, e Trofa unidos no melhoramento da maternidade do Hospital

A propósito da maternidade do Centro Hospitalar do Médio Ave, os presidentes das Câmaras Municipais de Famalicão, Santo Tirso e da Trofa reuniram-se, esta quinta-feira, com a administração e responsáveis pelos serviços de maternidade, ginecologia e obstetrícia.

O assunto já não é a manutenção da maternidade mas o seu funcionamento. Os autarcas reafirmaram a sua disponibilidade e compromisso em acompanharem a maternidade de Famalicão no seu crescimento qualitativo.

No encontro, o responsável pelo Centro Hospitalar, António Barbosa, agradeceu o empenho dos autarcas na luta pela permanência da Maternidade em Famalicão, que considerou «muito importante» para o desfecho que se veio a verificar. Agradecimento que foi retribuído pelos autarcas aos responsáveis pelo hospital «pelo seu empenho e trabalho em prol de um serviço público de qualidade exemplar».

O presidente da Câmara de Famalicão fala «de um equipamento essencial para a região, que desenvolve um trabalho de reconhecida qualidade, um serviço público estruturante para o presente e futuro dos nossos municípios».

Recorde-se que o encerramento da maternidade do Centro Hospitalar do Médio Ave foi uma das possibilidades adiantadas pelo estudo da Comissão de Acompanhamento de Resposta às Urgências de Ginecologia/Obstetrícia, possibilidade entretanto descartada pelo Diretor Executivo do Serviço Nacional de Saúde.

O CHMA está inserido numa região de grande força e vitalidade económica e social, servindo cerca de 250 mil habitantes. A administração tem sede em Santo Tirso, gerindo o Hospital Conde de São Bento, em Santo Tirso, e o Hospital S. João de Deus, em Famalicão. Em 2022, o Centro Hospitalar do Médio Ave registou um total de 1175 nascimentos, um acréscimo de 17% em comparação a 2021.

Famalicão: PSP deteve jovem de 17 anos que conduzia sem carta

Agentes da Polícia de Segurança Pública detetaram, esta quinta-feira, um jovem de 17 anos a conduzir sem carta de condução.

No momento da abordagem das autoridades, o adolescente conduzia uma viatura na Avenida dos Descobrimentos.

O jovem foi detido e notificado para comparecer a tribunal.

 

PSP avisa: Há radar na variante de Famalicão neste mês de fevereiro

Dia 23 de fevereiro irá decorrer na variante nascente de Famalicão uma operação de controlo de velocidade com colocação de radar móvel.

A ação é levada a cabo pela Polícia de Segurança Pública e foi divulgada por esta autoridade nas últimas horas.

A fiscalização decorrerá a partir das 09h00.

Símbolos da Jornada Mundial da Juventude já estão em Famalicão

Chegaram a VN de Famalicão, na noite desta quinta-feira, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude.

A Cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani, que retrata a Virgem Maria com o Menino nos braços, vão estar no Arciprestado até domingo.

Os símbolos entraram no concelho pela paróquia de Gondifelos e, a partir de amanhã, seguem para Vale S. Cosme, Riba de Ave, Avidos, Antas e Vila Nova de Famalicão.

Um dos pontos altos desta passagem será a Peregrinação dos Símbolos na noite de sábado, pelas 21h30, com início na Praça – Mercado Municipal e término na Igreja Matriz Nova.

Famalicão: Bombeiros alertados por cidadão que diz ter visto fumo a sair de prédio

Os bombeiros foram, na tarde desta quinta-feira, acionados por um popular que dizia ter visto fumo a sair da cobertura de um edifício, na Avenida Marechal Humberto Delgado, em Famalicão.

Chegados o local, e depois de acederem à cobertura do prédio, os soldados da paz não encontraram nenhum foco de incêndio ou até mesmo fumo.

Os meios acabaram por ser desmobilizados sem que existisse uma explicação para o fumo descrito no alerta que havia sido feito.

Famalicão: Esmeriz recebe sessão sobre reabilitação e valorização das zonas ribeirinhas

A Casa de Esmeriz recebe, na noite do próximo sábado, uma sessão de esclarecimento sobre o projeto “Recuperação e Valorização Hidrográfica da Bacia do Ave – VN Famalicão – Rio Pelhe”, tendo como orador o especialista em reabilitação de rios, Pedro Teiga, Doutor em Engenharia do Ambiente – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
O projeto tem como objetivo a reabilitação e valorização dos ecossistemas ribeirinhos do rio Pelhe, atravessando zonas agrícolas / florestal e aglomerados urbanos.
A ação de esclarecimento, com início marcado para as 21h30, destina-se não só à população em geral, mas, particularmente, a proprietários dos terrenos das margens das linhas de água.