Ensino: Sindicato convoca greve de professores

O Sindicato de Todos os Professores (S.T.O.P) convocou uma greve geral para o dia 1 de fevereiro, no sentido de pressionar o Governo a fechar todos os estabelecimentos de ensino.

«Tendo em consideração a situação de emergência nacional (com risco do sistema nacional de saúde entrar em colapso) e face à atitude irresponsável do governo em manter as escolas abertas (ao contrário do que a esmagadora maioria dos médicos e cientistas defende), o S.TO.P. convocou greve para pressionar o governo a mudar relativamente às escolas», afirma o coordenador do S.T.O.P., em comunicado.

O coordenador adianta que optou pela greve porque «fizemos várias diligências para pressionar o Governo a fechar as escolas, mas nada resultou, já vimos que isto não vai lá com queixas», afirmou.

Medida do governo entra hoje em vigor: Botija de gás não pode custar mais de 29,47 euros

Na sexta-feira, o Governo voltou a fixar preços máximos para o gás engarrafado, tal como já tinha acontecido durante a pandemia de covid-19, determinando que uma garrafa de butano de 13 quilogramas (kg) terá como valor máximo 29,47 euros, enquanto as garrafas de 12,5 kg vão custar até 28,34 euros, segundo os números da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

No caso do GPL propano T3, o máximo varia entre 29,11 euros por garrafa de 11 kg e 23,81 kg por botija de nove quilogramas. As garrafas de GPL propano T5, por sua vez, vão custar até 109,08 euros (45 kg) ou 84,84 euros (35 kg).

Segundo os dados enviados à Lusa pelo Ministério do Ambiente, estes máximos, considerando os preços reportados nos primeiros dias de agosto, representam uma poupança de 3,180 euros por garrafa no caso das botijas T3 de 13 kg.

No caso da garrafa T3 de 11 kg de propano, a poupança é de 3,258 euros.

Já na garrafa T5 de 45 kg de propano a poupança é de 6,206 euros.

O Ministério do Ambiente e da Ação Climática recordou, na sexta-feira, que a lei n.º 69-A/2021 introduz a possibilidade de fixação das margens máximas de comercialização dos combustíveis simples e para o gás de petróleo liquefeito (GPL) engarrafado.

À ERSE cabe propor a fixação das margens máximas em qualquer componente comercial que faça parte da formação do preço de venda ao público do GPL engarrafado.

Por sua vez, e após ouvida a Autoridade da Concorrência, cabe ao Governo fixar excecionalmente as margens.

“Neste enquadramento e com base na proposta recebida da ERSE e no parecer da Autoridade da Concorrência, bem como os seus fundamentos, por razões de interesse público e por forma a assegurar o regular funcionamento do mercado e a proteção dos consumidores, o Governo português entende que se afigura justificada a operacionalização das regras relativas à fixação de margens máximas e respetivo preço de venda ao público do GPL engarrafado, por período temporal limitado (até ao dia 31 de outubro de 2022)”, assinalou.

No diploma publicado em Diário da República, o executivo ressalvou que as variações mensais são calculadas e publicadas no ‘site’ da ERSE, sendo que a estes preços máximos apenas podem acrescer “custos com o serviço de entrega”, quando as garrafas são compradas por via telefónica ou eletrónica e disponibilizadas em local diferente do ponto de venda.

Os postos de abastecimento e os restantes pontos de venda das botijas GPL devem “garantir o contínuo fornecimento” de garrafas, “designadamente das tipologias sujeitas ao preço fixado”, determinou a portaria assinada pelos secretários de Estado da Economia, João Neves, e do Ambiente e da Energia, João Galamba.

Famalicão: Choque em cadeia a envolver três viaturas na N206 em Joane

A manhã desta terça-feira está a ficar marcada por um choque em cadeia, a envolver três viaturas, em plena estrada nacional 206, que liga Famalicão a Guimarães.

O sinistro aconteceu na Avenida Dr Mário Soares, cerca das 08h30, sendo que para o socorro foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses.

Até ao momento não existe informação de feridos.

A GNR também foi acionada para o local do acidente.

GNR e PSP aconselham condutores a “Viajar sem Pressa” entre 16 e 23 de Agosto

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) lançam amanhã, dia 16 de agosto, a Campanha de Segurança Rodoviária Viajar sem pressa”, inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2022.

Esta decorre entre os dias 16 e 23 de agosto, e tem como objetivo «alertar os condutores para os riscos da condução em excesso de velocidade, dado que esta é uma das principais causas dos acidentes nas estradas e é responsável por mais de 50% das infrações registadas».

Num atropelamento, a probabilidade de existirem vítimas mortais aumenta em função da velocidade a que circulam os veículos. Se um veículo circular a 30 km/h, a probabilidade das consequências de um atropelamento serem mortais é de 10%. Aumentando a velocidade para 50 km/h, a probabilidade passa a ser de 80%.

A campanha “Viajar sem pressa” integrará ações de sensibilização da ANSR em território continental e do serviço da administração regional da Região Autónoma da Madeira; operações de fiscalização, pela GNR e pela PSP, com especial incidência em vias e acessos com elevado fluxo rodoviário e de acordo com o Plano Nacional de Fiscalização 2022, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores no que respeita à condução em excesso de velocidade.

As ações de sensibilização ocorrerão em simultâneo com operações de fiscalização nas seguintes localidades:

Dia 16 de agosto, às 14h00: Avenida Marechal Norton de Matos (junto às bombas da Repsol), Lisboa;

Dia 17 de agosto, às 10h00: A2 – Portagens plana via de Coina, sentido Sul-Norte;

Dia 18 de agosto, às 14h00: Barreira Alva, Torres Novas;

Dia 19 de agosto, às 8h00: IC8 Km 92 – Nó de Perdigão, Castelo Branco;

Dia 21 de agosto, às 10h00: EN2 Ponte do Soito – Góis;

Dia 22 de agosto, às 9h00: Avenida das Comunidades Europeias, Leiria;

Dia 23 de agosto, às 8h00: A3 Km11 sentido Norte-Sul – Área de Serviço da Trofa.

Vídeo: Vários golfinhos avistados esta tarde no mar da Póvoa de Varzim

Na tarde deste feriado, 15 de agosto, vários golfinhos foram avistados no mar da Póvoa de Varzim.

À nossa redação chegaram alguns vídeos onde são visíveis, a uma distância considerável, os animais. O registo que aqui partilhamos foi feito ao início desta tarde, a partir do areal da Praia do Estaleiro, em A Ver-o-Mar.

O último avistamento, de que há registo, foi a 31 de julho.

ASAE apreende mais de quatro toneladas de polvo

Em comunicado, a ASAE explica que apreendeu 4.157 quilogramas de “géneros alimentícios de origem animal (produtos da pesca), que se encontravam numa câmara de conservação de congelados, nomeadamente polvo inteiro eviscerado”, por não possuírem “a marca de identificação do último estabelecimento que o manipulou e da inexistência do número de controlo veterinário (NCV)”.

Este número “constitui pré-requisito para que se mostrem cumpridas, perante os consumidores e as autoridades de controlo, as normas de segurança alimentar”, esclarece este órgão de polícia criminal.

“Da ação resultou a instauração de um processo contraordenacional pela prática das infrações relativas à falta da marca de identificação de quem o manipulou, que deve indicar o nome do país em que se situa o estabelecimento, bem como, o ‘número de aprovação’, ou seja, o NCV do estabelecimento”, adianta.

“O valor total da apreensão ascendeu a 51.293 euros”, acrescenta o comunicado, referindo que a operação de fiscalização foi feita através da Brigada de Indústrias da Unidade Regional do Centro – Unidade Operacional de Coimbra, sem especificar a data em que foi feita.