André Coelho Lima é o cabeça de lista do PSD por Braga

Rui Rio já escolheu os nomes dos candidatos que serão cabeças de lista pelos vários círculos eleitorais às próximas eleições legislativas de 30 de janeiro. Em Braga, o escolhido é André Coelho Lima, advogado, deputado desde 2019, e vice-presidente da Comissão Política Nacional do PSD.

Na tarde desta terça-feira, decorre uma reunião da Comissão Política Nacional para aprovação da totalidade dos candidatos, cujos nomes serão submetidos a aprovação final, em Conselho Nacional, a realizar mais tarde, pelas 21h00, em Évora.

Famalicão: Iniciativa Liberal lança concurso “Jovem Liberal” para jovens

O Núcleo Territorial de Famalicão da Iniciativa Liberal lançou um concurso para os jovens que residem e/ou estudem em Famalicão. O “Jovem Liberal” visa estimular o interesse dos jovens pela política e pelas ideias liberais, «acicatando a curiosidade dos mais novos e para que reflitam criticamente sobre ideias e propostas políticas». O concurso implica a pesquisa e redação de um artigo sobre o Liberalismo e as suas muitas vertentes ideológicas e políticas.

Podem participar jovens estudantes, com menos 25 de anos, que estudem ou residam em Vila Nova de Famalicão, em dois escalões: secundário, para os alunos de ensino secundário; e universitário, para os alunos que já frequentem o ensino superior.

Para participar, basta consultar as redes sociais do Núcleo de Famalicão da Iniciativa Liberal, onde está o regulamento e as condições de inscrição. Os vencedores dos dois escalões recebem como prémio uma visita à Assembleia da República, com a companhia de Rui Rocha, deputado Liberal eleito pelo Distrito de Braga.

 

Famalicão: Ciclo de Jornadas Políticas do Chega no dia 1 de dezembro

A Comissão Política Concelhia do Partido CHEGA realiza no dia 1 de dezembro, às 16 horas, no auditório da União de Freguesias de V. N. de Famalicão e Calendário, uma palestra sobre a atualidade política, com destaque para o crescimento do partido.
A iniciativa conta com o analista político, Gonçalo Sousa, da Juventude Política Partidária, que vai partilhar ideias e conhecimentos. Os participantes poderão também intervir, colocando questões no âmbito do tema do evento.
Para mais informações e inscrições deve consultar a página do Facebook do partido ou o email cpcchegafamalicao@sapo.pt

Trofa com verdadeiro espírito natalício

Entre 1 e 23 de dezembro, o centro da Trofa é um verdadeiro Mercado de Natal, com divertimentos gratuitos, desde comboio de natal, mega rampa de gelo, pista de bumpers cars, casa do Pai Natal, presépios gigante, mega parada de Natal, animação de rua, ateliers, gospel, concertos, street food, feira do livro, mercadinho.

A Alameda da Estação e Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro serão os locais onde a animação natalícia, de acesso gratuito, será constante.

A programação será variada com o objetivo de juntar a comunidade trofense no espírito natalício, perdido nos últimos dois anos devido à pandemia.

A inauguração do Mercado de Natal está programada para as 15 horas do dia 1 de dezembro com uma mega parada de Natal a percorrer o centro da cidade.

Mas há dias que a iluminação natalícia dá brilho às ruas da cidade, num convite ao Natal. A novidade deste ano foi a colocação de uma Árvore de Natal gigante com 16 metros de altura na Praça dos Paços do Concelho da Trofa.

A Árvore de Natal é um dos “photopoints” de Natal, onde todos os trofenses e todos aqueles que visitam a cidade podem tirar fotos e partilhar nas redes sociais.

Horário da feira do livro

Segunda a Quinta-Feira – 09h30 – 12h30 | 13h30 – 21h00

Sexta a Domingo – 09h30 -12h30 | 13h30 – 23h00

Horário do mercado

Sexta-Feira – 20h00- 23h00

Sábados, Domingos e Feriados – 15h00-23h00

Horário para a presença do Pai Natal

Sábados e Domingos – 16h00 – 18h00

 

 

 

IPCA vai ter residência para estudantes

O IPCA vai ter a primeira residência para estudantes. Já foi feita a escritura pública de um edifício para o efeito. Um sonho concretizado ao final de 26 anos, que trará condições de habitação a preços compatíveis com as condições económicas dos estudantes. É também a possibilidade para o IPCA atrair estudantes de localidades mais distantes e de mais estrangeiros.

A futura residência fica localizada na Rua do Aldão, em Vila Frescaínha S. Martinho, a 200 metros do Campus, em Barcelos.

A aquisição deste edifício foi possível com verbas do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), no seguimento da candidatura apresentada no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), tendo sido atribuído cerca de 2.024,00 milhões de euros. A verba destina-se à aquisição do edifício, adaptação e ampliação para responder às exigências de instalação e funcionamento da residência de estudantes. Esta residência terá capacidade para 62 camas a disponibilizar em setembro de 2023.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, no final da escritura, salientou a importância do edifício para o reforço da afirmação na área social e na melhoria das condições de acesso e frequência da comunidade estudantil, contribuindo para a efetiva igualdade de oportunidades e respondendo mais eficazmente às necessidades e expectativas dos estudantes e das suas famílias.

 

 

De bicicleta chega mais depressa de Braga a Guimarães do que de comboio

Qual o meio de transporte mais rápido entre Braga e Guimarães: o comboio ou a bicicleta? A direção da Organização Regional de Braga do PCP fez o teste, para servir de argumento no debate da especialidade do Orçamento de Estado para 2023.

O objetivo do PCP é mostrar o quanto é importante a ligação direta por comboio entre Braga e Guimarães.

O trajeto de bicicleta foi feito por João Oliveira; enquanto a delegação do PCP apanhou o comboio em Braga pelas 11h34m, fazendo transbordo para Guimarães em Lousado. A chegada a Guimarães foi às 13h52. A viagem demorou 2h18 minutos. O “ciclista” partiu também da Estação Ferroviária de Braga às 11h34, fez o percurso pela estrada nacional, tendo chegado à Estação de Guimarães às 12h49. A viagem demorou 1h15 minutos, menos 1h03 minutos.

Os comunistas quiseram provar que a falta de ligação direta entre Braga e Guimarães dificulta o uso do comboio. «Este facto constitui um incompreensível absurdo ferroviário e demonstra a falta de planeamento estratégico para o transporte ferroviário na região de Braga», alertam os comunistas. «Note-se que aquando da modernização recente nas duas linhas que servem Braga e Guimarães, nem tampouco se acautelou a localização das duas estações de modo a facilitar um futuro fecho da malha», acrescentam.

Os eleitos do PCP deixam um desafio: «a votação da proposta do PCP será também um momento de clarificação do compromisso com o desenvolvimento regional dos deputados do PS, PSD, CHEGA e IL eleitos pelo distrito de Braga».

Na iniciativa participaram, entre outros eleitos e dirigentes do PCP, Bárbara Barros, vereadora da Câmara de Braga, e Torcato Ribeiro, membro da Assembleia Municipal de Guimarães.

Na opinião destes militantes do PCP, são necessárias medidas do Governo que motivem o uso do comboio, para dinamizar a economia «numa zona do país com uma densidade populacional elevada, um povoamento difuso e uma malha industrial constituída por muitas pequenas e médias empresas dispersas».

 

Trofa: “Incorporart” junta diversos estilos culturais num só espetáculo

A Associação Sons do Estaminé, em parceria com a Câmara Municipal da Trofa, apresenta o espetáculo “INcorporART”, que junta diversos estilos culturais, procurando quebrar estereótipos e preconceitos quanto às diferentes possibilidades de apresentar a arte (na forma, local e objetivos).

O espetáculo, integrado nas comemorações do 24º aniversário do Município da Trofa, tem lugar esta sexta-feira, 18 de novembro, pelas 21h30, no salão polivalente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa.

“INcorporART” junta música, artes circenses, marchas populares, teatro, dança e movimento. É objetivo que os jovens e as crianças sejam parte ativa e central de todo o espetáculo.

Estas atividades serão desenvolvidas por instituições e escolas do concelho da Trofa. As artes circenses estarão a cargo da Associação Asas e dos alunos da Escola EB 2,3 de São Romão do Coronado. A Orquestra Urbana da Trofa será responsável pela música; a performance teatral será interpretada pelo TEAM – Teatro Experimental Amador do Muro; as danças e movimento serão apresentadas por Raúl Maia da APPACDM Trofa e a Associação Coretos da Alameda demonstrará as Marchas Populares.