Apanhados a desmantelar viatura roubada

O Núcleo de Investigação Criminal de Barcelos recuperou, esta quinta-feira, um veículo furtado no concelho de Vila Nova de Gaia.

No âmbito da investigação relacionada com o furto da viatura, ocorrido no dia 16 de maio, a GNR acabou por identificar três homens, com idades entre os 20 e os 30 anos, quando estavam numa oficina a desmantelar a viatura para posterior comercialização dos componentes.

GNR detém 233 condutores sob o efeito do álcool

A Guarda Nacional Republicana realizou, entre os dias 6 e 12 de maio, um conjunto de operações em todo o país, tendo em vista a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional.

Destas ações, e segundo comunicado emitido este sábado, há a registar 532 pessoas detidas, 233 das quais por condução sob o efeito do álcool e 135 por condução sem o devido título legal.

Foram, ainda, detidas 12 pessoas por violência doméstica, 22 por tráfico de droga, 10 por posse de ilegal armas e uma por incêndio florestal.

Na fiscalização rodoviária, a Guarda contabilizou neste período 7 911 infrações, entre as quais se destacam 1 734 por excessos de velocidade; 471 por falta de inspeção periódica obrigatória; 435 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei; 393 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças; e 255 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

PSP detém homem que agrediu polícia no Enterro da Gata

No âmbito do policiamento realizado no evento Enterro da Gata, em Braga, a Polícia de Segurança Pública deteve um homem, de 38 anos, e uma jovem, de 19. Os dois foram notificado para comparecerem ao Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

O homem foi detido por ter atirado uma garrafa de vidro e por ter atingido um polícia. No decorrer da intervenção policial, o cidadão ameaçou ainda o agente. A jovem foi detida por ter na sua posse uma arma proibida, uma faca de borboleta.

Retomada a Festa das Famílias no Colégio das Caldinhas

O Colégio das Caldinhas recuperou a tradição da Festa das Famílias, interrompida pela pandemia, e este ano com um motivo especial: celebrar os 90 anos do colégio nas Caldas da Saúde, em Santo Tirso. Como habitual, este encontro, que decorreu nos dias 6 e 7 de maio, contou com a participação de muitos educadores, pais, alunos e antigos alunos que fizeram com que esta festa fosse possível.

Ao longo dos dois dias, decorreram várias atividades, preparadas pelos diversos departamentos, incluindo torneios de futsal, voleibol, basquetebol e badminton, com a participação do Colégio S. João de Brito, escola dos jesuítas em Lisboa, e outras equipas da região de Santo Tirso e Famalicão.

Para assinalar os 90 anos do colégio, ao almoço do primeiro dia, a comunidade educativa juntou-se no Pátio de Nossa Senhora para cantar os parabéns e os educadores foram convidados para um jantar de gala no mesmo dia. No sábado, a eucaristia foi em ação de graças pela vida já longa do colégio.

Durante estes dois dias, o Colégio das Caldinhas, onde estudaram e estudam muitos famalicenses, encheu-se de famílias e antigos alunos, que visitaram os museus e laboratórios e passaram pelo tradicional arraial com barraquinhas, organizadas por diferentes grupos de pais e educadores, cujas receitas revertem para a Associação Padre Simão Rodrigues, SJ, que tem como principal missão apoiar, através de bolsas de estudo, alunos e famílias de menores recursos que escolhem estudar neste estabelecimento de ensino.

Famalicão: Urgência do hospital já dispõe de botões de pânico

Em reunião com o Sindicato dos Enfermeiros – SE, esta quinta-feira, a administração do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA) garante que agressões aos enfermeiros, no mês de fevereiro, estão a ser investigadas como crime público e que presta todo o apoio às vítimas.

Entretanto, para reforçar a segurança na instituição, e em particular nos serviços de Urgência, foram instalados botões de pânico, reforçada a videovigilância, contratados mais seguranças privados e verificou-se ainda um reforço do policiamento de proximidade da PSP, sobretudo nos períodos noturnos. Estas informações são prestadas pelo Sindicato dos Enfermeiros que reuniu, esta quinta-feira, com os responsáveis do Centro Hospitalar.

Em nota à imprensa, o presidente do Sindicato, Pedro Costa, elogia estas medidas, «pois a administração não só assumiu os problemas, como tomou medidas efetivas para os resolver». Foi, ainda, referido que o CHMA tem vindo a apoiar de forma próxima os profissionais de Saúde agredidos, «tendo-se inclusive disponibilizado para assumir todas as despesas decorrentes das agressões, tanto as realizadas como as futuras». Pedro Costa esclarece que «foi ainda dada a possibilidade de os enfermeiros e demais profissionais envolvidos nesta situação mudarem de serviço, ou até mesmo de instituição, algo que os próprios recusaram prontamente».

 

 

Famalicão: D. Jorge Ortiga homenageado no Santuário do Sameiro

Este domingo, 15 de maio, celebram-se, no Santuário do Sameiro, três efemérides: os 40 anos da vinda do Papa São João Paulo II ao Sameiro, a peregrinação anual das crianças da catequese e uma homenagem a D. Jorge Ortiga, Arcebispo emérito que, durante 34 anos, serviu a Igreja arquidiocesana bracarense.

Esta homenagem ao prelado famalicense decorre no final da eucaristia das 15h30, que será presidida por D. José Cordeiro. Antes, às 14h00 dá-se a concentração das crianças da catequese e dos alunos do Colégio João Paulo II junto ao cruzeiro, na Avenida. Meia hora depois, começa a procissão das crianças rumo à Basílica, com passagem diante de Nossa Senhora, onde entregarão um desenho previamente feito, alusivo à família e com uma prece sob a mesma intenção, e visita à relíquia do Papa São João Paulo II.

(Foto arquivo)

Famalicão: Militar da GNR de Joane dormia mas fora da hora de serviço

No julgamento que decorre no Tribunal do Porto em que é arguido um guarda da GNR do Posto de Joane, acusado de incumprimento dos deveres de serviços, em 2020, o comandante do Posto, Ricardo Pereira, disse que o militar estava ativo no período entre as 05h30 e as 06h00 e não a dormir durante o serviço, como consta da acusação e como o próprio comandante havia dito na participação que fez do militar.

Colegas do militar, na qualidade de testemunhas, também afirmaram que foi encontrado a dormir no sofá mas já depois da hora do serviço. De resto, disseram que até é normal que um militar que passe a noite inteira de serviço no Posto e ‘passe pelas brasas’, mas com a precaução de ter um telefone ao lado, o rádio para contacto com patrulhas no exterior e em condições de ouvir a campainha, casos seja necessário.

Fonte: O Minho