Remoção do amianto nas escolas do concelho ainda sem calendário

A EB 2,3 Júlio Brandão, D. Maria II, Nuno Simões, Bernardino Machado e Ribeirão, as EB 1,2,3 de Arnoso Stª Maria, Gondifelos e a Escola Secundária Padre Benjamim Salgado constam do “Programa de remoção do amianto” do Governo, «mas a comunidade educativa nada sabe sobre este programa», acusa o deputado do PSD à Assembleia da República.

Sobre este assunto, Jorge Paulo Oliveira interpelou, esta segunda-feira, o Ministro da Educação. Começando por recordar que, em 2014, foi publicada a listagem dos edifícios públicos que contêm amianto, tendo sido identificadas em Famalicão vários edifícios escolares, o deputado lembra a Tiago Brandão Rodrigues que, desde 2016, «o Estado está obrigado a tornar público o mapeamento e o planeamento das ações corretivas e preventivas com vista à eliminação e à redução do risco para a saúde humana» que representa a presença do amianto e que, nesse mesmo ano, o Governo deu conta de um relatório que contempla a hierarquização das intervenções e a estimativa dos respetivos custos.

Decorridos mais de dois anos, «a comunidade educativa famalicense nada sabe de concreto sobre o denominado “Programa de Remoção do Amianto” no que concerne às escolas identificadas no concelho», lamenta Jorge Paulo Oliveira que pede ao Ministro da Educação que diga, «em definitivo», que tipo de intervenções estão programadas e quando vão decorrer.

 

N.R. Por lapso, nesta notícia, editada esta segunda-feira, foi incluída a EB Pedome, como sendo uma das escolas referenciadas, o que não corresponde à verdade. Deste modo, pedimos desculpas pelo sucedido.

PJ deteve em Famalicão homem de 28 anos que violou menor de 16 numa discoteca

Um homem de 28 anos foi encontrado e detido pela Polícia Judiciária, em Famalicão, depois de no início de outubro ter violado uma jovem de 16 anos, numa discoteca de Ourém, no distrito de Santarém.

Segundo avança o Jornal de Notícias, a violação terá acontecido na zona das casas de banho do estabelecimento de diversão noturna. O homem, de nacionalidade brasileira e operário de construção civil, conseguiu escapar dos funcionários da discoteca que tentaram travar a sua fuga.

O autor do crime, ter-se-á deslocado na mesma noite para casa de familiares em Vila Nova de Famalicão, onde acabou por ser detido. Foi presente a tribunal e vai aguardar julgamento no estabelecimento prisional.

Famalicão: Meia Maratona de 2023 será em outubro

A edição 2023 da Meia e Mini Maratona de Famalicão será disputada no mês de outubro. A novidade foi avançada por Jorge Teixeira, diretor-geral da Runporto. No final da prova que se disputou na manhã deste domingo, o dirigente deu conta desta novidade, acreditando que o novo percurso, acrescido da prova de 10km, será um chamariz para que mais atletas venham correr na prova famalicense.

Nesta edição, Hélio Gomes (Sporting) e Dulce Félix (Benfica) foram os vendedores da Meia Maratona de Famalicão. Na prova dos 10km, uma novidade, Hugo Daniel Santos (Salgueiros) e a famalicense Jéssica Pontes (Team El Comandante) cortaram a meta em primeiro lugar. A chuva intensa que caiu durante a prova não afastou os cerca de 2700 atletas.

Famalicão: Ana Marinho é vice-campeã nacional

A atleta famalicense Ana Marinho sagrou-se, na manhã deste domingo, vice-campeã nacional de corta-mato longo. Na prova disputada na cidade de Amora, a atleta do S. Salvador do Campo, mostrou o seu bom momento de forma.

O Corta-Mato Cidade de Amora, que vai na 32.ª edição, decorreu em simultâneo com o 99.º Campeonato Nacional de Corta-Mato Longo, prova que serviu de observação dos atletas para o Campeonato da Europa, com Ana Marinho a reunir, atualmente, todas as condições e resultados para ser chamada.

 

Famalicão: Tomás e Gabriela vencem Taça de Portugal

O par Tomás Gomes e Gabriela Teixeira venceram, este sábado, a Taça de Portugal de Dança Desportiva.

Em Braga, na grande final da Taça de Portugal, o par da Academia Gindança foi o grande vencedor em Juniores II Open Standart.

Famalicão: FAC e Riba d’Ave derrotados

As duas equipas famalicenses que competem no nacional da primeira divisão de hóquei em patins perderam, este sábado, os respetivos jogos.

Na sexta jornada, a tarefa do FAC era a mais difícil, dado que jogava em casa do Benfica, um dos líderes da classificação. Dois golos de Joca Guimarães levaram o Famalicense empatado para o intervalo, mas na segunda parte os visitados estabeleceram o 5-2 final.

O Riba d’Ave/Sifamir jogou em casa do Murches, equipa da zona de Cascais, e perdeu por 4-1. A equipa da casa marcou logo a abrir, mas Nery empatou o jogo para os ribadavenses. O intervalo chegou com um 3-1 para os locais.

O campeonato prossegue já na próxima quarta-feira, com a sétima jornada. O FAC recebe o Sporting no Pavilhão Municipal. O Riba d’Ave Sifamir também joga em casa, na quinta-feira, diante do Paredes.